Provedores de desenvolvimento de sistemas do Brasil estão mudando para desenvolvimento ágil

O relatório ISG Provider Lens™ avalia que o crescimento do desenvolvimento e manutenção de sistemas de próxima geração sofre dificuldades pela dependência das atualizações de ERP 70% da receita dos provedores ainda vêm dos modelos tradicionais de entrega Aqueles que mudaram para ágil vem mostrando um crescimento mais rápido

SÃO PAULO, 14 de setembro de 2018 /PRNewswire/ -- Os serviços de desenvolvimento e manutenção de sistemas (ADM) no Brasil estão voltados para o desenvolvimento ágil, mas a grande maioria ainda depende de abordagens tradicionais, de acordo com um novo estudo da Information Services Group (ISG) (Nasdaq: III),  empresa líder global de pesquisa e consultoria em tecnologia.

O desenvolvimento tradicional ainda representa 70% das receitas dessa atividade  entre os 33 provedores de ADM avaliados no recém-publicado Relatório de Quadrantes de Serviços ADM de Nova Geração da ISG Provider Lens™ para o Brasil. Segundo o estudo, esses provedores enfrentam o desafio de adaptar o SAP, e outros aplicativos ERP e legados, ao desenvolvimento ágil.

Consequentemente, o mercado brasileiro de serviços de ADM está crescendo relativamente devagar, em cerca de 11% ao ano para os provedores participantes da pesquisa. Os dez melhores desempenhos, no entanto, viram suas receitas crescerem em média 31%. Cinco deles fizeram melhorias significativas em suas ofertas ágeis.

"Os provedores representados neste relatório estão trabalhando diariamente na alteração do código para o mundo digital. Coletivamente, essas organizações dedicam mais de 70 milhões de horas por ano para mudar ou adicionar novos códigos de aplicativos para empresas brasileiras", disse Esteban Herrera, sócio e líder global da ISG Research. "Ainda assim, eles reconhecem que precisam lidar com a necessidade de velocidade e adotar cada vez mais abordagens ágeis e automatizadas para serviços de ADM."

O relatório da ISG mostra que o mercado brasileiro ainda está caminhando para automatizar o ciclo de vida das aplicações. Os provedores estão investindo em plataformas que aceleram o desenvolvimento por meio de bibliotecas, microsserviços, nuvem, programação low code, automação de testes e robôs para escrita de scripts. Ao mesmo tempo,  as plataformas de manutenção usam inteligência artificial e cognitiva para automatizar a classificação de tickets, executar scripts que automatizam a entrega de serviços e aplicam procedimentos de solução de problemas.

Com um foco maior no desenvolvimento ágil, a maioria dos provedores no relatório agora pode entregar novos releases em até um mês. Os projetos ágeis normalmente têm de oito a dez desenvolvedores trabalhando neles, mas o escalonamento para centenas de desenvolvedores ainda é um desafio. Vários provedores estão usando o Scaled Agile Framework (SAFe®), envolvendo dezenas de equipes ágeis dentro do ambiente do cliente, para ajudar a entregar projetos em escala.

O relatório também abrange os testes contínuos, incluindo ofertas de teste como serviço, usadas por equipes de desenvolvimento que estão mais avançadas na curva de maturidade ágil e de DevOps. Tais serviços baseados em nuvem são usados principalmente para aplicativos de smartphones. Provedores de serviços de teste também estão entrando no mercado de certificação de produtos para garantir a confiabilidade e a segurança de software para tudo, desde sistemas de pagamento até dispositivos conectados.

Nem todos os provedores podem automatizar testes funcionais neste momento, mas essa capacidade está crescendo com a disponibilidade de inteligência artificial e tecnologia cognitiva na nuvem. Da mesma forma, nem todos os provedores oferecem DevSecOps em suas metodologias, alerta do ISG.

