Projeto da UNESCO-Huawei ''Escolas viabilizadas por tecnologia e abertas para todos'' é avaliado em seminário internacional

O projeto de três anos está sendo implementado em Gana, Etiópia e Egito para garantir a continuidade e a qualidade do aprendizado em situações normais e de crise.

SHENZHEN, China, 18 de julho de 2022 /PRNewswire/ --  Um seminário internacional de três dias realizado em Accra, capital de Gana, sobre o projeto Escolas viabilizadas por tecnologia e abertas para todos (TeOSS) chegou ao fim em 7 de julho.

Após o lançamento oficial do TeOSS em 25 de novembro de 2021, o seminário foi co-organizado pela Huawei e pela UNESCO como parte da fase de implementação do projeto. O evento incluiu um relatório de progresso sobre a primeira fase do projeto, com os resultados até o momento, e discutiu a implementação da segunda fase.

A UNESCO está auxiliando os ministérios da educação e outros parceiros no Egito, na Etiópia e em Gana com a entrega do projeto TeOSS, de três anos, que será realizada até agosto de 2023. Desenvolvido sob a estrutura dos fundos fiduciários da UNESCO-Huawei, o projeto abrange o design, os testes piloto e o escalonamento de sistemas escolares abertos viabilizados por tecnologia. Esses sistemas incluem currículos, interação entre professores e alunos, assistência social, e serão disponibilizados em escolas, residências e outros locais, garantindo a continuidade e a qualidade da educação, mesmo durante uma crise, como a pandemia.

"Há três eixos para orientar a revolução digital, que estão todos refletidos neste projeto: a garantia da conectividade para todos; a construção de conteúdo e plataformas de aprendizado digital públicos e gratuitos; e o foco em como a tecnologia pode melhorar a inovação e a mudança pedagógicas", disse Stefania Giannini, diretora-geral assistente de educação da UNESCO.

Planejado em estreita colaboração com os governos do Egito, de Gana e da Etiópia, e alinhado com suas respectivas estratégias nacionais, cada projeto TeOSS foi desenvolvido para atender às necessidades locais específicas.

No Egito, uma estrutura de habilidades de TIC foi desenvolvida para professores e alunos das escolas de ensino fundamental e médio. Especialistas em desenvolvimento de cursos digitais e professores do ensino fundamental e médio receberão treinamento, e um centro nacional de ensino a distância será estabelecido para uso dos educadores em todo o país, a fim de garantir a continuidade do desenvolvimento profissional.

"Desde que o Egito lançou seu novo sistema, o Presidente tem demonstrado um compromisso sem precedentes de modernizar o modelo de educação do país", disse o Dr. Hanem Ahmed, diretor de cooperação internacional do Ministério da Educação e Educação Técnica da República Árabe do Egito em nome do  Dr. Tarek Shawki, Ministro da Educação e Educação Técnica da República Árabe do Egito.

O projeto TeOSS na Etiópia está se concentrando na construção da infraestrutura de TIC para conectar escolas piloto, treinar professores e estudantes e construir um sistema de gestão de aprendizado integrado a uma plataforma de treinamento de professores.

"O projeto está perfeitamente alinhado com as estratégias nacionais da Etiópia em relação à necessidade do uso de TIC e conteúdo digital em nosso sistema. Também ampliaremos esse sistema adotando e personalizando todas as atividades de acordo com o contexto local", disse o Dr. Zelalem Assefa, CEO de TIC e Educação Digital do Ministério da Educação da República Democrática Federal da Etiópia.

Em Gana, o foco é criar conteúdo digital para todas as disciplinas, bem como fornecer treinamento para professores e alunos do ensino fundamental e médio. O projeto também está construindo um repositório eletrônico que os professores podem usar para carregar conteúdo e que os alunos podem acessar on-line e de forma presencial com pouca ou nenhuma supervisão.

"Precisamos ser capazes de adotar a tecnologia, a fim de melhorar nossa oferta educacional. Se quisermos alcançar o ODS 4, precisamos de plataformas digitais para facilitar e alavancar a conquista disso", disse John Ntim Fordjour, vice-ministro da Educação, em nome do Dr. Yaw Osei Adutwum, Ministro da Educação da República de Gana.

