Principais Varejistas e Produtores de Bens de Consumo lançam Ações para Transformar as Paisagens de Produção em «Florestas Positivas» até 2030

A Coligação de Ação para uma Floresta Positiva apoia uma ambição de compromisso com a paisagem para ajudar a travar o desmatamento e a avançar na estratégia positiva para a floresta - A Coligação de Ação para uma Floresta Positiva do Consumer Goods Forum lança a primeira fase da estratégia para transformar áreas equivalentes ao tamanho da pegada base de produção combinada da Coligação em floresta positiva até 2030 - A Coligação e seus 20 membros estão empenhados em investir em iniciativas em nível local que conduzam a resultados «positivos para a natureza, positivos para o clima e positivos para as pessoas»

PARIS e GLASGOW, Scotland, 10 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- A Coligação de Ação para uma Floresta Positiva do Consumer Goods Forum (CGF) lançou hoje uma estratégia ambiciosa para conduzir uma mudança positiva e transformacional na floresta nas regiões onde os principais bens da Coligação são produzidos e provenientes até 2030. O compromisso com estas paisagens é um elemento fundamental da Teoria de Mudança da Coligação, complementando seu foco no gerenciamento da cadeia de fornecimento sustentável e no desenvolvimento de negócios positivos para a floresta através de cadeias de valor globais. Ao colaborar com participantes, organizações e governos locais para apoiar estas iniciativas, a Coligação pretende usar sua influência como 20 dos principais varejistas e produtores do mundo para catalisar uma maior transformação nas cadeias de fornecimento de bens, paisagens de produção e jurisdições de todo o mundo.

Aproveitando esta influência, os membros da Coligação estão trabalhando para  transformar coletivamente áreas equivalentes ao tamanho da pegada base de produção combinada da Coligação até 2030. Cada membro da Coligação se comprometeu a investir em iniciativas em nível local para conduzir a conservação da floresta, recuperação do ecossistema e inclusão da comunidade na produção dos quatro principais bens da Coligação: óleo de palma, soja, embalagens à base de fibra, papel e celulose e carne bovina.

A estratégia começará com uma «Fase de Aprendizagem» durante 2023 em que todos os membros da Coligação investirão, anualmente, em pelo menos um programa selecionado entre o Portfólio de Iniciativas da Paisagem «Aprender pela Ação» da Coligação. Atualmente, este Portfólio inclui 20 programas que conduzem a resultados positivos para a floresta em seis países: México, Brasil, Chile, Rússia, Indonésia e Malásia. Estas iniciativas foram selecionadas com base nos Princípio de Ação Coletiva da Coligação, disponíveis aqui.

A Coligação está usando sua pegada base de produção - uma estimativa neutra para representar o impacto da Coligação e influência na produção de bens - para determinar o tamanho de sua ambição. Atualmente, a Coligação calcula o tamanho de sua pegada em seus bens centrais em parceria com a 3Keel e com a orientação especialista de organizações como a World Wildlife Fund, a iniciativa Accountability Framework e The Nature Conservancy. Este cálculo e a metodologia serão revelados depois de concluídos e se espera que sejam atualizados periodicamente.

Esta ambição para a Paisagem é o resultado do trabalho de membros dedicados da Coligação para uma Floresta Positiva do CGF liderados pelo produtor PepsiCo e pelo varejista Tesco com o apoio dos Copatrocinadores em nível do Conselho de Administração do CGF da Coligação, Alexandre Bompard, CEO e Presidente, Carrefour, e Grant F. Reid, CEO, Mars, Incorporated. A Coligação é apoiada pela Tropical Forest Alliance e pela Proforest como parceiros estratégicos e técnicos.

O lançamento da estratégia para a paisagem da Coligação é realizado depois de Jim Andrew, Diretor Executivo de Sustentabilidade da PepsiCo, ter fornecido detalhes sobre as ambições da Coligação durante o Debate sobre FACT no Dia dedicado à Natureza na 26ª Conferência Anual das Nações Unidas sobre o Clima (COP26), em Glasgow. Também surge após a iniciativa de mais de 100 governos colocarem um fim ao desmatamento até 2030, uma promessa que é bem-recebida pelo Consumer Goods Forum e pela Coligação para uma Floresta Positiva.

Ken Murphy, CEO, Tesco, e Membro do Conselho de Administração do CGF, afirmou «Todos os membros da Coligação de Ação para uma Floresta Positiva estão em diferentes fases de seu percurso para uma floresta positiva, mas todos compartilhamos o mesmo objetivo de travar o desmatamento e apoiar as pessoas e comunidades que consideram estes habitats vitais suas casas. O lançamento de nossa ambição coletiva para a paisagem é o resultado de muitos meses de aprendizagem, compartilhamento de boas práticas e engajamento de participantes. Agora pretendemos transformar estas aprendizagens em ações, que terão um impacto direto e sustentável nos locais de onde nossas matérias-primas são provenientes.»

