Segunda competição de técnicas em culinária cantonesa na Área da Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau e intercâmbio de desenvolvimento da indústria culinária cantonesa começa em Guangzhou

GUANGZHOU, China, 2 de dezembro de 2019 /PRNewswire/ -- O novo impulso de Guangzhou para alívio da pobreza: maneiras inovadoras de cultivar talentos na culinária cantonesa.

Centenas de destacados chefs de 23 cidades reuniram-se em Guangzhou quando a capital da província de Guangdong, no sul da China, sediou a segunda Competição de técnicas em culinária cantonesa na Área da Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau e Intercâmbio de desenvolvimento da indústria culinária cantonesa em 29 e 30 de novembro de 2019. Com uma mistura de competição, intercâmbio cultural, apresentações, experiências e performances, o evento reuniu culturas culinárias da área da Grande Baía e consolidou o programa "Cantonese Cuisine Master" por meio do cultivo de talentos e intercâmbio cultural. Ao mesmo tempo, Guangzhou traçou um caminho orientado à culinária para a redução da pobreza, melhorando as instituições políticas e inovando maneiras de treinar talentos na cozinha cantonesa.

Com os aromas de diferentes pratos gourmet, como ganso marinado Chaoshan, leitão assado crocante, frango ao estilo português e bolas de peixe saborizadas, os participantes não puderam deixar de provar as comidas. Toda a comida oferecida foi preparada por cozinheiros de Guangdong, Hong Kong e Macau, alguns dos quais foram treinados no projeto "Cantonese Cuisine Master" iniciado por Guangdong.

"Até 30.200 pessoas foram treinadas no projeto, levando 96.000 pessoas a garantir empregos e iniciar seus negócios e ajudar muitos trabalhadores urbanos e rurais a encontrar empregos qualificados, sair da pobreza e até ganhar uma fortuna", Yang Hongshan, vice-diretor-geral do Departamento de Recursos Humanos e Segurança Social da província de Guangdong, disse em seu discurso de abertura do evento.

A China está agora implementando sua estratégia básica para aliviar a pobreza. Como Guangzhou representa o berço da culinária cantonesa e a cidade central da Área da Grande Baía e da China, Guangzhou desenvolverá uma área focada nos talentos da cozinha cantonesa e oferecerá melhores serviços para aliviar a pobreza.

Estabelecido no distrito de Conghua, o "quintal de Guangzhou", o primeiro Workshop Mestres da Culinária Cantonesa da cidade compreende 23 chefs e cozinheiros-chefe dos hotéis de renome de Guangzhou. Eles planejam, em três anos, personalizar alimentos para atividades locais de agroturismo e treinar cozinheiros locais.

Ao cooperar com universidades e empresas, Guangzhou lançou várias plataformas e workshops de treinamento de culinária cantonesa, cultivando milhares de profissionais capazes na culinária cantonesa e mais de 350 mestres da culinária cantonesa na área rural.

Além de promover a cultura da culinária cantonesa, a cidade inovou maneiras de preparar melhor os aprendizes do programa "Cantonese Cuisine Master" para conseguir um emprego e promover o alívio à pobreza.

De fato, somente através da sessão sistemática de treinamento o projeto pode se desenvolver a todo vapor. A recente proposta de Guangzhou de executar 30 prioridades em 10 categorias lançou as bases para um programa "Cantonese Cuisine Master" de qualidade.

De acordo com Liang Haoran, um instrutor participante do Instituto de Culinária Chinesa de Hong Kong, ser um bom cozinheiro exige não apenas possuir excelentes habilidades culinárias, mas também uma compreensão dos conceitos e ideias por trás dessas habilidades. "A competição proporcionou uma oportunidade para que eu e meus alunos aprendamos com outros cozinheiros", acrescentou.

As cidades da Área da Grande Baía têm sido uma parte importante do evento, com o número de cidades participantes e concorrentes batendo um recorde. Com isso, uma plataforma projetada para aprimorar o intercâmbio cultural e a cooperação na Área da Grande Baía está exercendo um efeito de agrupamento.

Um total de 10 cozinheiros de Macau participaram da competição, disse Kuang Zifeng, diretor executivo do Sindicato da Indústria de Bufê de Macau, acrescentando que a proposta de cultivo de talentos melhoraria suas habilidades e permitiria que os cozinheiros iniciantes entendessem melhor a estrutura e a história da cozinha cantonesa.

Com o progresso acelerado feito na construção da Área da Grande Baía, Guangdong, Hong Kong e Macau estão mais interconectadas. Isso significa que transformar o programa "Cantonese Cuisine Master" em uma marca brilhante da cultura culinária é inevitável por causa do avanço do desenvolvimento da indústria de bufê na Área da Grande Baía.

