Quantinuum apresenta InQuanto para explorar problemas químicos industrialmente relevantes nos computadores quânticos atuais

A InQuanto, uma plataforma de software de química computacional quântica de última geração, foi desenvolvida para químicos computacionais que buscam expandir os limites do que é possível ao utilizar os computadores quânticos atuais. 

CAMBRIDGE, Inglaterra, e BROOMFIELD, Colorado, 26 de maio de 2022 /PRNewswire/ -- A Quantinuum, empresa global de computação quântica, anunciou hoje o lançamento da InQuanto, uma plataforma de software de química computacional quântica de última geração que facilita para os químicos computacionais realizar experimentos com uma ampla gama de algoritmos quânticos nos computadores quânticos atuais.

A InQuanto está disponível pela primeira vez como uma plataforma autônoma para organizações comerciais, reunindo as mais recentes ferramentas de computação quântica em uma única aplicação. Ela foi desenvolvida e implementada pela equipe de química quântica da Quantinuum para apoiar colaborações com parceiros como BMW, Honeywell, JSR, Nippon Steel Corporation e TotalEnergies, para que eles explorem casos de uso de computação quântica específicos para seu setor. Essas empresas a utilizaram para entender o potencial da computação quântica na melhoria da precisão das complexas simulações moleculares e materiais em suas áreas.

A InQuanto permite aos usuários misturar e combinar os mais recentes algoritmos quânticos, sub-rotinas avançadas e técnicas de mitigação de ruído específicas para química a fim de fazer o melhor uso dos computadores quânticos atuais. A plataforma também ajuda os químicos computacionais a quebrar sistemas maiores de relevância industrial em fragmentos menores que possam rodar nas pequenas máquinas quânticas atuais. Ela utiliza o kit de ferramentas aberto TKET da Quantinuum para reduzir os requisitos computacionais para simulações de estrutura eletrônica e maximizar o desempenho na mais ampla gama de dispositivos e simuladores quânticos.

"A computação quântica oferece um caminho para o desenvolvimento rápido e econômico de novas moléculas e materiais que poderão revelar novas respostas para alguns dos maiores desafios que enfrentamos", disse Patrick Moorhead, CEO e analista-chefe da Moor Insights and Strategy. "A maneira de garantir o progresso é começar a fazer protótipos agora, utilizando casos de uso do mundo real, de forma que os métodos sejam criados sob medida para resolver as necessidades reais do setor. A InQuanto foi desenvolvida para possibilitar exatamente isso."

A BMW e a Quantinuum trabalharam juntas utilizando a plataforma InQuanto para simular reações de eletrodos em células a combustível de hidrogênio, com o objetivo de conseguir a mais alta fidelidade nas máquinas atuais. A colaboração se concentrou em modelar a reação de redução de oxigênio. Ela forneceu dados sobre a forma como os computadores quânticos poderão ajudar no projeto futuro de catalisadores e eletrodos eficientes.

Elvira Shishenina, líder em computação quântica do BMW Group New Technologies and Innovation, disse: "O caminho para o progresso futuro na modelagem de materiais utilizando computadores quânticos depende de uma profunda compreensão tanto da tecnologia quanto de nossas aplicações. Reunir os conhecimento em células a combustível e as simulações altamente preditivas da computação quântica pode aprimorar o desenvolvimento de novos materiais com vistas ao desenvolvimento de protótipos zero-físicos."

Por meio das colaborações em pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Quantinuum com parceiros globais, a tecnologia disponível agora por meio da InQuanto possibilitou a realização de uma série de conquistas pioneiras: ela explorou pela primeira vez a quantificação das interações entre medicamentos e proteínas usando os dispositivos quânticos emergentes da atualidade (link); em uma colaboração com a Nippon Steel Corporation, ela provou sua capacidade na simulação de materiais como cristais de ferro para o desenvolvimento de aço (link); e, em um artigo publicado com a TotalEnergies, ela foi utilizada para modelar estruturas metálico-orgânicas para captura de carbono (link).

Ilyas Khan, CEO da Quantinuum, disse: "Estamos profundamente entusiasmados com as notícias de hoje. A InQuanto é o exemplo perfeito de um produto desenvolvido com o apoio ativo dos líderes de todos os setores profundamente envolvidos em química quântica. Criamos um produto de computação quântica dedicado para químicos computacionais que buscam a ponte entre a computação clássica, que eles conhecem bem, e as técnicas quânticas, que se mostram tão promissoras."

Rei Sakuma, pesquisador principal da Iniciativa de Informática de Materiais da JSR Corporation, disse: "A JSR firmou uma estreita parceria com a Quantinuum logo de início. Participamos do teste beta da InQuanto (anteriormente EUMEN) e a utilizamos principalmente para pesquisa e desenvolvimento de novos materiais e previsão de propriedades. A InQuanto é muito fácil de usar, mesmo para pesquisadores e engenheiros sem profundos conhecimentos de computação quântica. No futuro, gostaríamos de utilizar a InQuanto não só em pesquisa e desenvolvimento, mas também em fábricas reais, com base na premissa de realizar mais melhorias no desempenho dos computadores quânticos."

