Primeiro Encontro de Bem-estar Digital da Sync buscará uma maior compreensão dos danos digitais

- O autodenominado "Davos de bem-estar digital" aumentará a conscientização sobre as realidades ocultas de nosso relacionamento com os serviços digitais - O encontro, que terá duração de dois dias (de 29 a 30 de março), reunirá acadêmicos, gigantes da tecnologia, personalidades culturais e formuladores de políticas para um intercâmbio de ideias e soluções com vistas a melhorar nosso relacionamento com a tecnologia - Simon Sinek e lideranças da IBM, UNESCO e Childnet estarão entre os supostos palestrantes durante o encontro - Pesquisas da Sync indicam que quase metade de nós (48%) passa mais tempo on-line diariamente do que gostaria

DHAHRAN, Arábia Saudita, 24 de março de 2022 /PRNewswire/ -- Como parte dos esforços para aumentar a conscientização sobre questões de bem-estar digital, o programa de bem-estar digital da Sync reunirá, no final deste mês, líderes das áreas de tecnologia, esportes, cultura, política e acadêmicos para seu primeiro Encontro de Bem-estar Digital da Sync.

Realizado entre 29 e 30 de março no King Abdulaziz Centre for World Culture (Ithra), na Arábia Saudita, o encontro oferecerá uma plataforma para os líderes de pensamento desenvolverem novas soluções para proteger o bem-estar dos usuários de mídias digitais em todo o mundo.

Com foco em cinco áreas principais de preocupação, as sessões do encontro convidarão os palestrantes a oferecer dados e perspectivas sobre os tópicos de dependência digital, privacidade, notícias falsas e desinformação, relacionamentos e algoritmos. Espera-se que o intercâmbio de ideias e conhecimentos possa ajudar a inspirar mudanças tangíveis na forma como interagimos, regulamentamos e projetamos plataformas digitais.

Abdullah Al-Rashid, diretor da Sync, disse: "Nossa compreensão do impacto complexo da tecnologia digital e das redes sociais sobre nossos relacionamentos, bem-estar pessoal e a sociedade está muito atrás de nossa compreensão da tecnologia em si e da forma como obter o maior número de cliques, curtidas e engajamentos. Foi apenas nos últimos anos que começamos a discutir sobre os aspectos mais nocivos de nosso relacionamento com as mídias digitais e redes sociais. À medida que a pandemia impulsionou ainda mais a integração da tecnologia digital em nossas vidas, é importante que invistamos mais nessas discussões para garantir que descubramos o panorama completo e, ao fazê-lo, evitemos propor soluções que se concentrem apenas nos sintomas, e não nas causas, e sejam ajustes de curto prazo, parciais e isolados, em vez de mudanças significativas, holísticas ou duradouras."

"O Encontro de Bem-estar Digital da Sync reunirá os especialistas de maior destaque nessa área, bem como as principais partes interessadas, personalidades culturais e influenciadores, a fim de discutir questões de bem-estar digital em uma escala nunca antes organizada. As palestras do encontro permitirão que nossos líderes de pensamento façam perguntas provocantes, mas necessárias, sobre nossos relacionamentos com a tecnologia e que forneçam informações sobre seus impactos e ofereçam soluções para os desafios que enfrentamos. Somente fazendo as perguntas certas coletivamente poderemos definir com sucesso o caminho para um relacionamento mais saudável com a tecnologia."

Liderança de pensamento 

Entre os líderes de pensamento que deverão discursar no encontro, estarão personalidades importantes representando as áreas de tecnologia, ONGs, instituições de caridade, governos e a comunidade de influenciadores culturais. Entre os palestrantes principais estão:

  • Will Gardner OBE, CEO da Childnet, Reino Unido
  • Mo Gawdat, escritor, empresário e ex-diretor de negócios do Google [X], Emirados Árabes Unidos
  • Jonathan Garner, fundador e CEO da Mind Over Tech, Reino Unido
  • Ross Farrelly, PhD, diretor de ciência de dados e inteligência artificial da IBM, Austrália
  • Sua Alteza Real Princesa Haifa Al Mogrin, delegada permanente do Reino da Arábia Saudita, UNESCO
  • Angela Gandra da Silva Martins, PhD, vice-ministra de direitos humanos para a família, Brasil
  • Liz Sweigart, PhD, diretora de produtos e estratégia da Safe Kids AI
  • John A. Naslund, PhD, instrutor de saúde global e medicina social na Harvard Medical School
  • Gitanjali Rao, inovadora, escritora e a primeira "Kid of the Year" (criança do ano) da revista TIME em 2020