O relatório do ISG também examinou as tendências da ADM nas verticais de bancos, serviços financeiros e seguros (BFSI) e manufatura do Brasil. A automação de processos robóticos é agora um componente do desenvolvimento de aplicativos no setor de BFSI, e bancos abertos, microsserviços, plataformas e blockchain também são considerações importantes. Na manufatura, os provedores ainda estão amplamente focados em atualizar os sistemas SAP-ECC legados para o SAP S/4HANA e migrá-los para a nuvem. A maioria das empresas de manufatura no Brasil ainda está em busca dos caminhos para tirar vantagem de avanços como nuvem, Internet das Coisas e integração da cadeia de suprimentos, aponta  o estudo.

O Relatório de Quadrantes de Serviços de ADM de Nova Geração da ISG - Brasil avaliou as capacidades de 33 provedores de ADM que atendem esse mercado em cinco quadrantes: Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas de Próxima Geração; Desenvolvimento Ágil; Teste Contínuo; Next-gen ADM para Mercado Bancário, Serviços Financeiros e Seguros; e Next-gen ADM para Manufatura. A IBM foi nomeada líder em quatro dos cinco quadrantes, enquanto que Accenture, Capgemini, NTT DATA/Everis e Wipro foram nomeados em três quadrantes.

Outros relatórios do recém-lançado Next-gen ADM ISG Provider Lens avaliam fornecedores globais e Estados Unidos, e outro relatório será emitido em breve sobre provedores que atendem os mercados da Europa, Reino Unido, Alemanha, Austrália e Pan América. Os relatórios estão disponíveis para assinantes do ISG Insights™ ou para uma compra imediata no site do ISG.

Uma versão customizada do relatório global é disponibilizada pela empresa Cognizant.

Sobre o Provider Lens™ Quadrant Research da ISG

A série de pesquisas ISG Provider Lens™ Quadrant é a única avaliação de provedor de serviços do gênero a combinar pesquisas empíricas baseadas em dados e análises de mercado com a experiência e observações reais da equipe de consultoria global da ISG. As empresas encontrarão uma riqueza de dados detalhados e análises de mercado para ajudar a orientar a seleção de parceiros de outsourcing apropriados, enquanto os consultores da ISG usam os relatórios para validar seu próprio conhecimento de mercado e fazer recomendações aos clientes corporativos da ISG. A pesquisa cobre atualmente provedores que atendem os EUA, Alemanha, Austrália, Brasil e Reino Unido, com mercados adicionais a serem adicionados no futuro. Para mais informações sobre a pesquisa ISG Provider LensTM, visite esta página web.

A série é um complemento para os relatórios da ISG Provider Lens Archetype reports, que oferecem uma avaliação inédita de fornecedores na perspectiva de tipos específicos de compradores. O relatório ISG Provider Lens Archetype para Next-Gen ADM será publicado no próximo mês.

Sobre a ISG

A ISG (Information Services Group) (Nasdaq: III) é uma empresa líder de pesquisa de tecnologia e consultoria global. Sendo uma parceira de negócios confiável de mais de 700 clientes, incluindo 75 das 100 principais empresas do mundo, a ISG está comprometida em ajudar corporações, organizações do setor público e provedores de serviços e tecnologia a alcançarem excelência operacional e crescimento mais rápido. A firma é especializada em serviços de transformação digital, incluindo automação, análise de nuvem e dados, consultoria de terceirização, serviços gerenciados de governança e de riscos, serviços de operação de redes, estratégia e projeto de operações tecnológicas, gestão de mudanças, inteligência de mercado e pesquisa e análise de tecnologias. Fundada em 2006 e sediada em Stamford, Connecticut, a ISG emprega mais de 1.300 profissionais e opera em mais de 20 países - uma equipe global reconhecida por seu pensamento inovador, influência no mercado, profunda especialização no setor e na tecnologia e capacidades de classe mundial de pesquisa e análise com base no mercado de dados mais completos do setor. Para mais informações, visite o endereço www.isg-one.com.

Logo - http://mma.prnewswire.com/media/454165/ISG_Logo.jpg

FONTE Information Services Group, Inc.

