Richard Fain deixa o cargo de CEO do Royal Caribbean Group e continua na empresa como presidente da diretoria; Jason Liberty é nomeado para sucedê-lo

MIAMI, 10 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Richard Fain, cujas inovações durante mais de 33 anos como CEO do Royal Caribbean Group (NYSE: RCL) ajudaram a moldar o setor moderno de cruzeiros, decidiu deixar o cargo de CEO em 3 de janeiro de 2022, conforme anunciado hoje pela empresa. O diretor financeiro Jason Liberty o sucederá como CEO e ingressará na diretoria da empresa. Fain permanecerá como presidente da diretoria.

Como o CEO a trabalhar por mais tempo entre os líderes S&P 500, a carreira lendária de Fain é definida pelas inovações que ele promoveu, envolvendo todos os aspectos do setor de cruzeiros, desde o projeto revolucionário dos navios até grandes esforços de sustentabilidade e tecnologias e recursos inovadores que enriqueceram a experiência a bordo para milhões de hóspedes.

Sob a liderança de Fain, o Royal Caribbean Group apresentou novas e distintas categorias de navios, com uma gama diversificada de amenidades e experiências que transformaram a natureza do setor de cruzeiros. Entre esses navios transformadores estão os das classes Sovereign, Voyager e Oasis da Royal Caribbean International; Solstice e Edge da Celebrity Cruises; a tão esperada classe Icon da Royal Caribbean International a ser apresentada em 2023; e o "Project Evolution" da Silversea Cruises, que se tornará o primeiro navio movido a energia híbrida do setor, quando for lançado em 2023. Trabalhando com Liberty, Fain continuará envolvido no programa de construção de navios do grupo.

Liberty ingressou no Royal Caribbean Group em 2005 e ocupou vários cargos financeiros, estratégicos e operacionais, antes de se tornar diretor financeiro em 2013. Suas funções operacionais se ampliaram ao longo dos anos e foram muito além das responsabilidades normalmente associadas a um diretor financeiro. Liberty também é responsável pela Silversea Cruises, pelas joint ventures do grupo com a TUI Cruises e com a Hapag Lloyd Cruises, assim como pela estratégia, tecnologia, cadeia de suprimentos, operações portuárias e funções jurídicas do Royal Caribbean Group.

A empresa também anunciou que Naftali Holtz se tornará diretor financeiro quando Liberty assumir o cargo de CEO. Holtz é, atualmente, vice-presidente sênior de finanças do Royal Caribbean Group, responsável pelo planejamento e análise corporativos, de capital e de faturamento, planejamento de implementação, gestão de riscos e tesouraria.

Fain liderou a empresa em meio à pandemia mundial e foi a força motriz por trás da criação do Healthy Sail Panel, um grupo de especialistas de renome na área da saúde que estabeleceu protocolos de segurança e bem-estar para restaurar a confiança na segurança dos cruzeiros.

"Richard tem sido um líder visionário, que fez inúmeras e notáveis contribuições para nossa empresa e nosso setor", disse Bill Kimsey, presidente da diretoria. "Mais recentemente, sua administração durante a pandemia da COVID o marca como um dos grandes CEOs de sua geração. A comunidade de cruzeiros e todos nós da empresa devemos a ele muita gratidão."

Fain disse que ele e a diretoria do RCG desenvolveram um cuidadoso processo de planejamento de sucessão para quando ele decidir que chegou o momento certo de deixar o cargo. 

"Não existem palavras para expressar minha admiração e gratidão às pessoas do Royal Caribbean Group, que foram os verdadeiros impulsionadores de nosso sucesso; e minha profunda gratidão pelo apoio e orientação da diretoria durante os bons e maus momentos desse longo período de crescimento sustentado."

Fain disse que, com a maioria dos navios do grupo em operação, com a aproximação de um retorno completo às atividades dos cruzeiros e com as marcas do grupo sob a liderança de CEOs excepcionais, foi o momento certo de deixar o cargo.