Will Gardner OBE, CEO da Childnet, uma campanha filantrópica do Reino Unido que busca uma internet mais segura para as crianças, disse: "O mundo on-line oferece oportunidades incríveis para as crianças, mas também apresenta riscos, e esse é o caso das crianças em todo o mundo. Há uma necessidade clara de políticas, regulamentações, proteções e educação para acompanhar o ritmo desse ambiente, que muda rapidamente, a fim de garantir que as crianças possam cuidar de si mesmas e das pessoas on-line, mas também de que esse trabalho inclua a opinião dos jovens, compartilhando suas experiências, suas preocupações e suas ideias. Estou animado para interagir sobre a maneira como promover essa área no Encontro de Bem-estar Digital da Sync."

Os palestrantes que participarem do encontro serão convidados a discutir uma ampla gama de tópicos relacionados ao bem-estar digital. Os participantes podem esperar ouvir especialistas falando sobre as ideias mais recentes em relação a uma série de problemas pertinentes ao bem-estar digital. Entre os destaques dos painéis e das palestras estão:

  • A Psicologia da Tecnologia, painel com o Dr. Mohammed Alhajji, diretor da unidade de dados comportamentais e incentivo do Ministério da Saúde da Arábia Saudita, e Dr. Moritz Büchi, associado sênior de pesquisa e ensino da Universidade de Zurique
  • Geração Z versus o Mundo Digital, painel moderado por Rodney WJ Collins, PhD, vice-presidente sênior e diretor do McCann Worldgroup Truth Central, com a participação de Chantelle de Carvalho,  produtora de "I am Gen Z", e Othman Almoamar, gerente do programa de engajamento comunitário e pesquisa da MISK Foundation
  • Escaneando o Horizonte - Tendências Tecnológicas e Suas Implicações para o Bem-estar Digital, painel com a Dra. Latifa Al-Abdulkarim, professora assistente da Faculdade de Ciências da Computação e da Informação da KSU - Universidade King Saud, e Dr. Ross Farelly, diretor de ciência de dados e IA da IBM, Austrália
  • A Internet precisa de etiquetas de advertência?, debate com Matthew Bergman, fundador do Centro de Advocacia de Vítimas de Redes Sociais, sócio sênior da Bergman Draper Oslund Udo

A programação completa do encontro será anunciada no momento oportuno.

O encontro também abrigará uma Agora, que reunirá os participantes em um fórum público para ajudar a incentivar a geração de novas ideias estratégicas. Ela envolverá sessões de discussão, nas quais os participantes poderão compartilhar suas opiniões sobre a maneira como promover melhor a agenda global de bem-estar digital. Envolvendo tópicos discutidos nas apresentações dos palestrantes, as sessões de discussão abordarão "o futuro do bem-estar digital que queremos" e "construindo um movimento global de bem-estar digital".

Durante o encontro, a Sync realizará sessões aprofundadas com PMEs e pesquisadores de diversos países, experiências e origens com o objetivo de reunir as principais percepções sobre o bem-estar digital e o caminho adiante e futuro do bem-estar digital.

Dados da Sync ilustram a crescente preocupação com nosso relacionamento com a tecnologia

O encontro segue o lançamento do primeiro artigo da Sync[1], Relatório Global de Bem-estar Digital de 2021. A pesquisa ilustra o quão incorporadas as novas mídias e tecnologias têm estado em nossa vida diária nas últimas décadas, mas com foco especial na forma como essas tendências vêm se acelerando como resultado da pandemia. A pesquisa do Relatório Global de Bem-estar Digital também foi incluída em um artigo publicado pelo Professor Justin, presidente do Departamento de Psicologia da Universidade Zayed e pela Sync Research Fellows. O artigo foi publicado na Frontier in Psychiatry, a revista especializada em psicologia multidisciplinar mais citada do mundo. Como uma revista de livre acesso, os leitores podem acessar o artigo aqui.