Em outro projeto, a Quantinuum, juntamente com a Honeywell, aplicou a InQuanto para investigar a aplicabilidade da computação quântica ao projeto de novos agentes refrigerantes. Esses compostos complexos, amplamente utilizados em muitos setores, são escolhidos por propriedades como estabilidade, baixa toxicidade e baixa inflamabilidade, bem como por seu baixo potencial de aquecimento global (PAG) e nenhum potencial de destruição de ozônio. Encontrar refrigerantes novos e ecológicos é um desafio crucial para soluções sustentáveis futuras. A colaboração modelou uma reação entre o gás metano, um refrigerante simples, e um radical atmosférico simples utilizando recursos integrados à InQuanto.

Gavin Towler, diretor de tecnologia da Honeywell PMT, disse: "A Honeywell está buscando entender como usamos os recursos da computação quântica para nossa empresa. Ferramentas como a InQuanto terão um papel valioso na invenção e descoberta de novos produtos químicos com melhor desempenho ambiental."

A Quantinuum também está fazendo parceria com a Mitsui & Co. e aproveitando seu alcance industrial global para levar a oferta da InQuanto para clientes industriais e pesquisadores do Japão e de toda a região da Ásia-Pacífico.

Simon Toda, gerente geral do Departamento de Estratégia de Tecnologia Digital da Divisão de Estratégia Digital Integrada da Mitsui & Co., disse: "Estamos extremamente entusiasmados por trabalhar com a Quantinuum, uma pioneira global em computação quântica. Acreditamos que a plataforma InQuanto trará grande inovação para as atividades de pesquisa e desenvolvimento no setor químico. Com nossos amplos ativos comerciais e posição única no setor e na região, estamos ajudando nossos clientes a gerar valor novo e inovador junto com a Quantinuum."

Introdução à InQuanto no Medium: https://medium.com/cambridge-quantum-computing/introduction-to-the-inquanto-computational-chemistry-platform-for-quantum-computers-4fced08d66cc

Para saber mais sobre como você pode trabalhar com a Quantinuum para impulsionar sua exploração de casos de uso com a plataforma InQuanto, entre em contato com a Quantinuum pelo e-mail inquanto@quantinuum.com. Para mais informações sobre a InQuanto, acesse: https://www.quantinuum.com/products/inquanto. A licença da InQuanto pode incluir acesso ao modelo do sistema H1 da Quantinuum, alimentado pela hardware de computação quântica com base em captura de íons da Honeywell.

Sobre a Quantinuum 

A Quantinuum é uma das maiores empresas de computação quântica integrada do mundo, formada pela combinação do hardware líder mundial da Honeywell Quantum Solutions com as aplicações e middleware líderes da categoria da Cambridge Quantum.

A Quantinuum emprega mais de 400 pessoas, incluindo 300 cientistas, em oito unidades nos EUA, Europa e Japão.

Orientada pela ciência e impulsionada pela empreendedorismo, a Quantinuum acelera a computação quântica e o desenvolvimento de aplicações em química, segurança cibernética, finanças e otimização. O foco da Quantinuum é criar soluções quânticas escaláveis e comerciais para resolver alguns dos problemas mundiais mais urgentes em áreas como energia, logística, mudanças climáticas e saúde.

O kit de ferramentas aberto TKET para desenvolvedores da Quantinuum oferece acesso inclusivo da plataforma aos principais hardwares e simuladores quânticos do mundo e melhora o desempenho de cada produto da Quantinuum, inclusive da plataforma de geração de chaves para segurança cibernética Quantum Origin, do pacote InQuanto de química computacional quântica e ciência de materiais e do λambeq, o kit de ferramentas de processamento quântico de linguagem natural e linguística computacional da Quantinuum.

O computador quântico de geração H1 da Quantinuum, impulsionado pela Honeywell, é um dos mais avançados do mundo e foi o primeiro a passar a referência 4096 de volume quântico padrão do setor. Em março de 2020, a Quantinuum (como Honeywell Quantum Solutions) se comprometeu a aumentar o volume quântico de seus computadores quânticos comerciais da série H em uma ordem de magnitude a cada ano nos cinco anos subsequentes.

A marca comercial Honeywell é utilizada sob licença da Honeywell International Inc. A Honeywell International Inc. não faz representações ou garantias relacionadas a esse produto.  Esse produto é produzido pela Quantinuum.

 

 

 

FONTE Quantinuum

A InQuanto, uma plataforma de software de química computacional quântica de última geração, foi desenvolvida para químicos computacionais que buscam expandir os limites do que é possível ao utilizar os computadores quânticos atuais. 