"Devido à grande profundidade e amplitude de nossa liderança e às perspectivas positivas para nossa empresa, esse é o momento adequado para se afastar e deixar Jason assumir o controle", disse Fain. "Ele é um líder altamente versátil e estratégico, que tem feito parte de todos os aspectos das conquistas e desempenho da empresa."

Fain também disse que Liberty e Holtz "fizeram um trabalho excepcional na organização de mais de 12 bilhões de dólares em financiamento durante esse período desafiador. Fizeram isso de maneira notavelmente cuidadosa e metódica, o que nos será muito útil nos próximos anos."

"Nosso sucesso como empresa depende fortemente de nossa cultura e dos valores que prezamos", disse Fain. "Jason simboliza esses valores, e sei que trabalhará para promovê-los nesse mundo em constante mudança. Eu não poderia estar mais feliz por ter um líder tão qualificado e com tantos princípios me sucedendo como CEO. Jason levará o grupo a novos patamares."

Kimsey observou que Liberty desempenhou "um papel significativo em todas as grandes iniciativas que a empresa vem realizando há muitos anos e foi fundamental para ajudar a passar pela pandemia. A diretoria o escolheu de forma entusiasmada e unânime para ser o próximo CEO do Royal Caribbean Group."

Liberty disse que estava honrado e muito feliz por se tornar CEO do Royal Caribbean Group. "Nossas pessoas e cultura incríveis, combinadas com nossas marcas líderes e a frota mais inovadora do mundo, são o que fazem com que nossa organização seja tão bem-sucedida. Sou grato à diretoria por me escolher e ao Richard, por sua amizade, mentoria e orientação. Estou ansioso para desenvolver o histórico notável da empresa nos próximos anos."

Liberty continuou: "Naftali demonstrou sua capacidade de liderar a organização financeira e está bem preparado para assumir o importante cargo de diretor financeiro."

Sobre o Royal Caribbean Group

O Royal Caribbean Group (NYSE: RCL) é uma das principais empresas de cruzeiro do mundo, com uma frota global de 60 navios que viajam para mais de 800 destinos em todo o mundo. O Royal Caribbean Group é formado por três marcas de cruzeiro globais, a Royal Caribbean International, a Celebrity Cruises e a Silversea Cruises, assim como a TUI Cruises e a Hapag-Lloyd Cruises, das quais é proprietário de 50% em uma joint venture. Juntas, as marcas tinham 13 navios adicionais encomendados em 30 de junho de 2021. Saiba mais em www.royalcaribbeangroup.com ou www.rclinvestor.com.

Declarações prospectivas

Algumas declarações contidas nesse comunicado de imprensa são declarações prospectivas. Essas declarações se referem, entre outras coisas, às expectativas relacionadas a nossos novos navios a serem apresentados e às nossas perspectivas de negócios. As declarações prospectivas refletem nossas expectativas atuais e estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas e outros fatores que podem fazer com que nossos resultados, desempenho ou conquistas reais sejam materialmente diferentes daqueles expressos ou implícitos nas declarações prospectivas aqui contidas. Esses fatores incluem, entre outros, o custo e a disponibilidade de combustíveis alternativos e os fatores discutidos sob a seção "Fatores de Risco" em nosso mais recente relatório trimestral no Formulário 10-Q, bem como nossos outros registros junto à SEC, cujas cópias podem ser obtidas em nosso site de relações com investidores em www.rclinvestor.com ou no site da SEC em www.sec.gov. Não se deve confiar excessivamente nas declarações prospectivas desse comunicado, que são baseadas em informações disponíveis para nós na data de elaboração desse documento. Não assumimos qualquer obrigação de atualizar ou revisar publicamente quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou outros.

 

 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1682916/RDF_2021_Headshot.jpg 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1682917/JL_Headshot.jpg 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1682918/RCG_Then_and_Now.jpg 

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1213007/RCG_Logo.jpg

FONTE Royal Caribbean Group

MIAMI, 10 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- Richard Fain, cujas inovações durante mais de 33 anos como CEO do Royal Caribbean Group (NYSE: RCL) ajudaram a moldar o setor moderno de cruzeiros, decidiu deixar o cargo de CEO em 3 de janeiro de 2022, conforme anunciado hoje pela empresa. O diretor financeiro Jason Liberty o sucederá como CEO e ingressará na diretoria da empresa. Fain permanecerá como presidente da diretoria.

