Receita Operacional Líquida da Indústrias Romi atinge R$246,7 milhões no 4T18

SANTA BÁRBARA D'OESTE, Brasil, 13 de fevereiro de 2019 /PRNewswire/ -- A Indústrias Romi S.A., empresa líder brasileira na fabricação de máquinas-ferramenta, máquinas para plásticos e fundidos e usinados, registrou entrada de pedidos de R$ 712,2 milhões em 2018, montante 18,1% superior ao obtido no ano de 2017. A subsidiária alemã B+W obteve pedidos em volume 64,4% superior ao ano de 2017, reflexo do lançamento de novas linhas de produtos em 2017, aliado ao desenvolvimento de soluções para novos segmentos, como o aeroespacial e de óleo e gás. Destaque também para a Unidade de Negócio Máquinas Romi, que no mesmo período de comparação apresentou crescimento de 25,1% na entrada de pedidos.

A receita operacional líquida auferida em 2018 foi de R$743,5 milhões, 10,5% superior à registrada em 2017, principalmente pelo crescimento das vendas de máquinas Romi no mercado doméstico, resultado da adequada estratégia de desenvolvimento de novas gerações de produtos lançados em 2018, da recuperação gradual da indústria, que refletiu positivamente no volume de novos pedidos e também pelas exportações, que nesse mesmo período de comparação também continuaram apresentando crescimento.

Em 2018, as margens operacionais permaneceram em níveis similares aquelas alcançadas em 2017, demonstrando consistência nas operações. A Unidade de Negócio Máquinas Romi teve destaque na evolução das margens operacionais: apresentou margem operacional de 13,2%, o que representou um crescimento de 6,4 p.p. em relação ao ano de 2017.

"O ano de 2018 se mostrou um ano de recuperação econômica gradual e sólida, e apesar de um início de ano de fraca atividade econômica pode-se notar uma aceleração significativa na quantidade de oportunidades e negócios gerados ao longo do ano. Nos últimos anos efetuamos diversas otimizações, principalmente nas estruturas indiretas. Reforçamos o foco em projetos de redução de custos e despesas e realizamos investimentos em automação e produtividade com foco no incremento da rentabilidade, o que se pode notar desde 2017. Estrategicamente, definimos como prioridade o lançamento de novas gerações de produtos, e as primeiras linhas já estão fazendo muito sucesso. Isso nos dá muita confiança de que estamos muito bem preparados para a retomada da economia doméstica", menciona Luiz Cassiano Rosolen, Diretor-Presidente da Romi.

Indústrias Romi S.A.

Departamento de Relação com Investidores

+55 (19) 3455-9418

dri@romi.com

www.romi.com

FONTE Indústrias Romi S.A.

SANTA BÁRBARA D'OESTE, Brasil, 13 de fevereiro de 2019 /PRNewswire/ -- A Indústrias Romi S.A., empresa líder brasileira na fabricação de máquinas-ferramenta, máquinas para plásticos e fundidos e usinados, registrou entrada de pedidos de R$ 712,2 milhões em 2018, montante 18,1% superior ao obtido no ano de 2017. A subsidiária alemã B+W obteve pedidos em volume 64,4% superior ao ano de 2017, reflexo do lançamento de novas linhas de produtos em 2017, aliado ao desenvolvimento de soluções para novos segmentos, como o aeroespacial e de óleo e gás. Destaque também para a Unidade de Negócio Máquinas Romi, que no mesmo período de comparação apresentou crescimento de 25,1% na entrada de pedidos.

A receita operacional líquida auferida em 2018 foi de R$743,5 milhões, 10,5% superior à registrada em 2017, principalmente pelo crescimento das vendas de máquinas Romi no mercado doméstico, resultado da adequada estratégia de desenvolvimento de novas gerações de produtos lançados em 2018, da recuperação gradual da indústria, que refletiu positivamente no volume de novos pedidos e também pelas exportações, que nesse mesmo período de comparação também continuaram apresentando crescimento.

Em 2018, as margens operacionais permaneceram em níveis similares aquelas alcançadas em 2017, demonstrando consistência nas operações. A Unidade de Negócio Máquinas Romi teve destaque na evolução das margens operacionais: apresentou margem operacional de 13,2%, o que representou um crescimento de 6,4 p.p. em relação ao ano de 2017.

"O ano de 2018 se mostrou um ano de recuperação econômica gradual e sólida, e apesar de um início de ano de fraca atividade econômica pode-se notar uma aceleração significativa na quantidade de oportunidades e negócios gerados ao longo do ano. Nos últimos anos efetuamos diversas otimizações, principalmente nas estruturas indiretas. Reforçamos o foco em projetos de redução de custos e despesas e realizamos investimentos em automação e produtividade com foco no incremento da rentabilidade, o que se pode notar desde 2017. Estrategicamente, definimos como prioridade o lançamento de novas gerações de produtos, e as primeiras linhas já estão fazendo muito sucesso. Isso nos dá muita confiança de que estamos muito bem preparados para a retomada da economia doméstica", menciona Luiz Cassiano Rosolen, Diretor-Presidente da Romi.

Indústrias Romi S.A.

Departamento de Relação com Investidores

+55 (19) 3455-9418

dri@romi.com

www.romi.com

FONTE Indústrias Romi S.A.

Você acabou de ler:

Receita Operacional Líquida da Indústrias Romi atinge R$246,7 milhões no 4T18

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/receita-operacional-liquida-da-industrias-romi-atinge-r2467-milhoes-no-4t18/