O relatório ISG Provider Lens™ avalia que o crescimento do desenvolvimento e manutenção de sistemas de próxima geração sofre dificuldades pela dependência das atualizações de ERP 70% da receita dos provedores ainda vêm dos modelos tradicionais de entrega Aqueles que mudaram para ágil vem mostrando um crescimento mais rápido

SÃO PAULO, 14 de setembro de 2018 /PRNewswire/ -- Os serviços de desenvolvimento e manutenção de sistemas (ADM) no Brasil estão voltados para o desenvolvimento ágil, mas a grande maioria ainda depende de abordagens tradicionais, de acordo com um novo estudo da Information Services Group (ISG) (Nasdaq: III),  empresa líder global de pesquisa e consultoria em tecnologia.

O desenvolvimento tradicional ainda representa 70% das receitas dessa atividade  entre os 33 provedores de ADM avaliados no recém-publicado Relatório de Quadrantes de Serviços ADM de Nova Geração da ISG Provider Lens™ para o Brasil. Segundo o estudo, esses provedores enfrentam o desafio de adaptar o SAP, e outros aplicativos ERP e legados, ao desenvolvimento ágil.

Consequentemente, o mercado brasileiro de serviços de ADM está crescendo relativamente devagar, em cerca de 11% ao ano para os provedores participantes da pesquisa. Os dez melhores desempenhos, no entanto, viram suas receitas crescerem em média 31%. Cinco deles fizeram melhorias significativas em suas ofertas ágeis.

"Os provedores representados neste relatório estão trabalhando diariamente na alteração do código para o mundo digital. Coletivamente, essas organizações dedicam mais de 70 milhões de horas por ano para mudar ou adicionar novos códigos de aplicativos para empresas brasileiras", disse Esteban Herrera, sócio e líder global da ISG Research. "Ainda assim, eles reconhecem que precisam lidar com a necessidade de velocidade e adotar cada vez mais abordagens ágeis e automatizadas para serviços de ADM."

O relatório da ISG mostra que o mercado brasileiro ainda está caminhando para automatizar o ciclo de vida das aplicações. Os provedores estão investindo em plataformas que aceleram o desenvolvimento por meio de bibliotecas, microsserviços, nuvem, programação low code, automação de testes e robôs para escrita de scripts. Ao mesmo tempo,  as plataformas de manutenção usam inteligência artificial e cognitiva para automatizar a classificação de tickets, executar scripts que automatizam a entrega de serviços e aplicam procedimentos de solução de problemas.

Com um foco maior no desenvolvimento ágil, a maioria dos provedores no relatório agora pode entregar novos releases em até um mês. Os projetos ágeis normalmente têm de oito a dez desenvolvedores trabalhando neles, mas o escalonamento para centenas de desenvolvedores ainda é um desafio. Vários provedores estão usando o Scaled Agile Framework (SAFe®), envolvendo dezenas de equipes ágeis dentro do ambiente do cliente, para ajudar a entregar projetos em escala.

O relatório também abrange os testes contínuos, incluindo ofertas de teste como serviço, usadas por equipes de desenvolvimento que estão mais avançadas na curva de maturidade ágil e de DevOps. Tais serviços baseados em nuvem são usados principalmente para aplicativos de smartphones. Provedores de serviços de teste também estão entrando no mercado de certificação de produtos para garantir a confiabilidade e a segurança de software para tudo, desde sistemas de pagamento até dispositivos conectados.

Nem todos os provedores podem automatizar testes funcionais neste momento, mas essa capacidade está crescendo com a disponibilidade de inteligência artificial e tecnologia cognitiva na nuvem. Da mesma forma, nem todos os provedores oferecem DevSecOps em suas metodologias, alerta do ISG.

O relatório do ISG também examinou as tendências da ADM nas verticais de bancos, serviços financeiros e seguros (BFSI) e manufatura do Brasil. A automação de processos robóticos é agora um componente do desenvolvimento de aplicativos no setor de BFSI, e bancos abertos, microsserviços, plataformas e blockchain também são considerações importantes. Na manufatura, os provedores ainda estão amplamente focados em atualizar os sistemas SAP-ECC legados para o SAP S/4HANA e migrá-los para a nuvem. A maioria das empresas de manufatura no Brasil ainda está em busca dos caminhos para tirar vantagem de avanços como nuvem, Internet das Coisas e integração da cadeia de suprimentos, aponta  o estudo.

