Sinopec conclui primeiro projeto de captura de carbono em escala de megatons da China

O CCUS do campo petrolífero de Qilu-Shengli reduzirá as emissões de carbono em um milhão de toneladas por ano

BEIJING, 31 de janeiro de 2022 /PRNewswire/ -- A China Petroleum & Chemical Corporation (HKG: 0386, "Sinopec") concluiu, em 29 de janeiro, a construção do primeiro projeto de captura, utilização e armazenamento de carbono em escala de megatons (CCUS) da China, o CCUS do campo petrolífero de Qilu-Shengli (o "Projeto"), que reduzirá as emissões de carbono em um milhão de toneladas por ano, o equivalente ao plantio de aproximadamente nove milhões de árvores e ao desligamento de 600 mil carros econômicos.

Como a maior base de demonstração de CCUS de cadeia industrial completa e referência no setor da China, estima-se que o Projeto aumente a produção de petróleo em 2,965 milhões de toneladas nos próximos 15 anos. É de suma importância para o desenvolvimento em escala do CCUS da China e para a construção de um modelo de "ciclo de carbono artificial" ampliar os recursos de redução das emissões de carbono da China, à medida que o país avança para alcançar as metas "duplas de carbono" de atingir o pico das emissões de carbono até 2030 e a neutralidade de carbono até 2060.

A construção do Projeto foi iniciada em julho de 2021 e é composta por duas partes: a captura de dióxido de carbono da Sinopec Qilu e o transporte e armazenamento de dióxido de carbono do campo petrolífero de Shengli. O dióxido de carbono capturado pela Sinopec Qilu será transportado para o campo petrolífero de Shengli, para seu posterior deslocamento e armazenamento via meio de transporte verde, conseguindo uma aplicação integrada de captura, transporte e armazenamento de carbono para reter o dióxido de carbono no subsolo e direcionar o petróleo para fora, transformando o lixo em tesouro.

A Sinopec Qilu construiu recentemente uma unidade de recuperação e utilização de dióxido de carbono líquido com uma capacidade de um milhão de toneladas por ano. Ela é composta por uma unidade de compressão, unidade de refrigeração, unidade de refinamento e liquefação e instalações de apoio para recuperar o dióxido de carbono do gás residual da usina de carvão-para-hidrogênio com uma taxa de purificação de mais de 99 por cento.

Além disso, o campo petrolífero de Shengli está aplicando o princípio de fácil miscibilidade do dióxido de carbono supercrítico com petróleo bruto para construir dez estações não supervisionadas de injeção de gás no campo petrolífero de Zhenglizhuang. As estações injetarão dióxido de carbono em 73 poços nas proximidades, a fim de aumentar a fluidez do petróleo bruto e melhorar a recuperação do petróleo, adotando, ao mesmo tempo, um transporte por dutos fechados de petróleo e gás para melhorar ainda mais a taxa de sequestro de dióxido de carbono.

Tomando a dianteira na P&D e construção do CCUS, a Sinopec desenvolveu seu próprio sistema de tecnologia de CCUS, que obteve bons resultados na melhoria da recuperação do petróleo bruto e na redução das emissões de carbono. Além disso, algumas de suas tecnologias de captura são líderes no mercado chinês e estão em nível avançado no mundo.

A tecnologia de captura de dióxido de carbono a baixa pressão parcial tem sido aplicada de forma bem-sucedida em mais de 50 unidades em 16 províncias e cidades da China, capturando mais de 200 mil toneladas de dióxido de carbono todos os anos. A empresa tem lidado com vários problemas significativos relacionados à tecnologia. Realizando testes em campos de minerais no leste da China e nos campos petrolíferos de Shengli e explorando o modo de desenvolvimento de injeção miscível de alta pressão de dióxido de carbono, a Sinopec solucionou com eficácia o problema da dificuldade de injeção de água e produção de poços de petróleo em reservatórios de permeabilidade ultra-baixa, propôs o inovador modo de desenvolvimento de injeção de dióxido de carbono "coordenação de transporte de rendimento" para possibilitar o desenvolvimento eficiente de reservatórios de pequenos blocos selados. A Sinopec também construiu a primeira base de transporte, utilização cíclica e armazenamento de gases de escape da China da refinaria industrial de reservatórios de petróleo com alto corte de água (water cut) no campo petrolífero da Sinopec em Zhongyuan.