A pesquisa da Sync com 15 mil pessoas, incluída no relatório e no artigo, mostrou que:

  • Apesar das grandes preocupações com a dependência digital e do fato de metade de nós admitir que deixamos de dormir todas as semanas para permanecer on-line à noite (chegando a 69% entre a geração Z), 19% dos pais deixam seus filhos ficarem on-line sem limites definidos de horário.  

 

  • Quase um terço de nós admite enganar amigos e familiares sobre o tempo que passamos on-line, chegando a 40% da geração Z – pessoas com idades entre dez e 25 anos.  

 

  • Quase metade (48%) de nós passa mais tempo on-line diariamente do que gostaria, e 43% de nós não ficaram um único dia sem acessar redes sociais no ano passado.  

 

  • Três quartos de todos os entrevistados (75%) estão exigindo, atualmente, que os governos invistam mais em terapias de alta qualidade acessíveis para dependências on-line, e 61% disseram que o vício na Internet e nas redes sociais deveria ser formalmente reconhecido como uma doença.  

 

Parcerias de conhecimento 

A Sync também anunciou recentemente outra colaboração com o Centro de Pesquisa do Bem-estar Digital da Universidade de Milano-Bicocca, que utilizará uma nova abordagem holística para estudar o relacionamento dos universitários com seus smartphones, incluindo o impacto sobre a concentração e a ansiedade em diferentes contextos sociais. 

Marco Gui, diretor do centro, disse: "Atualmente, todos os universitários possuem um smartphone, que oferece a conectividade com a qual as gerações passadas só podiam sonhar. Mas a que custo? Somos gratos pelo apoio da Sync a nossa nova metodologia para investigar os efeitos potencialmente benéficos e nocivos de estar permanentemente conectado."

Para saber mais, acesse https://sync.ithra.com/.

Sobre a Sync

A Sync é uma iniciativa de bem-estar digital lançada pelo King Abdulaziz Center for World Culture (Ithra), com a visão de criar um mundo onde todos estejamos no controle de nossas vidas digitais. A iniciativa é orientada por pesquisas abrangentes em colaboração com entidades globais para entender as amplificações da tecnologia e a forma como ela está afetando nossas vidas e transformar o conhecimento obtido em campanhas de conscientização, ferramentas, experiências, conteúdo educacional e programas que visem aumentar a conscientização pública global em torno do assunto.

Para sincronizar com a Sync: Twitter https://twitter.com/SyncIthra ou Facebook https://www.facebook.com/SyncIthra 

Sobre o Ithra 

O King Abdulaziz Center for World Culture (Ithra) é um dos destinos culturais mais influentes da Arábia Saudita, um destino para os curiosos, criativos e ávidos por conhecimento. Por meio de uma interessante série de programas, apresentações, exposições, eventos e iniciativas, o Ithra cria experiências de classe mundial em seus espaços públicos interativos. Essas experiências unem cultura, inovação e conhecimento de uma maneira criada para atrair todas as pessoas. Ao conectar profissionais de criação, perspectivas desafiadoras e ideias transformadoras, o Ithra tem orgulho de inspirar os líderes culturais do futuro. O Ithra é a principal iniciativa de responsabilidade social corporativa da Saudi Aramco e o maior centro cultural do reino, composto por um laboratório de ideias, biblioteca, cinema, teatro, museu, exposição sobre energia, salão, museu infantil e Torre Ithra.

Para mais informações, acesse www.ithra.com.

Siga o Ithra nas redes sociais: Facebook (King Abdulaziz Center for World Culture), Twitter (@Ithra) e Instagram (@Ithra) #Ithra

 

[1] Desenvolvido com base em uma pesquisa com 15 mil pessoas em 30 países, encomendada pela Sync e realizada pela PSB Middle-East em junho e julho de 2021.