O Relatório de Quadrantes de Serviços de ADM de Nova Geração da ISG - Brasil avaliou as capacidades de 33 provedores de ADM que atendem esse mercado em cinco quadrantes: Desenvolvimento e Manutenção de Sistemas de Próxima Geração; Desenvolvimento Ágil; Teste Contínuo; Next-gen ADM para Mercado Bancário, Serviços Financeiros e Seguros; e Next-gen ADM para Manufatura. A IBM foi nomeada líder em quatro dos cinco quadrantes, enquanto que Accenture, Capgemini, NTT DATA/Everis e Wipro foram nomeados em três quadrantes.

Outros relatórios do recém-lançado Next-gen ADM ISG Provider Lens avaliam fornecedores globais e Estados Unidos, e outro relatório será emitido em breve sobre provedores que atendem os mercados da Europa, Reino Unido, Alemanha, Austrália e Pan América. Os relatórios estão disponíveis para assinantes do ISG Insights™ ou para uma compra imediata no site do ISG.

Uma versão customizada do relatório global é disponibilizada pela empresa Cognizant.

Sobre o Provider Lens™ Quadrant Research da ISG

A série de pesquisas ISG Provider Lens™ Quadrant é a única avaliação de provedor de serviços do gênero a combinar pesquisas empíricas baseadas em dados e análises de mercado com a experiência e observações reais da equipe de consultoria global da ISG. As empresas encontrarão uma riqueza de dados detalhados e análises de mercado para ajudar a orientar a seleção de parceiros de outsourcing apropriados, enquanto os consultores da ISG usam os relatórios para validar seu próprio conhecimento de mercado e fazer recomendações aos clientes corporativos da ISG. A pesquisa cobre atualmente provedores que atendem os EUA, Alemanha, Austrália, Brasil e Reino Unido, com mercados adicionais a serem adicionados no futuro. Para mais informações sobre a pesquisa ISG Provider LensTM, visite esta página web.

A série é um complemento para os relatórios da ISG Provider Lens Archetype reports, que oferecem uma avaliação inédita de fornecedores na perspectiva de tipos específicos de compradores. O relatório ISG Provider Lens Archetype para Next-Gen ADM será publicado no próximo mês.

Sobre a ISG

A ISG (Information Services Group) (Nasdaq: III) é uma empresa líder de pesquisa de tecnologia e consultoria global. Sendo uma parceira de negócios confiável de mais de 700 clientes, incluindo 75 das 100 principais empresas do mundo, a ISG está comprometida em ajudar corporações, organizações do setor público e provedores de serviços e tecnologia a alcançarem excelência operacional e crescimento mais rápido. A firma é especializada em serviços de transformação digital, incluindo automação, análise de nuvem e dados, consultoria de terceirização, serviços gerenciados de governança e de riscos, serviços de operação de redes, estratégia e projeto de operações tecnológicas, gestão de mudanças, inteligência de mercado e pesquisa e análise de tecnologias. Fundada em 2006 e sediada em Stamford, Connecticut, a ISG emprega mais de 1.300 profissionais e opera em mais de 20 países - uma equipe global reconhecida por seu pensamento inovador, influência no mercado, profunda especialização no setor e na tecnologia e capacidades de classe mundial de pesquisa e análise com base no mercado de dados mais completos do setor. Para mais informações, visite o endereço www.isg-one.com.

Logo - http://mma.prnewswire.com/media/454165/ISG_Logo.jpg

FONTE Information Services Group, Inc.

Você acabou de ler:

Provedores de desenvolvimento de sistemas do Brasil estão mudando para desenvolvimento ágil

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/provedores-de-desenvolvimento-de-sistemas-do-brasil-estao-mudando-para-desenvolvimento-agil/