CAMBRIDGE, Inglaterra, e BROOMFIELD, Colorado, 26 de maio de 2022 /PRNewswire/ -- A Quantinuum, empresa global de computação quântica, anunciou hoje o lançamento da InQuanto, uma plataforma de software de química computacional quântica de última geração que facilita para os químicos computacionais realizar experimentos com uma ampla gama de algoritmos quânticos nos computadores quânticos atuais.

A InQuanto está disponível pela primeira vez como uma plataforma autônoma para organizações comerciais, reunindo as mais recentes ferramentas de computação quântica em uma única aplicação. Ela foi desenvolvida e implementada pela equipe de química quântica da Quantinuum para apoiar colaborações com parceiros como BMW, Honeywell, JSR, Nippon Steel Corporation e TotalEnergies, para que eles explorem casos de uso de computação quântica específicos para seu setor. Essas empresas a utilizaram para entender o potencial da computação quântica na melhoria da precisão das complexas simulações moleculares e materiais em suas áreas.

A InQuanto permite aos usuários misturar e combinar os mais recentes algoritmos quânticos, sub-rotinas avançadas e técnicas de mitigação de ruído específicas para química a fim de fazer o melhor uso dos computadores quânticos atuais. A plataforma também ajuda os químicos computacionais a quebrar sistemas maiores de relevância industrial em fragmentos menores que possam rodar nas pequenas máquinas quânticas atuais. Ela utiliza o kit de ferramentas aberto TKET da Quantinuum para reduzir os requisitos computacionais para simulações de estrutura eletrônica e maximizar o desempenho na mais ampla gama de dispositivos e simuladores quânticos.

"A computação quântica oferece um caminho para o desenvolvimento rápido e econômico de novas moléculas e materiais que poderão revelar novas respostas para alguns dos maiores desafios que enfrentamos", disse Patrick Moorhead, CEO e analista-chefe da Moor Insights and Strategy. "A maneira de garantir o progresso é começar a fazer protótipos agora, utilizando casos de uso do mundo real, de forma que os métodos sejam criados sob medida para resolver as necessidades reais do setor. A InQuanto foi desenvolvida para possibilitar exatamente isso."

A BMW e a Quantinuum trabalharam juntas utilizando a plataforma InQuanto para simular reações de eletrodos em células a combustível de hidrogênio, com o objetivo de conseguir a mais alta fidelidade nas máquinas atuais. A colaboração se concentrou em modelar a reação de redução de oxigênio. Ela forneceu dados sobre a forma como os computadores quânticos poderão ajudar no projeto futuro de catalisadores e eletrodos eficientes.

Elvira Shishenina, líder em computação quântica do BMW Group New Technologies and Innovation, disse: "O caminho para o progresso futuro na modelagem de materiais utilizando computadores quânticos depende de uma profunda compreensão tanto da tecnologia quanto de nossas aplicações. Reunir os conhecimento em células a combustível e as simulações altamente preditivas da computação quântica pode aprimorar o desenvolvimento de novos materiais com vistas ao desenvolvimento de protótipos zero-físicos."

Por meio das colaborações em pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Quantinuum com parceiros globais, a tecnologia disponível agora por meio da InQuanto possibilitou a realização de uma série de conquistas pioneiras: ela explorou pela primeira vez a quantificação das interações entre medicamentos e proteínas usando os dispositivos quânticos emergentes da atualidade (link); em uma colaboração com a Nippon Steel Corporation, ela provou sua capacidade na simulação de materiais como cristais de ferro para o desenvolvimento de aço (link); e, em um artigo publicado com a TotalEnergies, ela foi utilizada para modelar estruturas metálico-orgânicas para captura de carbono (link).

Ilyas Khan, CEO da Quantinuum, disse: "Estamos profundamente entusiasmados com as notícias de hoje. A InQuanto é o exemplo perfeito de um produto desenvolvido com o apoio ativo dos líderes de todos os setores profundamente envolvidos em química quântica. Criamos um produto de computação quântica dedicado para químicos computacionais que buscam a ponte entre a computação clássica, que eles conhecem bem, e as técnicas quânticas, que se mostram tão promissoras."

Rei Sakuma, pesquisador principal da Iniciativa de Informática de Materiais da JSR Corporation, disse: "A JSR firmou uma estreita parceria com a Quantinuum logo de início. Participamos do teste beta da InQuanto (anteriormente EUMEN) e a utilizamos principalmente para pesquisa e desenvolvimento de novos materiais e previsão de propriedades. A InQuanto é muito fácil de usar, mesmo para pesquisadores e engenheiros sem profundos conhecimentos de computação quântica. No futuro, gostaríamos de utilizar a InQuanto não só em pesquisa e desenvolvimento, mas também em fábricas reais, com base na premissa de realizar mais melhorias no desempenho dos computadores quânticos."