Com o respaldo da investigação sistemática de fontes de emissão de dióxido de carbono de larga escala da China, a Sinopec pesquisou e elaborou o método de avaliação potencial de CCUS e criou o banco de dados "source & sink" da Sinopec. Até o momento, a Sinopec implementou 36 projetos de injeção de dióxido de carbono.

A Sinopec pretende promover as construções e viabilizar o desenvolvimento industrializado do CCUS. A Sinopec construirá um centro de P&D de CCUS para se concentrar nas inovações tecnológicas de última geração como a integração de CCUS a novas energias, energia de hidrogênio e energia de biomassa. A empresa promoverá aplicações tecnológicas como a produção de dióxido de carbono de substâncias químicas de alto valor e mineralização e utilização do dióxido de carbono para realizar avanços nas tecnologias centrais e solucionar os problemas relacionados a equipamentos na captura, transporte, utilização e armazenamento de carbono.

Com o objetivo de construir um sistema de inovação tecnológica de dióxido de carbono de "desenvolvimento tecnológico, demonstração de projeto de construção e industrialização", a Sinopec ampliará a cadeia industrial de sequestro de carbono limpo e formará a base da inovação tecnológica para a redução das emissões de carbono.

Entre 2021 e 2025, a Sinopec desenvolverá outro projeto de demonstração de CCUS em escala de megatons, em parceria com a Sinopec Nanjing Chemical Industries Co., Ltd., nos campos petrolíferos afiliados da Sinopec no leste da China e no campo petrolífero da Sinopec em Jiangsu, a fim de alcançar o desenvolvimento industrializado de CCUS e ampliar as perspectivas, à medida que a China avança para atingir o pico das emissões de carbono e a neutralidade de carbono.

Para obter mais informações, acesse Sinopec.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1736540/Sinopec_Completes_China_s_First_Megaton_Scale_Carbon_Capture_Project.jpg

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/960416/SINOPEC_Logo.jpg

 

 

FONTE SINOPEC

O CCUS do campo petrolífero de Qilu-Shengli reduzirá as emissões de carbono em um milhão de toneladas por ano

BEIJING, 31 de janeiro de 2022 /PRNewswire/ -- A China Petroleum & Chemical Corporation (HKG: 0386, "Sinopec") concluiu, em 29 de janeiro, a construção do primeiro projeto de captura, utilização e armazenamento de carbono em escala de megatons (CCUS) da China, o CCUS do campo petrolífero de Qilu-Shengli (o "Projeto"), que reduzirá as emissões de carbono em um milhão de toneladas por ano, o equivalente ao plantio de aproximadamente nove milhões de árvores e ao desligamento de 600 mil carros econômicos.

Como a maior base de demonstração de CCUS de cadeia industrial completa e referência no setor da China, estima-se que o Projeto aumente a produção de petróleo em 2,965 milhões de toneladas nos próximos 15 anos. É de suma importância para o desenvolvimento em escala do CCUS da China e para a construção de um modelo de "ciclo de carbono artificial" ampliar os recursos de redução das emissões de carbono da China, à medida que o país avança para alcançar as metas "duplas de carbono" de atingir o pico das emissões de carbono até 2030 e a neutralidade de carbono até 2060.

A construção do Projeto foi iniciada em julho de 2021 e é composta por duas partes: a captura de dióxido de carbono da Sinopec Qilu e o transporte e armazenamento de dióxido de carbono do campo petrolífero de Shengli. O dióxido de carbono capturado pela Sinopec Qilu será transportado para o campo petrolífero de Shengli, para seu posterior deslocamento e armazenamento via meio de transporte verde, conseguindo uma aplicação integrada de captura, transporte e armazenamento de carbono para reter o dióxido de carbono no subsolo e direcionar o petróleo para fora, transformando o lixo em tesouro.

A Sinopec Qilu construiu recentemente uma unidade de recuperação e utilização de dióxido de carbono líquido com uma capacidade de um milhão de toneladas por ano. Ela é composta por uma unidade de compressão, unidade de refrigeração, unidade de refinamento e liquefação e instalações de apoio para recuperar o dióxido de carbono do gás residual da usina de carvão-para-hidrogênio com uma taxa de purificação de mais de 99 por cento.