 

 

FONTE Ithra

- O autodenominado "Davos de bem-estar digital" aumentará a conscientização sobre as realidades ocultas de nosso relacionamento com os serviços digitais - O encontro, que terá duração de dois dias (de 29 a 30 de março), reunirá acadêmicos, gigantes da tecnologia, personalidades culturais e formuladores de políticas para um intercâmbio de ideias e soluções com vistas a melhorar nosso relacionamento com a tecnologia - Simon Sinek e lideranças da IBM, UNESCO e Childnet estarão entre os supostos palestrantes durante o encontro - Pesquisas da Sync indicam que quase metade de nós (48%) passa mais tempo on-line diariamente do que gostaria

DHAHRAN, Arábia Saudita, 24 de março de 2022 /PRNewswire/ -- Como parte dos esforços para aumentar a conscientização sobre questões de bem-estar digital, o programa de bem-estar digital da Sync reunirá, no final deste mês, líderes das áreas de tecnologia, esportes, cultura, política e acadêmicos para seu primeiro Encontro de Bem-estar Digital da Sync.

Realizado entre 29 e 30 de março no King Abdulaziz Centre for World Culture (Ithra), na Arábia Saudita, o encontro oferecerá uma plataforma para os líderes de pensamento desenvolverem novas soluções para proteger o bem-estar dos usuários de mídias digitais em todo o mundo.

Com foco em cinco áreas principais de preocupação, as sessões do encontro convidarão os palestrantes a oferecer dados e perspectivas sobre os tópicos de dependência digital, privacidade, notícias falsas e desinformação, relacionamentos e algoritmos. Espera-se que o intercâmbio de ideias e conhecimentos possa ajudar a inspirar mudanças tangíveis na forma como interagimos, regulamentamos e projetamos plataformas digitais.

Abdullah Al-Rashid, diretor da Sync, disse: "Nossa compreensão do impacto complexo da tecnologia digital e das redes sociais sobre nossos relacionamentos, bem-estar pessoal e a sociedade está muito atrás de nossa compreensão da tecnologia em si e da forma como obter o maior número de cliques, curtidas e engajamentos. Foi apenas nos últimos anos que começamos a discutir sobre os aspectos mais nocivos de nosso relacionamento com as mídias digitais e redes sociais. À medida que a pandemia impulsionou ainda mais a integração da tecnologia digital em nossas vidas, é importante que invistamos mais nessas discussões para garantir que descubramos o panorama completo e, ao fazê-lo, evitemos propor soluções que se concentrem apenas nos sintomas, e não nas causas, e sejam ajustes de curto prazo, parciais e isolados, em vez de mudanças significativas, holísticas ou duradouras."

"O Encontro de Bem-estar Digital da Sync reunirá os especialistas de maior destaque nessa área, bem como as principais partes interessadas, personalidades culturais e influenciadores, a fim de discutir questões de bem-estar digital em uma escala nunca antes organizada. As palestras do encontro permitirão que nossos líderes de pensamento façam perguntas provocantes, mas necessárias, sobre nossos relacionamentos com a tecnologia e que forneçam informações sobre seus impactos e ofereçam soluções para os desafios que enfrentamos. Somente fazendo as perguntas certas coletivamente poderemos definir com sucesso o caminho para um relacionamento mais saudável com a tecnologia."

Liderança de pensamento 

Entre os líderes de pensamento que deverão discursar no encontro, estarão personalidades importantes representando as áreas de tecnologia, ONGs, instituições de caridade, governos e a comunidade de influenciadores culturais. Entre os palestrantes principais estão:

  • Will Gardner OBE, CEO da Childnet, Reino Unido
  • Mo Gawdat, escritor, empresário e ex-diretor de negócios do Google [X], Emirados Árabes Unidos
  • Jonathan Garner, fundador e CEO da Mind Over Tech, Reino Unido
  • Ross Farrelly, PhD, diretor de ciência de dados e inteligência artificial da IBM, Austrália
  • Sua Alteza Real Princesa Haifa Al Mogrin, delegada permanente do Reino da Arábia Saudita, UNESCO
  • Angela Gandra da Silva Martins, PhD, vice-ministra de direitos humanos para a família, Brasil
  • Liz Sweigart, PhD, diretora de produtos e estratégia da Safe Kids AI
  • John A. Naslund, PhD, instrutor de saúde global e medicina social na Harvard Medical School
  • Gitanjali Rao, inovadora, escritora e a primeira "Kid of the Year" (criança do ano) da revista TIME em 2020