Em outro projeto, a Quantinuum, juntamente com a Honeywell, aplicou a InQuanto para investigar a aplicabilidade da computação quântica ao projeto de novos agentes refrigerantes. Esses compostos complexos, amplamente utilizados em muitos setores, são escolhidos por propriedades como estabilidade, baixa toxicidade e baixa inflamabilidade, bem como por seu baixo potencial de aquecimento global (PAG) e nenhum potencial de destruição de ozônio. Encontrar refrigerantes novos e ecológicos é um desafio crucial para soluções sustentáveis futuras. A colaboração modelou uma reação entre o gás metano, um refrigerante simples, e um radical atmosférico simples utilizando recursos integrados à InQuanto.

Gavin Towler, diretor de tecnologia da Honeywell PMT, disse: "A Honeywell está buscando entender como usamos os recursos da computação quântica para nossa empresa. Ferramentas como a InQuanto terão um papel valioso na invenção e descoberta de novos produtos químicos com melhor desempenho ambiental."

A Quantinuum também está fazendo parceria com a Mitsui & Co. e aproveitando seu alcance industrial global para levar a oferta da InQuanto para clientes industriais e pesquisadores do Japão e de toda a região da Ásia-Pacífico.

Simon Toda, gerente geral do Departamento de Estratégia de Tecnologia Digital da Divisão de Estratégia Digital Integrada da Mitsui & Co., disse: "Estamos extremamente entusiasmados por trabalhar com a Quantinuum, uma pioneira global em computação quântica. Acreditamos que a plataforma InQuanto trará grande inovação para as atividades de pesquisa e desenvolvimento no setor químico. Com nossos amplos ativos comerciais e posição única no setor e na região, estamos ajudando nossos clientes a gerar valor novo e inovador junto com a Quantinuum."

Introdução à InQuanto no Medium: https://medium.com/cambridge-quantum-computing/introduction-to-the-inquanto-computational-chemistry-platform-for-quantum-computers-4fced08d66cc

Para saber mais sobre como você pode trabalhar com a Quantinuum para impulsionar sua exploração de casos de uso com a plataforma InQuanto, entre em contato com a Quantinuum pelo e-mail inquanto@quantinuum.com. Para mais informações sobre a InQuanto, acesse: https://www.quantinuum.com/products/inquanto. A licença da InQuanto pode incluir acesso ao modelo do sistema H1 da Quantinuum, alimentado pela hardware de computação quântica com base em captura de íons da Honeywell.

Sobre a Quantinuum 

A Quantinuum é uma das maiores empresas de computação quântica integrada do mundo, formada pela combinação do hardware líder mundial da Honeywell Quantum Solutions com as aplicações e middleware líderes da categoria da Cambridge Quantum.

A Quantinuum emprega mais de 400 pessoas, incluindo 300 cientistas, em oito unidades nos EUA, Europa e Japão.

Orientada pela ciência e impulsionada pela empreendedorismo, a Quantinuum acelera a computação quântica e o desenvolvimento de aplicações em química, segurança cibernética, finanças e otimização. O foco da Quantinuum é criar soluções quânticas escaláveis e comerciais para resolver alguns dos problemas mundiais mais urgentes em áreas como energia, logística, mudanças climáticas e saúde.

O kit de ferramentas aberto TKET para desenvolvedores da Quantinuum oferece acesso inclusivo da plataforma aos principais hardwares e simuladores quânticos do mundo e melhora o desempenho de cada produto da Quantinuum, inclusive da plataforma de geração de chaves para segurança cibernética Quantum Origin, do pacote InQuanto de química computacional quântica e ciência de materiais e do λambeq, o kit de ferramentas de processamento quântico de linguagem natural e linguística computacional da Quantinuum.

O computador quântico de geração H1 da Quantinuum, impulsionado pela Honeywell, é um dos mais avançados do mundo e foi o primeiro a passar a referência 4096 de volume quântico padrão do setor. Em março de 2020, a Quantinuum (como Honeywell Quantum Solutions) se comprometeu a aumentar o volume quântico de seus computadores quânticos comerciais da série H em uma ordem de magnitude a cada ano nos cinco anos subsequentes.

A marca comercial Honeywell é utilizada sob licença da Honeywell International Inc. A Honeywell International Inc. não faz representações ou garantias relacionadas a esse produto.  Esse produto é produzido pela Quantinuum.

 

 

 

FONTE Quantinuum

Você acabou de ler:

Quantinuum apresenta InQuanto para explorar problemas químicos industrialmente relevantes nos computadores quânticos atuais

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/quantinuum-apresenta-inquanto-para-explorar-problemas-quimicos-industrialmente-relevantes-nos-computadores-quanticos-atuais/