Programa destinado a idosos incentiva o envelhecimento saudável

"Envelhe(ser) na ativa" promove a reflexão sobre o tempo e incentiva os mais velhos a continuarem se desenvolvendo para aliar a experiência de vida às possibilidades contemporâneas

SÃO PAULO, 18 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Há algumas décadas, o pensamento de que uma pessoa de 60 anos de idade era velha, ultrapassada e limitada era bastante comum. Os tempos mudaram e, por isso, atualmente é impossível pensar no envelhecimento como uma fase de perdas e de dificuldades. O aumento da expectativa de vida, segundo especialistas, trouxe novas possibilidades aos idosos e, por isso, atualmente, a longevidade é encarada por muitos como um privilégio e uma oportunidade de continuar aprendendo e se atualizando. Não é à toa que a velhice está cada vez mais ativa e, por isso, os idosos estão voltando às salas de aula, praticando atividades físicas e encarando novos relacionamentos.

O programa "Envelhe(ser) na ativa", da consultoria de aprendizagem VRS Academy, foi desenvolvido com base na ideia de que envelhecer é aliar a experiência de vida às múltiplas possibilidades que a contemporaneidade oferece. Criado pela educadora 50+ Luciana Corrêa e apoiado pela doutora em Linguística Vivian Rio Stella, o curso tem o objetivo de ressignificar a maturidade e olhar para o passar do tempo de uma forma realista, a fim de que o envelhecimento tenha um sentido real e que a autoestima não seja um problema para homens ou mulheres, já que envelhecer não se trata apenas de aparência física e limitações.

Um dos diferenciais do "Envelhe(ser) na ativa" é que os encontros são totalmente interativos e não somente expositivos. "O programa é uma oportunidade aberta para a troca de experiências e para a promoção de reflexões em grupo, além de ser um espaço para que os mais velhos possam se expressar sem se sentirem julgados", conta Luciana. Nos encontros iniciais, a educadora provoca a percepção de cada um a respeito do que é envelhecer e como fazer isso da melhor forma possível: "Não queremos romantizar o envelhecimento, mas ajudar os idosos a desenvolverem outros aspectos da vida, a terem um propósito maior, apesar da idade".

Segundo previsões da Organização Mundial de Saúde (OMS), a população com mais de 60 anos deve mais que dobrar até 2050 no Brasil. A organização aponta ainda que há evidências de que o processo de aprendizagem continuada faz com que os idosos mantenham seu interesse pela vida. A VRS Academy incentiva o conceito de lifelong learning (aprendizado por toda a vida), tema que também é abordado durante os encontros. Isso porque, para a instituição, a ideia de que envelhecer bem, com saúde e qualidade de vida vai além das mudanças na aparência é o que faz com que essa fase seja tão interessante.

As relações também são tema do "Envelhe(ser) na ativa". A ideia é incentivar os idosos a serem flexíveis, porém autênticos, além de refletirem sobre as novas formas de se relacionar, especialmente em tempos de pandemia. O programa, portanto, incentiva a atividade ampla como forma de viver bem esse período da vida. "Infelizmente, a sociedade olha pouco para os idosos. Envelhecer é complexo, mas todos nós temos uma capacidade infinita de nos desenvolver. O que aprendemos e o que fazemos nessa fase faz toda a diferença para continuarmos envelhecendo de forma ativa, atual e relevante", afirma Vivian.

Em parceria com a Prefeitura de Jundiaí, o programa "Envelhe(ser) na ativa" está realizando encontros voltados aos idosos que vivem na cidade. Mais informações podem ser adquiridas diretamente com a Rede Jundiaí de Cooperação. O programa está disponível para prefeituras, empresas ou comunidades que tenham interesse em capacitar e desenvolver pessoas acima dos sessenta anos, seja com foco no cognitivo, no comportamental, na convivência ou na recolocação profissional. Para contratar, os interessados devem entrar em contato com a VRS Academy (vrsacademy.com.br).

Sobre a VRS Academy - Consultoria de aprendizagem corporativa há 8 anos no mercado. A partir de palestras, rodas de conversas, jornadas e workshops customizados para as empresas, a VRS Academy se pauta pelo conceito de Lifelong Learning - aprender é para toda a vida. Com a convergência de mídias, a consultoria realiza diversas ações que estimulam a interação efetiva dos participantes, saindo do piloto automático e construindo as competências necessárias. A VRS conta com uma rede de facilitadores que têm experiências tanto no universo acadêmico quanto no corporativo. As ações da consultoria são integradas, utilizando técnicas didáticas, inovadoras e criativas.

www.vrsacademy.com.br/

www.instagram.com/vrs_academy/

contato@vrsacademy.com.br

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1691634/VRS_Academy.jpg

FONTE VRS Academy

"Envelhe(ser) na ativa" promove a reflexão sobre o tempo e incentiva os mais velhos a continuarem se desenvolvendo para aliar a experiência de vida às possibilidades contemporâneas