Ramon Laguarta, CEO, PepsiCo, e Membro do Conselho de Administração do CGF, afirmou «Como empresas de bens de consumo, todos nós dependemos de um clima estável e de um ecossistema natural próspero. É essencial que conectemos nossos negócios diretamente com a saúde das florestas mundiais, os meios de subsistência das comunidades e a sustentabilidade de nosso planeta. Através de nossa transformação estratégica de negócios completa, pep+ (PepsiCo Positive), aceleramos nossos esforços para tornar o sistema alimentar mais sustentável, regenerativo e inclusivo. Temos muito prazer em trabalhar com nossos colegas membros da Coligação e, em conjunto, ajudaremos a construir um futuro mais forte e sustentável para todos nós.»

Alexandre Bompard, CEO e Presidente, Carrefour, e Copatrocinador da Coligação referiu: «Como membros da Coligação de Ação para uma Floresta Positiva, reconhecemos que precisamos agir além de nossas cadeias de fornecimento individuais para desbloquear um futuro positivo para a floresta. Reduzir nosso impacto negativo sobre as florestas não é suficiente. É por isso que apoiamos iniciativas locais que trabalham diretamente em campo, nos ambientes e comunidades mais afetados pelo desmatamento. Por meio desta estratégia coletiva, estamos construindo novas normas da indústria para tornar nossa visão de um futuro positivo para a floresta uma realidade.»

Grant F. Reid, CEO, Mars, Incorporated, e Copatrocinador da Coligação, afirmou A colaboração e a proporção são essenciais para o sucesso da Coligação de Ação para uma Floresta Positiva e esta nova estratégia demonstra nosso compromisso compartilhado para uma ação progressiva na direção de um futuro positivo para a floresta. Ao trabalhar com participantes, sociedade civil e governos locais, identificaremos soluções com impacto e faremos nosso papel para acelerar esforços para eliminar o desmatamento em locais essenciais.»

Os membros do CGF que se juntam ao anúncio de hoje são sete varejistas - Carrefour, Jerónimo Martins, METRO AG, Sainsbury's, Sodexo, Tesco e Walmart — e 13 produtores — Asia Pulp and Paper (APP) Sinar Mas, Colgate-Palmolive Company, Danone, Essity, General Mills, Grupo Bimbo, Mars, Incorporated, Mondelēz International, Nestlé, P&G, PepsiCo, Reckitt e Unilever.

Mais em www.tcgfforestpositive.com

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1279200/The_Consumer_Goods_Forum_Logo.jpg

 

FONTE The Consumer Goods Forum

A Coligação de Ação para uma Floresta Positiva apoia uma ambição de compromisso com a paisagem para ajudar a travar o desmatamento e a avançar na estratégia positiva para a floresta - A Coligação de Ação para uma Floresta Positiva do Consumer Goods Forum lança a primeira fase da estratégia para transformar áreas equivalentes ao tamanho da pegada base de produção combinada da Coligação em floresta positiva até 2030 - A Coligação e seus 20 membros estão empenhados em investir em iniciativas em nível local que conduzam a resultados «positivos para a natureza, positivos para o clima e positivos para as pessoas»

PARIS e GLASGOW, Scotland, 10 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- A Coligação de Ação para uma Floresta Positiva do Consumer Goods Forum (CGF) lançou hoje uma estratégia ambiciosa para conduzir uma mudança positiva e transformacional na floresta nas regiões onde os principais bens da Coligação são produzidos e provenientes até 2030. O compromisso com estas paisagens é um elemento fundamental da Teoria de Mudança da Coligação, complementando seu foco no gerenciamento da cadeia de fornecimento sustentável e no desenvolvimento de negócios positivos para a floresta através de cadeias de valor globais. Ao colaborar com participantes, organizações e governos locais para apoiar estas iniciativas, a Coligação pretende usar sua influência como 20 dos principais varejistas e produtores do mundo para catalisar uma maior transformação nas cadeias de fornecimento de bens, paisagens de produção e jurisdições de todo o mundo.

Aproveitando esta influência, os membros da Coligação estão trabalhando para  transformar coletivamente áreas equivalentes ao tamanho da pegada base de produção combinada da Coligação até 2030. Cada membro da Coligação se comprometeu a investir em iniciativas em nível local para conduzir a conservação da floresta, recuperação do ecossistema e inclusão da comunidade na produção dos quatro principais bens da Coligação: óleo de palma, soja, embalagens à base de fibra, papel e celulose e carne bovina.

A estratégia começará com uma «Fase de Aprendizagem» durante 2023 em que todos os membros da Coligação investirão, anualmente, em pelo menos um programa selecionado entre o Portfólio de Iniciativas da Paisagem «Aprender pela Ação» da Coligação. Atualmente, este Portfólio inclui 20 programas que conduzem a resultados positivos para a floresta em seis países: México, Brasil, Chile, Rússia, Indonésia e Malásia. Estas iniciativas foram selecionadas com base nos Princípio de Ação Coletiva da Coligação, disponíveis aqui.

