Royal Commission for AlUla e UNESCO anunciam parceria para divulgar o valioso patrimônio cultural da Arábia Saudita para o mundo

- O novo acordo, assinado recentemente em Paris, faz parte do plano de desenvolvimento cultural inclusivo da RCU e da UNESCO para engajar as comunidades locais e mundiais 

- A parceria recém-anunciada serve como roteiro para mostrar o lançamento da Arábia Saudita e do patrimônio físico e intangível de AlUla no cenário mundial 

- Parceria visa estabelecer novo referencial em conservação de patrimônio, educação e capacitação, além da natureza e das artes criativas em AlUla 

PARIS, 12 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- The Royal Commission for AlUla (RCU) firmou hoje uma parceria estratégica de longo prazo com a UNESCO para preservar e promover um panorama cultural de grande importância natural e histórica no noroeste da Arábia Saudita.

 

 

Celebrado na sede da UNESCO em Paris, o acordo acelera o contínuo renascimento cultural e sócio-econômico de AlUla, protegendo ainda mais seus centros históricos, naturais e culturais, bem como sua cultura local, promovendo a capacitação e a transferência de conhecimento com especialistas de todo o mundo juntando-se aos esforços da RCU para transformar AlUla em um destino de referência no que diz respeito ao patrimônio, natureza, artes e cultura.

A parceria foi assinada por Sua Alteza Real Príncipe Badr bin Abdullah Al-Saud, governador da RCU e ministro da Cultura da Arábia Saudita, juntamente com Audrey Azoulay, diretora-geral da UNESCO; Sua Alteza Real Princesa Haifa AlMogrin, embaixadora da Delegação Permanente da Arábia Saudita na UNESCO e Amr AlMadani, CEO da RCU.

A diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, declarou: "A relação entre a Arábia Saudita e a UNESCO é fundamentada em uma longa história que remonta a 1946, quando o Reino passou a ser um Estado-Membro da nossa organização. Hoje, a cooperação entre a UNESCO e o Reino da Arábia Saudita dá mais um importante passo, com o objetivo de apoiar uma grande transformação da região de AlUla".

Sua Alteza Real Príncipe Badr bin Abdullah Al-Saud, governador da RCU e ministro da Cultura do Reino da Arábia Saudita, afirmou: "É a visão de Sua Alteza Real Príncipe Mohammed bin Salman, Príncipe Herdeiro da Arábia Saudita, de transformar AlUla em um destino global de patrimônio, natureza, artes e cultura. A assinatura deste acordo inédito é outro momento significativo em nossa jornada para alcançar essas ambições e consolidar o relacionamento duradouro que existe entre a Arábia Saudita, RCU e UNESCO. Alinhada com os planos da Visão 2030 da Arábia Saudita e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, esta parceria conectará o passado, o presente e o futuro de AlUla, explorando o poder da educação, ciência e cultura para agir como estímulo para o modelo de desenvolvimento sustentável e mudança duradoura."

Sua Alteza Real Princesa Haifa AlMogrin, embaixadora na Delegação Permanente da Arábia Saudita na UNESCO, afirmou: "O Reino da Arábia Saudita abriga alguns dos patrimônios mais exclusivos e culturalmente significativos, dos quais AlUla é o mais icônico e inspirador. Como uma instituição global que promove e protege a diversidade cultural e patrimonial, a UNESCO será fundamental para ajudar a promover o compromisso da RCU de realizar o potencial da região de AlUla, seu povo, marcos históricos e meio ambiente natural por meio de diversos programas econômicos e de desenvolvimento que refletem a Visão 2030 da Arábia Saudita e os esforços da UNESCO para o Desenvolvimento Sustentável."

Amr AlMadani, CEO da RCU, afirmou: "Parcerias e alianças mutuamente benéficas são essenciais para nossa estratégia e demonstram um diálogo aberto e engajado que amplia o status de patrimônio de AlUla e mostra a capacidade da cultura ser um instrumento de desenvolvimento sustentável e de longo prazo. O alinhamento entre RCU, UNESCO e a Visão 2030 da Arábia Saudita está impulsionando o crescimento, promovendo o intercâmbio intelectual, cultural e científico e permitindo que o conhecimento seja desenvolvido em uma escala global em total alinhamento com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Nossa motivação para proteger e desenvolver AlUla é ajudar a promovê-la em todo o mundo, desenvolver conhecimento compartilhado, aumentar a compreensão do passado de AlUla, além de antecipar seu futuro, estabelecendo-a como um destino de destaque global para visitantes e residentes, em parceria com a UNESCO."