SÃO PAULO, 18 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Há algumas décadas, o pensamento de que uma pessoa de 60 anos de idade era velha, ultrapassada e limitada era bastante comum. Os tempos mudaram e, por isso, atualmente é impossível pensar no envelhecimento como uma fase de perdas e de dificuldades. O aumento da expectativa de vida, segundo especialistas, trouxe novas possibilidades aos idosos e, por isso, atualmente, a longevidade é encarada por muitos como um privilégio e uma oportunidade de continuar aprendendo e se atualizando. Não é à toa que a velhice está cada vez mais ativa e, por isso, os idosos estão voltando às salas de aula, praticando atividades físicas e encarando novos relacionamentos.

O programa "Envelhe(ser) na ativa", da consultoria de aprendizagem VRS Academy, foi desenvolvido com base na ideia de que envelhecer é aliar a experiência de vida às múltiplas possibilidades que a contemporaneidade oferece. Criado pela educadora 50+ Luciana Corrêa e apoiado pela doutora em Linguística Vivian Rio Stella, o curso tem o objetivo de ressignificar a maturidade e olhar para o passar do tempo de uma forma realista, a fim de que o envelhecimento tenha um sentido real e que a autoestima não seja um problema para homens ou mulheres, já que envelhecer não se trata apenas de aparência física e limitações.

Um dos diferenciais do "Envelhe(ser) na ativa" é que os encontros são totalmente interativos e não somente expositivos. "O programa é uma oportunidade aberta para a troca de experiências e para a promoção de reflexões em grupo, além de ser um espaço para que os mais velhos possam se expressar sem se sentirem julgados", conta Luciana. Nos encontros iniciais, a educadora provoca a percepção de cada um a respeito do que é envelhecer e como fazer isso da melhor forma possível: "Não queremos romantizar o envelhecimento, mas ajudar os idosos a desenvolverem outros aspectos da vida, a terem um propósito maior, apesar da idade".

Segundo previsões da Organização Mundial de Saúde (OMS), a população com mais de 60 anos deve mais que dobrar até 2050 no Brasil. A organização aponta ainda que há evidências de que o processo de aprendizagem continuada faz com que os idosos mantenham seu interesse pela vida. A VRS Academy incentiva o conceito de lifelong learning (aprendizado por toda a vida), tema que também é abordado durante os encontros. Isso porque, para a instituição, a ideia de que envelhecer bem, com saúde e qualidade de vida vai além das mudanças na aparência é o que faz com que essa fase seja tão interessante.

As relações também são tema do "Envelhe(ser) na ativa". A ideia é incentivar os idosos a serem flexíveis, porém autênticos, além de refletirem sobre as novas formas de se relacionar, especialmente em tempos de pandemia. O programa, portanto, incentiva a atividade ampla como forma de viver bem esse período da vida. "Infelizmente, a sociedade olha pouco para os idosos. Envelhecer é complexo, mas todos nós temos uma capacidade infinita de nos desenvolver. O que aprendemos e o que fazemos nessa fase faz toda a diferença para continuarmos envelhecendo de forma ativa, atual e relevante", afirma Vivian.

Em parceria com a Prefeitura de Jundiaí, o programa "Envelhe(ser) na ativa" está realizando encontros voltados aos idosos que vivem na cidade. Mais informações podem ser adquiridas diretamente com a Rede Jundiaí de Cooperação. O programa está disponível para prefeituras, empresas ou comunidades que tenham interesse em capacitar e desenvolver pessoas acima dos sessenta anos, seja com foco no cognitivo, no comportamental, na convivência ou na recolocação profissional. Para contratar, os interessados devem entrar em contato com a VRS Academy (vrsacademy.com.br).

Sobre a VRS Academy - Consultoria de aprendizagem corporativa há 8 anos no mercado. A partir de palestras, rodas de conversas, jornadas e workshops customizados para as empresas, a VRS Academy se pauta pelo conceito de Lifelong Learning - aprender é para toda a vida. Com a convergência de mídias, a consultoria realiza diversas ações que estimulam a interação efetiva dos participantes, saindo do piloto automático e construindo as competências necessárias. A VRS conta com uma rede de facilitadores que têm experiências tanto no universo acadêmico quanto no corporativo. As ações da consultoria são integradas, utilizando técnicas didáticas, inovadoras e criativas.

www.vrsacademy.com.br/

www.instagram.com/vrs_academy/

contato@vrsacademy.com.br

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1691634/VRS_Academy.jpg

FONTE VRS Academy

Você acabou de ler:

Programa destinado a idosos incentiva o envelhecimento saudável

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/programa-destinado-a-idosos-incentiva-o-envelhecimento-saudavel/