Will Gardner OBE, CEO da Childnet, uma campanha filantrópica do Reino Unido que busca uma internet mais segura para as crianças, disse: "O mundo on-line oferece oportunidades incríveis para as crianças, mas também apresenta riscos, e esse é o caso das crianças em todo o mundo. Há uma necessidade clara de políticas, regulamentações, proteções e educação para acompanhar o ritmo desse ambiente, que muda rapidamente, a fim de garantir que as crianças possam cuidar de si mesmas e das pessoas on-line, mas também de que esse trabalho inclua a opinião dos jovens, compartilhando suas experiências, suas preocupações e suas ideias. Estou animado para interagir sobre a maneira como promover essa área no Encontro de Bem-estar Digital da Sync."

Os palestrantes que participarem do encontro serão convidados a discutir uma ampla gama de tópicos relacionados ao bem-estar digital. Os participantes podem esperar ouvir especialistas falando sobre as ideias mais recentes em relação a uma série de problemas pertinentes ao bem-estar digital. Entre os destaques dos painéis e das palestras estão:

  • A Psicologia da Tecnologia, painel com o Dr. Mohammed Alhajji, diretor da unidade de dados comportamentais e incentivo do Ministério da Saúde da Arábia Saudita, e Dr. Moritz Büchi, associado sênior de pesquisa e ensino da Universidade de Zurique
  • Geração Z versus o Mundo Digital, painel moderado por Rodney WJ Collins, PhD, vice-presidente sênior e diretor do McCann Worldgroup Truth Central, com a participação de Chantelle de Carvalho,  produtora de "I am Gen Z", e Othman Almoamar, gerente do programa de engajamento comunitário e pesquisa da MISK Foundation
  • Escaneando o Horizonte - Tendências Tecnológicas e Suas Implicações para o Bem-estar Digital, painel com a Dra. Latifa Al-Abdulkarim, professora assistente da Faculdade de Ciências da Computação e da Informação da KSU - Universidade King Saud, e Dr. Ross Farelly, diretor de ciência de dados e IA da IBM, Austrália
  • A Internet precisa de etiquetas de advertência?, debate com Matthew Bergman, fundador do Centro de Advocacia de Vítimas de Redes Sociais, sócio sênior da Bergman Draper Oslund Udo

A programação completa do encontro será anunciada no momento oportuno.

O encontro também abrigará uma Agora, que reunirá os participantes em um fórum público para ajudar a incentivar a geração de novas ideias estratégicas. Ela envolverá sessões de discussão, nas quais os participantes poderão compartilhar suas opiniões sobre a maneira como promover melhor a agenda global de bem-estar digital. Envolvendo tópicos discutidos nas apresentações dos palestrantes, as sessões de discussão abordarão "o futuro do bem-estar digital que queremos" e "construindo um movimento global de bem-estar digital".

Durante o encontro, a Sync realizará sessões aprofundadas com PMEs e pesquisadores de diversos países, experiências e origens com o objetivo de reunir as principais percepções sobre o bem-estar digital e o caminho adiante e futuro do bem-estar digital.

Dados da Sync ilustram a crescente preocupação com nosso relacionamento com a tecnologia

O encontro segue o lançamento do primeiro artigo da Sync[1], Relatório Global de Bem-estar Digital de 2021. A pesquisa ilustra o quão incorporadas as novas mídias e tecnologias têm estado em nossa vida diária nas últimas décadas, mas com foco especial na forma como essas tendências vêm se acelerando como resultado da pandemia. A pesquisa do Relatório Global de Bem-estar Digital também foi incluída em um artigo publicado pelo Professor Justin, presidente do Departamento de Psicologia da Universidade Zayed e pela Sync Research Fellows. O artigo foi publicado na Frontier in Psychiatry, a revista especializada em psicologia multidisciplinar mais citada do mundo. Como uma revista de livre acesso, os leitores podem acessar o artigo aqui.