Além disso, o campo petrolífero de Shengli está aplicando o princípio de fácil miscibilidade do dióxido de carbono supercrítico com petróleo bruto para construir dez estações não supervisionadas de injeção de gás no campo petrolífero de Zhenglizhuang. As estações injetarão dióxido de carbono em 73 poços nas proximidades, a fim de aumentar a fluidez do petróleo bruto e melhorar a recuperação do petróleo, adotando, ao mesmo tempo, um transporte por dutos fechados de petróleo e gás para melhorar ainda mais a taxa de sequestro de dióxido de carbono.

Tomando a dianteira na P&D e construção do CCUS, a Sinopec desenvolveu seu próprio sistema de tecnologia de CCUS, que obteve bons resultados na melhoria da recuperação do petróleo bruto e na redução das emissões de carbono. Além disso, algumas de suas tecnologias de captura são líderes no mercado chinês e estão em nível avançado no mundo.

A tecnologia de captura de dióxido de carbono a baixa pressão parcial tem sido aplicada de forma bem-sucedida em mais de 50 unidades em 16 províncias e cidades da China, capturando mais de 200 mil toneladas de dióxido de carbono todos os anos. A empresa tem lidado com vários problemas significativos relacionados à tecnologia. Realizando testes em campos de minerais no leste da China e nos campos petrolíferos de Shengli e explorando o modo de desenvolvimento de injeção miscível de alta pressão de dióxido de carbono, a Sinopec solucionou com eficácia o problema da dificuldade de injeção de água e produção de poços de petróleo em reservatórios de permeabilidade ultra-baixa, propôs o inovador modo de desenvolvimento de injeção de dióxido de carbono "coordenação de transporte de rendimento" para possibilitar o desenvolvimento eficiente de reservatórios de pequenos blocos selados. A Sinopec também construiu a primeira base de transporte, utilização cíclica e armazenamento de gases de escape da China da refinaria industrial de reservatórios de petróleo com alto corte de água (water cut) no campo petrolífero da Sinopec em Zhongyuan.

Com o respaldo da investigação sistemática de fontes de emissão de dióxido de carbono de larga escala da China, a Sinopec pesquisou e elaborou o método de avaliação potencial de CCUS e criou o banco de dados "source & sink" da Sinopec. Até o momento, a Sinopec implementou 36 projetos de injeção de dióxido de carbono.

A Sinopec pretende promover as construções e viabilizar o desenvolvimento industrializado do CCUS. A Sinopec construirá um centro de P&D de CCUS para se concentrar nas inovações tecnológicas de última geração como a integração de CCUS a novas energias, energia de hidrogênio e energia de biomassa. A empresa promoverá aplicações tecnológicas como a produção de dióxido de carbono de substâncias químicas de alto valor e mineralização e utilização do dióxido de carbono para realizar avanços nas tecnologias centrais e solucionar os problemas relacionados a equipamentos na captura, transporte, utilização e armazenamento de carbono.

Com o objetivo de construir um sistema de inovação tecnológica de dióxido de carbono de "desenvolvimento tecnológico, demonstração de projeto de construção e industrialização", a Sinopec ampliará a cadeia industrial de sequestro de carbono limpo e formará a base da inovação tecnológica para a redução das emissões de carbono.

Entre 2021 e 2025, a Sinopec desenvolverá outro projeto de demonstração de CCUS em escala de megatons, em parceria com a Sinopec Nanjing Chemical Industries Co., Ltd., nos campos petrolíferos afiliados da Sinopec no leste da China e no campo petrolífero da Sinopec em Jiangsu, a fim de alcançar o desenvolvimento industrializado de CCUS e ampliar as perspectivas, à medida que a China avança para atingir o pico das emissões de carbono e a neutralidade de carbono.

Para obter mais informações, acesse Sinopec.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1736540/Sinopec_Completes_China_s_First_Megaton_Scale_Carbon_Capture_Project.jpg

Logotipo - https://mma.prnewswire.com/media/960416/SINOPEC_Logo.jpg

 

 

FONTE SINOPEC

Você acabou de ler:

Sinopec conclui primeiro projeto de captura de carbono em escala de megatons da China

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/sinopec-conclui-primeiro-projeto-de-captura-de-carbono-em-escala-de-megatons-da-china/