AlUla narra a história de 200 mil anos de história da humanidade. Foi o lar de civilizações antigas, como os dedanitas, lequienos e nabateus, que deixaram sua marca indelével na área, mais claramente preservada em grandes tumbas esculpidas nas montanhas.

A parceria prevê a implementação de iniciativas baseadas no conhecimento para transformar de forma sustentável e responsável os cenários cultural, patrimonial e natural de AlUla e estabelecer esta vasta faixa do noroeste da Arábia Saudita como o maior museu vivo do mundo.

O desenvolvimento de AlUla irá estabelecê-la como um destino único para uma população local culturalmente rica que tem o poder de interagir e inspirar os visitantes por meio da narração de histórias bem fundamentadas.

Os grandes acadêmicos de todo o mundo serão convidados a explorar AlUla por meio de oportunidades imersivas elaboradas para revelar os segredos de línguas e sociedades antigas que estão registradas no tempo em AlUla.

A RCU trabalhará junto com a UNESCO e especialistas globais em programas importantes, como:

  • Memória do Mundo, com foco na preservação do patrimônio documental.
  • Programa de bolsas de estudo do UNESCO-Kingdoms Institute para pesquisa, preservação, promoção e transmissão do patrimônio. 

A joia da coroa do patrimônio da Arábia Saudita, AlUla faz parte do plano Visão 2030 do Reino para desvendar seu vasto potencial cultural, turístico e econômico. A UNESCO e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável estão estrategicamente alinhadas para promover a educação, a cultura e a ciência como uma plataforma poderosa para estimular oportunidades econômicas, geração de empregos e crescimento.

No âmbito dos próximos cinco anos e com foco em dez programas, a nova parceria inclui a listagem de novas áreas naturais e culturais sob a taxonomia da UNESCO para proteger e promover o patrimônio local, além das paisagens naturais e ecossistemas. Entre os setores-chave que definirão a parceria, estão a conservação do patrimônio, educação e capacitação, natureza e artes criativas, tendo a população local como os principais beneficiários do desenvolvimento de AlUla.

Ajudando a explorar o potencial há muito desconhecido, o conhecimento e a cultura única que compõem a identidade e o patrimônio da Arábia Saudita, AlUla será um laboratório para modelos de desenvolvimento sustentável e práticas de conservação, ao mesmo tempo que permitirá à UNESCO aumentar sua pegada na região.

O acordo se baseia em uma longa história de colaboração entre a Arábia Saudita e a UNESCO, que remonta a 1946, quando o Reino foi um dos 20 países a ratificar a constituição da UNESCO. Com o passar dos anos, esse relacionamento continuou a prosperar e a se desenvolver em ambas as direções; a UNESCO designou Hegra em AlUla como o primeiro Patrimônio Mundial da Arábia Saudita em 2008, o Reino da Arábia Saudita tornou-se membro do Comitê Executivo da UNESCO em 2019 e foi eleito para o Comitê de Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO pela primeira vez em 2020.

Nota aos editores:

Sempre se escreve AlUla/e não Al-Ula

Sobre a Royal Commission for AlUla

A Royal Commission for AlUla (RCU) foi estabelecida por decreto real em julho de 2017 com a finalidade de preservar e desenvolver AlUla, uma região de notável relevância natural e cultural situada no noroeste da Arábia Saudita. O plano de longo prazo da RCU traça uma abordagem responsável, sustentável e sensível ao desenvolvimento urbano e econômico, que preserva o patrimônio natural e histórico da região, ao mesmo tempo que estabelece AlUla como um local desejável para viver, trabalhar e visitar. Isso engloba uma ampla gama de iniciativas dedicadas à arqueologia, turismo, cultura, educação e artes que refletem o compromisso existente de cumprir com as prioridades de diversificação econômica, empoderamento da comunidade local e preservação do patrimônio estabelecidas no programa Vision 2030 do Reino da Arábia Saudita.