O TeOSS está alinhado com o domínio Tech4Education da iniciativa de inclusão digital da Huawei, a TECH4ALL, cujo objetivo é promover a equidade e a qualidade da educação por meio da tecnologia, e que está trabalhando para melhorar o acesso digital, enriquecer as habilidades digitais e desenvolver cursos de alta qualidade. O programa Huawei ICT Academy foi desenvolvido para ajudar a cultivar talentos em TIC, melhorando suas habilidades digitais.

"Para alcançar a equidade educacional global e compartilhar recursos educacionais, a Huawei lançou a plataforma de serviços abrangente "Huawei Talent", disse Zhang Jing, diretor sênior do ecossistema de talentos educacionais da Huawei, no Huawei ICT Academy Development. "Para preencher a lacuna entre oferta e demanda de talentos na era digital, a Huawei está construindo alianças de talentos, melhorando as habilidades, desenvolvendo padrões de talentos e promovendo o valor do talento para ajudar o mundo a se tornar mais digital."

A tecnologia já está demonstrando ter um valor intrínseco na transformação da educação, um valor que continuará a crescer no futuro.

"A tecnologia digital se tornou um novo impulsionador da produtividade. Ela apoia a inovação em modelos de educação, a transformação de metodologias e ambientes educacionais mais inteligentes", disse Kevin Zhang, CMO de infraestrutura de TIC da Huawei. "Estamos explorando como aplicar a IA, como visão computacional, processamento de linguagem natural e processamento de voz, à educação. A tecnologia inovadora pode ajudar a resolver os desafios mais urgentes do mundo. E devemos continuar trabalhando juntos para inovar."

A abordagem colaborativa e inovadora do projeto TeOSS está ajudando a criar uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade para todos e a apoiar oportunidades de aprendizado duradouras. Isso capacitará as nações a repensar a educação e apoiar uma nova geração de escolas digitais e estudantes digitais.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1860743/UNESCO_Huawei_Project_Cross_Country_Seminar_5_7_July_2022.jpg

 

FONTE Huawei

O projeto de três anos está sendo implementado em Gana, Etiópia e Egito para garantir a continuidade e a qualidade do aprendizado em situações normais e de crise.

SHENZHEN, China, 18 de julho de 2022 /PRNewswire/ --  Um seminário internacional de três dias realizado em Accra, capital de Gana, sobre o projeto Escolas viabilizadas por tecnologia e abertas para todos (TeOSS) chegou ao fim em 7 de julho.

Após o lançamento oficial do TeOSS em 25 de novembro de 2021, o seminário foi co-organizado pela Huawei e pela UNESCO como parte da fase de implementação do projeto. O evento incluiu um relatório de progresso sobre a primeira fase do projeto, com os resultados até o momento, e discutiu a implementação da segunda fase.

A UNESCO está auxiliando os ministérios da educação e outros parceiros no Egito, na Etiópia e em Gana com a entrega do projeto TeOSS, de três anos, que será realizada até agosto de 2023. Desenvolvido sob a estrutura dos fundos fiduciários da UNESCO-Huawei, o projeto abrange o design, os testes piloto e o escalonamento de sistemas escolares abertos viabilizados por tecnologia. Esses sistemas incluem currículos, interação entre professores e alunos, assistência social, e serão disponibilizados em escolas, residências e outros locais, garantindo a continuidade e a qualidade da educação, mesmo durante uma crise, como a pandemia.

"Há três eixos para orientar a revolução digital, que estão todos refletidos neste projeto: a garantia da conectividade para todos; a construção de conteúdo e plataformas de aprendizado digital públicos e gratuitos; e o foco em como a tecnologia pode melhorar a inovação e a mudança pedagógicas", disse Stefania Giannini, diretora-geral assistente de educação da UNESCO.

Planejado em estreita colaboração com os governos do Egito, de Gana e da Etiópia, e alinhado com suas respectivas estratégias nacionais, cada projeto TeOSS foi desenvolvido para atender às necessidades locais específicas.

No Egito, uma estrutura de habilidades de TIC foi desenvolvida para professores e alunos das escolas de ensino fundamental e médio. Especialistas em desenvolvimento de cursos digitais e professores do ensino fundamental e médio receberão treinamento, e um centro nacional de ensino a distância será estabelecido para uso dos educadores em todo o país, a fim de garantir a continuidade do desenvolvimento profissional.