Como o CEO a trabalhar por mais tempo entre os líderes S&P 500, a carreira lendária de Fain é definida pelas inovações que ele promoveu, envolvendo todos os aspectos do setor de cruzeiros, desde o projeto revolucionário dos navios até grandes esforços de sustentabilidade e tecnologias e recursos inovadores que enriqueceram a experiência a bordo para milhões de hóspedes.

Sob a liderança de Fain, o Royal Caribbean Group apresentou novas e distintas categorias de navios, com uma gama diversificada de amenidades e experiências que transformaram a natureza do setor de cruzeiros. Entre esses navios transformadores estão os das classes Sovereign, Voyager e Oasis da Royal Caribbean International; Solstice e Edge da Celebrity Cruises; a tão esperada classe Icon da Royal Caribbean International a ser apresentada em 2023; e o "Project Evolution" da Silversea Cruises, que se tornará o primeiro navio movido a energia híbrida do setor, quando for lançado em 2023. Trabalhando com Liberty, Fain continuará envolvido no programa de construção de navios do grupo.

Liberty ingressou no Royal Caribbean Group em 2005 e ocupou vários cargos financeiros, estratégicos e operacionais, antes de se tornar diretor financeiro em 2013. Suas funções operacionais se ampliaram ao longo dos anos e foram muito além das responsabilidades normalmente associadas a um diretor financeiro. Liberty também é responsável pela Silversea Cruises, pelas joint ventures do grupo com a TUI Cruises e com a Hapag Lloyd Cruises, assim como pela estratégia, tecnologia, cadeia de suprimentos, operações portuárias e funções jurídicas do Royal Caribbean Group.

A empresa também anunciou que Naftali Holtz se tornará diretor financeiro quando Liberty assumir o cargo de CEO. Holtz é, atualmente, vice-presidente sênior de finanças do Royal Caribbean Group, responsável pelo planejamento e análise corporativos, de capital e de faturamento, planejamento de implementação, gestão de riscos e tesouraria.

Fain liderou a empresa em meio à pandemia mundial e foi a força motriz por trás da criação do Healthy Sail Panel, um grupo de especialistas de renome na área da saúde que estabeleceu protocolos de segurança e bem-estar para restaurar a confiança na segurança dos cruzeiros.

"Richard tem sido um líder visionário, que fez inúmeras e notáveis contribuições para nossa empresa e nosso setor", disse Bill Kimsey, presidente da diretoria. "Mais recentemente, sua administração durante a pandemia da COVID o marca como um dos grandes CEOs de sua geração. A comunidade de cruzeiros e todos nós da empresa devemos a ele muita gratidão."

Fain disse que ele e a diretoria do RCG desenvolveram um cuidadoso processo de planejamento de sucessão para quando ele decidir que chegou o momento certo de deixar o cargo. 

"Não existem palavras para expressar minha admiração e gratidão às pessoas do Royal Caribbean Group, que foram os verdadeiros impulsionadores de nosso sucesso; e minha profunda gratidão pelo apoio e orientação da diretoria durante os bons e maus momentos desse longo período de crescimento sustentado."

Fain disse que, com a maioria dos navios do grupo em operação, com a aproximação de um retorno completo às atividades dos cruzeiros e com as marcas do grupo sob a liderança de CEOs excepcionais, foi o momento certo de deixar o cargo.

"Devido à grande profundidade e amplitude de nossa liderança e às perspectivas positivas para nossa empresa, esse é o momento adequado para se afastar e deixar Jason assumir o controle", disse Fain. "Ele é um líder altamente versátil e estratégico, que tem feito parte de todos os aspectos das conquistas e desempenho da empresa."