A Coligação está usando sua pegada base de produção - uma estimativa neutra para representar o impacto da Coligação e influência na produção de bens - para determinar o tamanho de sua ambição. Atualmente, a Coligação calcula o tamanho de sua pegada em seus bens centrais em parceria com a 3Keel e com a orientação especialista de organizações como a World Wildlife Fund, a iniciativa Accountability Framework e The Nature Conservancy. Este cálculo e a metodologia serão revelados depois de concluídos e se espera que sejam atualizados periodicamente.

Esta ambição para a Paisagem é o resultado do trabalho de membros dedicados da Coligação para uma Floresta Positiva do CGF liderados pelo produtor PepsiCo e pelo varejista Tesco com o apoio dos Copatrocinadores em nível do Conselho de Administração do CGF da Coligação, Alexandre Bompard, CEO e Presidente, Carrefour, e Grant F. Reid, CEO, Mars, Incorporated. A Coligação é apoiada pela Tropical Forest Alliance e pela Proforest como parceiros estratégicos e técnicos.

O lançamento da estratégia para a paisagem da Coligação é realizado depois de Jim Andrew, Diretor Executivo de Sustentabilidade da PepsiCo, ter fornecido detalhes sobre as ambições da Coligação durante o Debate sobre FACT no Dia dedicado à Natureza na 26ª Conferência Anual das Nações Unidas sobre o Clima (COP26), em Glasgow. Também surge após a iniciativa de mais de 100 governos colocarem um fim ao desmatamento até 2030, uma promessa que é bem-recebida pelo Consumer Goods Forum e pela Coligação para uma Floresta Positiva.

Ken Murphy, CEO, Tesco, e Membro do Conselho de Administração do CGF, afirmou «Todos os membros da Coligação de Ação para uma Floresta Positiva estão em diferentes fases de seu percurso para uma floresta positiva, mas todos compartilhamos o mesmo objetivo de travar o desmatamento e apoiar as pessoas e comunidades que consideram estes habitats vitais suas casas. O lançamento de nossa ambição coletiva para a paisagem é o resultado de muitos meses de aprendizagem, compartilhamento de boas práticas e engajamento de participantes. Agora pretendemos transformar estas aprendizagens em ações, que terão um impacto direto e sustentável nos locais de onde nossas matérias-primas são provenientes.»

Ramon Laguarta, CEO, PepsiCo, e Membro do Conselho de Administração do CGF, afirmou «Como empresas de bens de consumo, todos nós dependemos de um clima estável e de um ecossistema natural próspero. É essencial que conectemos nossos negócios diretamente com a saúde das florestas mundiais, os meios de subsistência das comunidades e a sustentabilidade de nosso planeta. Através de nossa transformação estratégica de negócios completa, pep+ (PepsiCo Positive), aceleramos nossos esforços para tornar o sistema alimentar mais sustentável, regenerativo e inclusivo. Temos muito prazer em trabalhar com nossos colegas membros da Coligação e, em conjunto, ajudaremos a construir um futuro mais forte e sustentável para todos nós.»

Alexandre Bompard, CEO e Presidente, Carrefour, e Copatrocinador da Coligação referiu: «Como membros da Coligação de Ação para uma Floresta Positiva, reconhecemos que precisamos agir além de nossas cadeias de fornecimento individuais para desbloquear um futuro positivo para a floresta. Reduzir nosso impacto negativo sobre as florestas não é suficiente. É por isso que apoiamos iniciativas locais que trabalham diretamente em campo, nos ambientes e comunidades mais afetados pelo desmatamento. Por meio desta estratégia coletiva, estamos construindo novas normas da indústria para tornar nossa visão de um futuro positivo para a floresta uma realidade.»

Grant F. Reid, CEO, Mars, Incorporated, e Copatrocinador da Coligação, afirmou A colaboração e a proporção são essenciais para o sucesso da Coligação de Ação para uma Floresta Positiva e esta nova estratégia demonstra nosso compromisso compartilhado para uma ação progressiva na direção de um futuro positivo para a floresta. Ao trabalhar com participantes, sociedade civil e governos locais, identificaremos soluções com impacto e faremos nosso papel para acelerar esforços para eliminar o desmatamento em locais essenciais.»

Os membros do CGF que se juntam ao anúncio de hoje são sete varejistas - Carrefour, Jerónimo Martins, METRO AG, Sainsbury's, Sodexo, Tesco e Walmart — e 13 produtores — Asia Pulp and Paper (APP) Sinar Mas, Colgate-Palmolive Company, Danone, Essity, General Mills, Grupo Bimbo, Mars, Incorporated, Mondelēz International, Nestlé, P&G, PepsiCo, Reckitt e Unilever.

Mais em www.tcgfforestpositive.com

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1279200/The_Consumer_Goods_Forum_Logo.jpg

 

FONTE The Consumer Goods Forum

Você acabou de ler:

Principais Varejistas e Produtores de Bens de Consumo lançam Ações para Transformar as Paisagens de Produção em «Florestas Positivas» até 2030

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/principais-varejistas-e-produtores-de-bens-de-consumo-lancam-acoes-para-transformar-as-paisagens-de-producao-em-florestas-positivas-ate-2030/