"Desde que o Egito lançou seu novo sistema, o Presidente tem demonstrado um compromisso sem precedentes de modernizar o modelo de educação do país", disse o Dr. Hanem Ahmed, diretor de cooperação internacional do Ministério da Educação e Educação Técnica da República Árabe do Egito em nome do  Dr. Tarek Shawki, Ministro da Educação e Educação Técnica da República Árabe do Egito.

O projeto TeOSS na Etiópia está se concentrando na construção da infraestrutura de TIC para conectar escolas piloto, treinar professores e estudantes e construir um sistema de gestão de aprendizado integrado a uma plataforma de treinamento de professores.

"O projeto está perfeitamente alinhado com as estratégias nacionais da Etiópia em relação à necessidade do uso de TIC e conteúdo digital em nosso sistema. Também ampliaremos esse sistema adotando e personalizando todas as atividades de acordo com o contexto local", disse o Dr. Zelalem Assefa, CEO de TIC e Educação Digital do Ministério da Educação da República Democrática Federal da Etiópia.

Em Gana, o foco é criar conteúdo digital para todas as disciplinas, bem como fornecer treinamento para professores e alunos do ensino fundamental e médio. O projeto também está construindo um repositório eletrônico que os professores podem usar para carregar conteúdo e que os alunos podem acessar on-line e de forma presencial com pouca ou nenhuma supervisão.

"Precisamos ser capazes de adotar a tecnologia, a fim de melhorar nossa oferta educacional. Se quisermos alcançar o ODS 4, precisamos de plataformas digitais para facilitar e alavancar a conquista disso", disse John Ntim Fordjour, vice-ministro da Educação, em nome do Dr. Yaw Osei Adutwum, Ministro da Educação da República de Gana.

O TeOSS está alinhado com o domínio Tech4Education da iniciativa de inclusão digital da Huawei, a TECH4ALL, cujo objetivo é promover a equidade e a qualidade da educação por meio da tecnologia, e que está trabalhando para melhorar o acesso digital, enriquecer as habilidades digitais e desenvolver cursos de alta qualidade. O programa Huawei ICT Academy foi desenvolvido para ajudar a cultivar talentos em TIC, melhorando suas habilidades digitais.

"Para alcançar a equidade educacional global e compartilhar recursos educacionais, a Huawei lançou a plataforma de serviços abrangente "Huawei Talent", disse Zhang Jing, diretor sênior do ecossistema de talentos educacionais da Huawei, no Huawei ICT Academy Development. "Para preencher a lacuna entre oferta e demanda de talentos na era digital, a Huawei está construindo alianças de talentos, melhorando as habilidades, desenvolvendo padrões de talentos e promovendo o valor do talento para ajudar o mundo a se tornar mais digital."

A tecnologia já está demonstrando ter um valor intrínseco na transformação da educação, um valor que continuará a crescer no futuro.

"A tecnologia digital se tornou um novo impulsionador da produtividade. Ela apoia a inovação em modelos de educação, a transformação de metodologias e ambientes educacionais mais inteligentes", disse Kevin Zhang, CMO de infraestrutura de TIC da Huawei. "Estamos explorando como aplicar a IA, como visão computacional, processamento de linguagem natural e processamento de voz, à educação. A tecnologia inovadora pode ajudar a resolver os desafios mais urgentes do mundo. E devemos continuar trabalhando juntos para inovar."

A abordagem colaborativa e inovadora do projeto TeOSS está ajudando a criar uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade para todos e a apoiar oportunidades de aprendizado duradouras. Isso capacitará as nações a repensar a educação e apoiar uma nova geração de escolas digitais e estudantes digitais.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1860743/UNESCO_Huawei_Project_Cross_Country_Seminar_5_7_July_2022.jpg

 

FONTE Huawei

Você acabou de ler:

Projeto da UNESCO-Huawei ''Escolas viabilizadas por tecnologia e abertas para todos'' é avaliado em seminário internacional

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/projeto-da-unesco-huawei-escolas-viabilizadas-por-tecnologia-e-abertas-para-todos-e-avaliado-em-seminario-internacional/