Fain também disse que Liberty e Holtz "fizeram um trabalho excepcional na organização de mais de 12 bilhões de dólares em financiamento durante esse período desafiador. Fizeram isso de maneira notavelmente cuidadosa e metódica, o que nos será muito útil nos próximos anos."

"Nosso sucesso como empresa depende fortemente de nossa cultura e dos valores que prezamos", disse Fain. "Jason simboliza esses valores, e sei que trabalhará para promovê-los nesse mundo em constante mudança. Eu não poderia estar mais feliz por ter um líder tão qualificado e com tantos princípios me sucedendo como CEO. Jason levará o grupo a novos patamares."

Kimsey observou que Liberty desempenhou "um papel significativo em todas as grandes iniciativas que a empresa vem realizando há muitos anos e foi fundamental para ajudar a passar pela pandemia. A diretoria o escolheu de forma entusiasmada e unânime para ser o próximo CEO do Royal Caribbean Group."

Liberty disse que estava honrado e muito feliz por se tornar CEO do Royal Caribbean Group. "Nossas pessoas e cultura incríveis, combinadas com nossas marcas líderes e a frota mais inovadora do mundo, são o que fazem com que nossa organização seja tão bem-sucedida. Sou grato à diretoria por me escolher e ao Richard, por sua amizade, mentoria e orientação. Estou ansioso para desenvolver o histórico notável da empresa nos próximos anos."

Liberty continuou: "Naftali demonstrou sua capacidade de liderar a organização financeira e está bem preparado para assumir o importante cargo de diretor financeiro."

Sobre o Royal Caribbean Group

O Royal Caribbean Group (NYSE: RCL) é uma das principais empresas de cruzeiro do mundo, com uma frota global de 60 navios que viajam para mais de 800 destinos em todo o mundo. O Royal Caribbean Group é formado por três marcas de cruzeiro globais, a Royal Caribbean International, a Celebrity Cruises e a Silversea Cruises, assim como a TUI Cruises e a Hapag-Lloyd Cruises, das quais é proprietário de 50% em uma joint venture. Juntas, as marcas tinham 13 navios adicionais encomendados em 30 de junho de 2021. Saiba mais em www.royalcaribbeangroup.com ou www.rclinvestor.com.

Declarações prospectivas

Algumas declarações contidas nesse comunicado de imprensa são declarações prospectivas. Essas declarações se referem, entre outras coisas, às expectativas relacionadas a nossos novos navios a serem apresentados e às nossas perspectivas de negócios. As declarações prospectivas refletem nossas expectativas atuais e estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas e outros fatores que podem fazer com que nossos resultados, desempenho ou conquistas reais sejam materialmente diferentes daqueles expressos ou implícitos nas declarações prospectivas aqui contidas. Esses fatores incluem, entre outros, o custo e a disponibilidade de combustíveis alternativos e os fatores discutidos sob a seção "Fatores de Risco" em nosso mais recente relatório trimestral no Formulário 10-Q, bem como nossos outros registros junto à SEC, cujas cópias podem ser obtidas em nosso site de relações com investidores em www.rclinvestor.com ou no site da SEC em www.sec.gov. Não se deve confiar excessivamente nas declarações prospectivas desse comunicado, que são baseadas em informações disponíveis para nós na data de elaboração desse documento. Não assumimos qualquer obrigação de atualizar ou revisar publicamente quaisquer declarações prospectivas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou outros.

 

 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1682916/RDF_2021_Headshot.jpg 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1682917/JL_Headshot.jpg 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1682918/RCG_Then_and_Now.jpg 

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/1213007/RCG_Logo.jpg

FONTE Royal Caribbean Group

Você acabou de ler:

Richard Fain deixa o cargo de CEO do Royal Caribbean Group e continua na empresa como presidente da diretoria; Jason Liberty é nomeado para sucedê-lo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/richard-fain-deixa-o-cargo-de-ceo-do-royal-caribbean-group-e-continua-na-empresa-como-presidente-da-diretoria-jason-liberty-e-nomeado-para-sucede-lo/