Sobre a UNESCO

A
UNESCO é a Organização Educacional, Científica e Cultural das Nações Unidas. A organização procura estabelecer a paz por meio da cooperação internacional em Educação, Ciências e Cultura. Os programas da UNESCO contribuem para a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos na Agenda 2030, adotada pela Assembléia Geral da ONU em 2015.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1684360/AlUla_Image_of_Hegra.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1684361/AlUla_Signing_of_partnership.jpg

 

 

FONTE The Royal Commission for AlUla

- O novo acordo, assinado recentemente em Paris, faz parte do plano de desenvolvimento cultural inclusivo da RCU e da UNESCO para engajar as comunidades locais e mundiais 

- A parceria recém-anunciada serve como roteiro para mostrar o lançamento da Arábia Saudita e do patrimônio físico e intangível de AlUla no cenário mundial 

- Parceria visa estabelecer novo referencial em conservação de patrimônio, educação e capacitação, além da natureza e das artes criativas em AlUla 

PARIS, 12 de novembro de 2021 /PRNewswire/ -- The Royal Commission for AlUla (RCU) firmou hoje uma parceria estratégica de longo prazo com a UNESCO para preservar e promover um panorama cultural de grande importância natural e histórica no noroeste da Arábia Saudita.

 

 

Celebrado na sede da UNESCO em Paris, o acordo acelera o contínuo renascimento cultural e sócio-econômico de AlUla, protegendo ainda mais seus centros históricos, naturais e culturais, bem como sua cultura local, promovendo a capacitação e a transferência de conhecimento com especialistas de todo o mundo juntando-se aos esforços da RCU para transformar AlUla em um destino de referência no que diz respeito ao patrimônio, natureza, artes e cultura.

A parceria foi assinada por Sua Alteza Real Príncipe Badr bin Abdullah Al-Saud, governador da RCU e ministro da Cultura da Arábia Saudita, juntamente com Audrey Azoulay, diretora-geral da UNESCO; Sua Alteza Real Princesa Haifa AlMogrin, embaixadora da Delegação Permanente da Arábia Saudita na UNESCO e Amr AlMadani, CEO da RCU.

A diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, declarou: "A relação entre a Arábia Saudita e a UNESCO é fundamentada em uma longa história que remonta a 1946, quando o Reino passou a ser um Estado-Membro da nossa organização. Hoje, a cooperação entre a UNESCO e o Reino da Arábia Saudita dá mais um importante passo, com o objetivo de apoiar uma grande transformação da região de AlUla".

Sua Alteza Real Príncipe Badr bin Abdullah Al-Saud, governador da RCU e ministro da Cultura do Reino da Arábia Saudita, afirmou: "É a visão de Sua Alteza Real Príncipe Mohammed bin Salman, Príncipe Herdeiro da Arábia Saudita, de transformar AlUla em um destino global de patrimônio, natureza, artes e cultura. A assinatura deste acordo inédito é outro momento significativo em nossa jornada para alcançar essas ambições e consolidar o relacionamento duradouro que existe entre a Arábia Saudita, RCU e UNESCO. Alinhada com os planos da Visão 2030 da Arábia Saudita e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, esta parceria conectará o passado, o presente e o futuro de AlUla, explorando o poder da educação, ciência e cultura para agir como estímulo para o modelo de desenvolvimento sustentável e mudança duradoura."

Sua Alteza Real Princesa Haifa AlMogrin, embaixadora na Delegação Permanente da Arábia Saudita na UNESCO, afirmou: "O Reino da Arábia Saudita abriga alguns dos patrimônios mais exclusivos e culturalmente significativos, dos quais AlUla é o mais icônico e inspirador. Como uma instituição global que promove e protege a diversidade cultural e patrimonial, a UNESCO será fundamental para ajudar a promover o compromisso da RCU de realizar o potencial da região de AlUla, seu povo, marcos históricos e meio ambiente natural por meio de diversos programas econômicos e de desenvolvimento que refletem a Visão 2030 da Arábia Saudita e os esforços da UNESCO para o Desenvolvimento Sustentável."

Amr AlMadani, CEO da RCU, afirmou: "Parcerias e alianças mutuamente benéficas são essenciais para nossa estratégia e demonstram um diálogo aberto e engajado que amplia o status de patrimônio de AlUla e mostra a capacidade da cultura ser um instrumento de desenvolvimento sustentável e de longo prazo. O alinhamento entre RCU, UNESCO e a Visão 2030 da Arábia Saudita está impulsionando o crescimento, promovendo o intercâmbio intelectual, cultural e científico e permitindo que o conhecimento seja desenvolvido em uma escala global em total alinhamento com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Nossa motivação para proteger e desenvolver AlUla é ajudar a promovê-la em todo o mundo, desenvolver conhecimento compartilhado, aumentar a compreensão do passado de AlUla, além de antecipar seu futuro, estabelecendo-a como um destino de destaque global para visitantes e residentes, em parceria com a UNESCO."

AlUla narra a história de 200 mil anos de história da humanidade. Foi o lar de civilizações antigas, como os dedanitas, lequienos e nabateus, que deixaram sua marca indelével na área, mais claramente preservada em grandes tumbas esculpidas nas montanhas.