A pesquisa da Sync com 15 mil pessoas, incluída no relatório e no artigo, mostrou que:

  • Apesar das grandes preocupações com a dependência digital e do fato de metade de nós admitir que deixamos de dormir todas as semanas para permanecer on-line à noite (chegando a 69% entre a geração Z), 19% dos pais deixam seus filhos ficarem on-line sem limites definidos de horário.  

 

  • Quase um terço de nós admite enganar amigos e familiares sobre o tempo que passamos on-line, chegando a 40% da geração Z – pessoas com idades entre dez e 25 anos.  

 

  • Quase metade (48%) de nós passa mais tempo on-line diariamente do que gostaria, e 43% de nós não ficaram um único dia sem acessar redes sociais no ano passado.  

 

  • Três quartos de todos os entrevistados (75%) estão exigindo, atualmente, que os governos invistam mais em terapias de alta qualidade acessíveis para dependências on-line, e 61% disseram que o vício na Internet e nas redes sociais deveria ser formalmente reconhecido como uma doença.  

 

Parcerias de conhecimento 

A Sync também anunciou recentemente outra colaboração com o Centro de Pesquisa do Bem-estar Digital da Universidade de Milano-Bicocca, que utilizará uma nova abordagem holística para estudar o relacionamento dos universitários com seus smartphones, incluindo o impacto sobre a concentração e a ansiedade em diferentes contextos sociais. 

Marco Gui, diretor do centro, disse: "Atualmente, todos os universitários possuem um smartphone, que oferece a conectividade com a qual as gerações passadas só podiam sonhar. Mas a que custo? Somos gratos pelo apoio da Sync a nossa nova metodologia para investigar os efeitos potencialmente benéficos e nocivos de estar permanentemente conectado."

Para saber mais, acesse https://sync.ithra.com/.

Sobre a Sync

A Sync é uma iniciativa de bem-estar digital lançada pelo King Abdulaziz Center for World Culture (Ithra), com a visão de criar um mundo onde todos estejamos no controle de nossas vidas digitais. A iniciativa é orientada por pesquisas abrangentes em colaboração com entidades globais para entender as amplificações da tecnologia e a forma como ela está afetando nossas vidas e transformar o conhecimento obtido em campanhas de conscientização, ferramentas, experiências, conteúdo educacional e programas que visem aumentar a conscientização pública global em torno do assunto.

Para sincronizar com a Sync: Twitter https://twitter.com/SyncIthra ou Facebook https://www.facebook.com/SyncIthra 

Sobre o Ithra 

O King Abdulaziz Center for World Culture (Ithra) é um dos destinos culturais mais influentes da Arábia Saudita, um destino para os curiosos, criativos e ávidos por conhecimento. Por meio de uma interessante série de programas, apresentações, exposições, eventos e iniciativas, o Ithra cria experiências de classe mundial em seus espaços públicos interativos. Essas experiências unem cultura, inovação e conhecimento de uma maneira criada para atrair todas as pessoas. Ao conectar profissionais de criação, perspectivas desafiadoras e ideias transformadoras, o Ithra tem orgulho de inspirar os líderes culturais do futuro. O Ithra é a principal iniciativa de responsabilidade social corporativa da Saudi Aramco e o maior centro cultural do reino, composto por um laboratório de ideias, biblioteca, cinema, teatro, museu, exposição sobre energia, salão, museu infantil e Torre Ithra.

Para mais informações, acesse www.ithra.com.

Siga o Ithra nas redes sociais: Facebook (King Abdulaziz Center for World Culture), Twitter (@Ithra) e Instagram (@Ithra) #Ithra

 

[1] Desenvolvido com base em uma pesquisa com 15 mil pessoas em 30 países, encomendada pela Sync e realizada pela PSB Middle-East em junho e julho de 2021.

 

 

FONTE Ithra

Você acabou de ler:

Primeiro Encontro de Bem-estar Digital da Sync buscará uma maior compreensão dos danos digitais

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/primeiro-encontro-de-bem-estar-digital-da-sync-buscara-uma-maior-compreensao-dos-danos-digitais/