Santa Lúcia atravessa tempestade da Covid e boa governança impulsiona confiança do investidor internacional

CASTRIES, Santa Lúcia, 8 de outubro de 2020 /PRNewswire/ -- O primeiro-ministro de Santa Lúcia, Allen Chastanet, afirma que o interesse global dos investidores no país não foi afetado pela Covid-19. Em discurso no lançamento do novo site e da nova identidade visual de marca do Programa de Cidadania por Investimento de Santa Lúcia, o primeiro-ministro Chastanet disse que a nação insular caribenha tem sido exemplar no tratamento da pandemia, o que tem aumentado a confiança dos investidores e garantido que as solicitações feitas à Unidade de Cidadania por Investimento de Santa Lúcia continuem crescendo. Nos últimos meses, o número de solicitantes teve um aumento percentual de dois dígitos.

"A crise atual fez com que muitos empresários e investidores percebessem que podem atuar remotamente e que não há necessidade de ter sede em cidades grandes", explica o primeiro-ministro Chastanet. "A rede de banda larga de alta velocidade de Santa Lúcia e os voos diretos aos EUA e a Londres permitem acesso fácil ao resto do mundo. O nosso compromisso firme com os mais altos padrões de boa governança, aliado a uma disposição legislativa favorável à instalação de escritórios centrais, torna atraente a possibilidade de uma empresa mudar a sua matriz para Santa Lúcia. Ainda estamos no caminho certo para atingir o objetivo de duplicar o PIB nos próximos seis anos."

Nestor Alfred, CEO da Unidade de Cidadania por Investimento de Santa Lúcia, diz que há várias opções para investidores que queiram obter cidadania no país, começando em US$ 100 mil. "Oferecemos um retorno significativo sobre um investimento em patamar competitivo, com acesso sem visto a 146 destinos em todo o mundo, mas o que realmente sustenta este investimento estratégico é a nossa dedicação em assegurar uma auditoria rigorosa e uma prestação de contas no mais alto nível entre opções comparáveis", observa. "O crescimento em longo prazo e as opções de legado que Santa Lúcia oferece podem render um valor contínuo e exponencial para os investidores internacionais."

Em maio, Santa Lúcia foi o primeiro país caribenho a anunciar uma nova opção de investimento por tempo limitado em resposta à pandemia do coronavírus. Para ter direito a cidadania por meio da opção do Título de Combate à Covid-19, que vai até 31 de dezembro de 2020, é preciso fazer um investimento mínimo de US$ 250 mil em um título governamental não remunerado que precisa ser mantido por cinco anos.

O primeiro-ministro Chastanet explica que os rendimentos do programa são depositados em um fundo econômico nacional gerido por um conselho independente e são utilizados para criar capacidade, reduzir a dívida e fazer investimentos de capital em Santa Lúcia. "Tudo aquilo em que o país estava concentrado antes da Covid tornou-se ainda mais relevante agora: investimento na educação, construção de uma plataforma de governo eletrônico, simplificação do regime fiscal, investimento em infraestrutura, modernização da força de segurança e do sistema judicial, e ampliação da oferta turística. O programa de cidadania por investimento pode ser uma fonte importante de financiamento para nos ajudar a facilitar esses desenvolvimentos. É por isso que estamos engajados de forma constante e vigorosa com importantes stakeholders, incluindo governos e organizações supranacionais, para assegurar que os nossos investidores mantenham o acesso ao mercado internacional que impulsionou a decisão inicial de investimento."

Contato com a imprensa:

Tajma Brown

Unidade de Cidadania por Investimento de Santa Lúcia 

media@cipsaintlucia.com 

+1-758-458-6050

www.cipsaintlucia.com 

FONTE St. Lucia Citizenship-by-Investment Unit

CASTRIES, Santa Lúcia, 8 de outubro de 2020 /PRNewswire/ -- O primeiro-ministro de Santa Lúcia, Allen Chastanet, afirma que o interesse global dos investidores no país não foi afetado pela Covid-19. Em discurso no lançamento do novo site e da nova identidade visual de marca do Programa de Cidadania por Investimento de Santa Lúcia, o primeiro-ministro Chastanet disse que a nação insular caribenha tem sido exemplar no tratamento da pandemia, o que tem aumentado a confiança dos investidores e garantido que as solicitações feitas à Unidade de Cidadania por Investimento de Santa Lúcia continuem crescendo. Nos últimos meses, o número de solicitantes teve um aumento percentual de dois dígitos.

"A crise atual fez com que muitos empresários e investidores percebessem que podem atuar remotamente e que não há necessidade de ter sede em cidades grandes", explica o primeiro-ministro Chastanet. "A rede de banda larga de alta velocidade de Santa Lúcia e os voos diretos aos EUA e a Londres permitem acesso fácil ao resto do mundo. O nosso compromisso firme com os mais altos padrões de boa governança, aliado a uma disposição legislativa favorável à instalação de escritórios centrais, torna atraente a possibilidade de uma empresa mudar a sua matriz para Santa Lúcia. Ainda estamos no caminho certo para atingir o objetivo de duplicar o PIB nos próximos seis anos."

Nestor Alfred, CEO da Unidade de Cidadania por Investimento de Santa Lúcia, diz que há várias opções para investidores que queiram obter cidadania no país, começando em US$ 100 mil. "Oferecemos um retorno significativo sobre um investimento em patamar competitivo, com acesso sem visto a 146 destinos em todo o mundo, mas o que realmente sustenta este investimento estratégico é a nossa dedicação em assegurar uma auditoria rigorosa e uma prestação de contas no mais alto nível entre opções comparáveis", observa. "O crescimento em longo prazo e as opções de legado que Santa Lúcia oferece podem render um valor contínuo e exponencial para os investidores internacionais."

Em maio, Santa Lúcia foi o primeiro país caribenho a anunciar uma nova opção de investimento por tempo limitado em resposta à pandemia do coronavírus. Para ter direito a cidadania por meio da opção do Título de Combate à Covid-19, que vai até 31 de dezembro de 2020, é preciso fazer um investimento mínimo de US$ 250 mil em um título governamental não remunerado que precisa ser mantido por cinco anos.

O primeiro-ministro Chastanet explica que os rendimentos do programa são depositados em um fundo econômico nacional gerido por um conselho independente e são utilizados para criar capacidade, reduzir a dívida e fazer investimentos de capital em Santa Lúcia. "Tudo aquilo em que o país estava concentrado antes da Covid tornou-se ainda mais relevante agora: investimento na educação, construção de uma plataforma de governo eletrônico, simplificação do regime fiscal, investimento em infraestrutura, modernização da força de segurança e do sistema judicial, e ampliação da oferta turística. O programa de cidadania por investimento pode ser uma fonte importante de financiamento para nos ajudar a facilitar esses desenvolvimentos. É por isso que estamos engajados de forma constante e vigorosa com importantes stakeholders, incluindo governos e organizações supranacionais, para assegurar que os nossos investidores mantenham o acesso ao mercado internacional que impulsionou a decisão inicial de investimento."

Contato com a imprensa:

Tajma Brown

Unidade de Cidadania por Investimento de Santa Lúcia 

media@cipsaintlucia.com 

+1-758-458-6050

www.cipsaintlucia.com 

FONTE St. Lucia Citizenship-by-Investment Unit

Você acabou de ler:

Santa Lúcia atravessa tempestade da Covid e boa governança impulsiona confiança do investidor internacional

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/santa-lucia-atravessa-tempestade-da-covid-e-boa-governanca-impulsiona-confianca-do-investidor-internacional/