A parceria prevê a implementação de iniciativas baseadas no conhecimento para transformar de forma sustentável e responsável os cenários cultural, patrimonial e natural de AlUla e estabelecer esta vasta faixa do noroeste da Arábia Saudita como o maior museu vivo do mundo.

O desenvolvimento de AlUla irá estabelecê-la como um destino único para uma população local culturalmente rica que tem o poder de interagir e inspirar os visitantes por meio da narração de histórias bem fundamentadas.

Os grandes acadêmicos de todo o mundo serão convidados a explorar AlUla por meio de oportunidades imersivas elaboradas para revelar os segredos de línguas e sociedades antigas que estão registradas no tempo em AlUla.

A RCU trabalhará junto com a UNESCO e especialistas globais em programas importantes, como:

  • Memória do Mundo, com foco na preservação do patrimônio documental.
  • Programa de bolsas de estudo do UNESCO-Kingdoms Institute para pesquisa, preservação, promoção e transmissão do patrimônio. 

A joia da coroa do patrimônio da Arábia Saudita, AlUla faz parte do plano Visão 2030 do Reino para desvendar seu vasto potencial cultural, turístico e econômico. A UNESCO e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável estão estrategicamente alinhadas para promover a educação, a cultura e a ciência como uma plataforma poderosa para estimular oportunidades econômicas, geração de empregos e crescimento.

No âmbito dos próximos cinco anos e com foco em dez programas, a nova parceria inclui a listagem de novas áreas naturais e culturais sob a taxonomia da UNESCO para proteger e promover o patrimônio local, além das paisagens naturais e ecossistemas. Entre os setores-chave que definirão a parceria, estão a conservação do patrimônio, educação e capacitação, natureza e artes criativas, tendo a população local como os principais beneficiários do desenvolvimento de AlUla.

Ajudando a explorar o potencial há muito desconhecido, o conhecimento e a cultura única que compõem a identidade e o patrimônio da Arábia Saudita, AlUla será um laboratório para modelos de desenvolvimento sustentável e práticas de conservação, ao mesmo tempo que permitirá à UNESCO aumentar sua pegada na região.

O acordo se baseia em uma longa história de colaboração entre a Arábia Saudita e a UNESCO, que remonta a 1946, quando o Reino foi um dos 20 países a ratificar a constituição da UNESCO. Com o passar dos anos, esse relacionamento continuou a prosperar e a se desenvolver em ambas as direções; a UNESCO designou Hegra em AlUla como o primeiro Patrimônio Mundial da Arábia Saudita em 2008, o Reino da Arábia Saudita tornou-se membro do Comitê Executivo da UNESCO em 2019 e foi eleito para o Comitê de Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO pela primeira vez em 2020.

Nota aos editores:

Sempre se escreve AlUla/e não Al-Ula

Sobre a Royal Commission for AlUla

A Royal Commission for AlUla (RCU) foi estabelecida por decreto real em julho de 2017 com a finalidade de preservar e desenvolver AlUla, uma região de notável relevância natural e cultural situada no noroeste da Arábia Saudita. O plano de longo prazo da RCU traça uma abordagem responsável, sustentável e sensível ao desenvolvimento urbano e econômico, que preserva o patrimônio natural e histórico da região, ao mesmo tempo que estabelece AlUla como um local desejável para viver, trabalhar e visitar. Isso engloba uma ampla gama de iniciativas dedicadas à arqueologia, turismo, cultura, educação e artes que refletem o compromisso existente de cumprir com as prioridades de diversificação econômica, empoderamento da comunidade local e preservação do patrimônio estabelecidas no programa Vision 2030 do Reino da Arábia Saudita.

Sobre a UNESCO

A
UNESCO é a Organização Educacional, Científica e Cultural das Nações Unidas. A organização procura estabelecer a paz por meio da cooperação internacional em Educação, Ciências e Cultura. Os programas da UNESCO contribuem para a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos na Agenda 2030, adotada pela Assembléia Geral da ONU em 2015.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1684360/AlUla_Image_of_Hegra.jpg

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1684361/AlUla_Signing_of_partnership.jpg

 

 

FONTE The Royal Commission for AlUla

Você acabou de ler:

Royal Commission for AlUla e UNESCO anunciam parceria para divulgar o valioso patrimônio cultural da Arábia Saudita para o mundo

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/royal-commission-for-alula-e-unesco-anunciam-parceria-para-divulgar-o-valioso-patrimonio-cultural-da-arabia-saudita-para-o-mundo/