FONTE The Human Resources and Social Security Department of Guangdong Province

GUANGZHOU, China, 2 de dezembro de 2019 /PRNewswire/ -- O novo impulso de Guangzhou para alívio da pobreza: maneiras inovadoras de cultivar talentos na culinária cantonesa.

Centenas de destacados chefs de 23 cidades reuniram-se em Guangzhou quando a capital da província de Guangdong, no sul da China, sediou a segunda Competição de técnicas em culinária cantonesa na Área da Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau e Intercâmbio de desenvolvimento da indústria culinária cantonesa em 29 e 30 de novembro de 2019. Com uma mistura de competição, intercâmbio cultural, apresentações, experiências e performances, o evento reuniu culturas culinárias da área da Grande Baía e consolidou o programa "Cantonese Cuisine Master" por meio do cultivo de talentos e intercâmbio cultural. Ao mesmo tempo, Guangzhou traçou um caminho orientado à culinária para a redução da pobreza, melhorando as instituições políticas e inovando maneiras de treinar talentos na cozinha cantonesa.

Com os aromas de diferentes pratos gourmet, como ganso marinado Chaoshan, leitão assado crocante, frango ao estilo português e bolas de peixe saborizadas, os participantes não puderam deixar de provar as comidas. Toda a comida oferecida foi preparada por cozinheiros de Guangdong, Hong Kong e Macau, alguns dos quais foram treinados no projeto "Cantonese Cuisine Master" iniciado por Guangdong.

"Até 30.200 pessoas foram treinadas no projeto, levando 96.000 pessoas a garantir empregos e iniciar seus negócios e ajudar muitos trabalhadores urbanos e rurais a encontrar empregos qualificados, sair da pobreza e até ganhar uma fortuna", Yang Hongshan, vice-diretor-geral do Departamento de Recursos Humanos e Segurança Social da província de Guangdong, disse em seu discurso de abertura do evento.

A China está agora implementando sua estratégia básica para aliviar a pobreza. Como Guangzhou representa o berço da culinária cantonesa e a cidade central da Área da Grande Baía e da China, Guangzhou desenvolverá uma área focada nos talentos da cozinha cantonesa e oferecerá melhores serviços para aliviar a pobreza.

Estabelecido no distrito de Conghua, o "quintal de Guangzhou", o primeiro Workshop Mestres da Culinária Cantonesa da cidade compreende 23 chefs e cozinheiros-chefe dos hotéis de renome de Guangzhou. Eles planejam, em três anos, personalizar alimentos para atividades locais de agroturismo e treinar cozinheiros locais.

Ao cooperar com universidades e empresas, Guangzhou lançou várias plataformas e workshops de treinamento de culinária cantonesa, cultivando milhares de profissionais capazes na culinária cantonesa e mais de 350 mestres da culinária cantonesa na área rural.

Além de promover a cultura da culinária cantonesa, a cidade inovou maneiras de preparar melhor os aprendizes do programa "Cantonese Cuisine Master" para conseguir um emprego e promover o alívio à pobreza.

De fato, somente através da sessão sistemática de treinamento o projeto pode se desenvolver a todo vapor. A recente proposta de Guangzhou de executar 30 prioridades em 10 categorias lançou as bases para um programa "Cantonese Cuisine Master" de qualidade.

De acordo com Liang Haoran, um instrutor participante do Instituto de Culinária Chinesa de Hong Kong, ser um bom cozinheiro exige não apenas possuir excelentes habilidades culinárias, mas também uma compreensão dos conceitos e ideias por trás dessas habilidades. "A competição proporcionou uma oportunidade para que eu e meus alunos aprendamos com outros cozinheiros", acrescentou.

As cidades da Área da Grande Baía têm sido uma parte importante do evento, com o número de cidades participantes e concorrentes batendo um recorde. Com isso, uma plataforma projetada para aprimorar o intercâmbio cultural e a cooperação na Área da Grande Baía está exercendo um efeito de agrupamento.

Um total de 10 cozinheiros de Macau participaram da competição, disse Kuang Zifeng, diretor executivo do Sindicato da Indústria de Bufê de Macau, acrescentando que a proposta de cultivo de talentos melhoraria suas habilidades e permitiria que os cozinheiros iniciantes entendessem melhor a estrutura e a história da cozinha cantonesa.

Com o progresso acelerado feito na construção da Área da Grande Baía, Guangdong, Hong Kong e Macau estão mais interconectadas. Isso significa que transformar o programa "Cantonese Cuisine Master" em uma marca brilhante da cultura culinária é inevitável por causa do avanço do desenvolvimento da indústria de bufê na Área da Grande Baía.

FONTE The Human Resources and Social Security Department of Guangdong Province