Site PessoaDoente.com.br informa sobre a Vacina contra Gripe

CURITIBA, Brasil, 19 de junho de 2019 /PRNewswire/ -- É difícil de acreditar, mas no Brasil muita gente morre de gripe. Uma doença tão popular e ao mesmo tempo tão perigosa. Mas, o que tem auxiliado bastante para que esse número de óbitos em decorrência da doença diminua é a Vacina da Gripe, que com certeza você já tomou ou conhece alguém que já tenha tomado. Conheça agora a história dessa vacina desenvolvida para salvar vidas.

Estamos em 2019 e acabamos de encerrar mais uma campanha de vacinação contra a gripe, a temida Influenza. O que muita gente não sabe é que o combate a esse vírus acontece no Brasil já tem 20 anos.

É isso mesmo. Há exatos 20 anos se iniciava no país a primeira campanha de vacinação contra o vírus da Influenza, a popular gripe.

Desde essa primeira campanha pode-se dizer que algumas coisas foram modificadas. Como por exemplo, o quantitativo de pessoas que podem receber a vacina. O público alvo da campanha aumentou, assim como o número de doses disponibilizadas que também cresceu. Sem falar nas cepas de vírus que são utilizadas para a fabricação da vacina, que também mudou. Mas o que tudo isso significa?

Ah, isso significa que um maior número de pessoas, como crianças, idosos, entre outras, puderam se beneficiar da vacina e se tornaram imunes ao vírus.

Neste ano de 2019 a campanha teve início no dia 10 do mês de abril e foi encerrada no dia 31 do mês de maio. Sendo o dia D realizado em um sábado, dia 04 do mês de maio. Dia este em que postos de saúde de todo o país abriram suas portas para receber o público para vacinação.

Como mencionado anteriormente, existe um público-alvo, que são pessoas que fazem parte do chamado grupo de risco. Sendo estas pessoas, crianças de 1 a 5 anos de idade, idosos com idade superior a 60, pessoas de comunidades indígenas, gestantes e mulheres em período de puerpério e portadores de doenças crônicas.

Muitas pessoas questionam por que a vacina não é liberada para toda a população. E para isso a resposta é simples. A vacina é oferecida de forma gratuita pelo Ministério da Saúde. Contudo, para esse público –alvo o seu valor já é bastante elevado para os cofres públicos, ficando inviável a disponibilidade para toda a população. Mas, por outro lado, quando grande parte da população é imunizada, o vírus perde força e a doença não avança. Ou seja, com a campanha de vacinação todos são beneficiados, tanto o público mais suscetível à doença, quanto o restante da população.

Neste ano, o Ministério da Saúde decidiu antecipar a campanha em 15 dias. Aliás, no estado do Amazonas a campanha teve início já no dia 20 do mês de março, pelo motivo de existir um elevado número de casos da doença.

Os profissionais da saúde afirmam que quanto mais cedo ocorre a vacinação, melhor é para a população.

Na realidade, a data para início da campanha é definida com base em um cronograma. A OMS, que é a Organização Mundial da Saúde, informa as cepas do vírus influenza no mês de setembro do ano que antecede a campanha. Dessa forma, os laboratórios precisam de um tempo maior para produzir e fazer a distribuição das doses. Mas o plano inicial é de que as campanhas aconteçam sempre entre os meses de março, abril e maio, o que é muito pertinente, pois são meses que antecedem ao outono e inverno, que são estações do ano mais frias e onde as pessoas em geral têm mais tendências a contraírem o vírus da gripe.

Nesse sentido, se você faz parte do grupo de risco e ainda não se vacinou, procure um posto de saúde. Embora a campanha já tenha acabado, é possível que tenham restado algumas doses.

Proteja-se contra a Influenza.

Para conferir mais notícias sobre a área de Saúde, Campanhas de Vacinação e pesquisas na área, acesse o site www.pessoadoente.com.br.

BLOGOLANDIA LTDA.

Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico

CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil

www.blogolandialtda.com.br

blogolandiabrasil@gmail.com

+55 (41) 2105-5913

+55 (41) 9 9142 0228

+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Site Pessoa Doente

CURITIBA, Brasil, 19 de junho de 2019 /PRNewswire/ -- É difícil de acreditar, mas no Brasil muita gente morre de gripe. Uma doença tão popular e ao mesmo tempo tão perigosa. Mas, o que tem auxiliado bastante para que esse número de óbitos em decorrência da doença diminua é a Vacina da Gripe, que com certeza você já tomou ou conhece alguém que já tenha tomado. Conheça agora a história dessa vacina desenvolvida para salvar vidas.

Estamos em 2019 e acabamos de encerrar mais uma campanha de vacinação contra a gripe, a temida Influenza. O que muita gente não sabe é que o combate a esse vírus acontece no Brasil já tem 20 anos.

É isso mesmo. Há exatos 20 anos se iniciava no país a primeira campanha de vacinação contra o vírus da Influenza, a popular gripe.

Desde essa primeira campanha pode-se dizer que algumas coisas foram modificadas. Como por exemplo, o quantitativo de pessoas que podem receber a vacina. O público alvo da campanha aumentou, assim como o número de doses disponibilizadas que também cresceu. Sem falar nas cepas de vírus que são utilizadas para a fabricação da vacina, que também mudou. Mas o que tudo isso significa?

Ah, isso significa que um maior número de pessoas, como crianças, idosos, entre outras, puderam se beneficiar da vacina e se tornaram imunes ao vírus.

Neste ano de 2019 a campanha teve início no dia 10 do mês de abril e foi encerrada no dia 31 do mês de maio. Sendo o dia D realizado em um sábado, dia 04 do mês de maio. Dia este em que postos de saúde de todo o país abriram suas portas para receber o público para vacinação.

Como mencionado anteriormente, existe um público-alvo, que são pessoas que fazem parte do chamado grupo de risco. Sendo estas pessoas, crianças de 1 a 5 anos de idade, idosos com idade superior a 60, pessoas de comunidades indígenas, gestantes e mulheres em período de puerpério e portadores de doenças crônicas.

Muitas pessoas questionam por que a vacina não é liberada para toda a população. E para isso a resposta é simples. A vacina é oferecida de forma gratuita pelo Ministério da Saúde. Contudo, para esse público –alvo o seu valor já é bastante elevado para os cofres públicos, ficando inviável a disponibilidade para toda a população. Mas, por outro lado, quando grande parte da população é imunizada, o vírus perde força e a doença não avança. Ou seja, com a campanha de vacinação todos são beneficiados, tanto o público mais suscetível à doença, quanto o restante da população.

Neste ano, o Ministério da Saúde decidiu antecipar a campanha em 15 dias. Aliás, no estado do Amazonas a campanha teve início já no dia 20 do mês de março, pelo motivo de existir um elevado número de casos da doença.

Os profissionais da saúde afirmam que quanto mais cedo ocorre a vacinação, melhor é para a população.

Na realidade, a data para início da campanha é definida com base em um cronograma. A OMS, que é a Organização Mundial da Saúde, informa as cepas do vírus influenza no mês de setembro do ano que antecede a campanha. Dessa forma, os laboratórios precisam de um tempo maior para produzir e fazer a distribuição das doses. Mas o plano inicial é de que as campanhas aconteçam sempre entre os meses de março, abril e maio, o que é muito pertinente, pois são meses que antecedem ao outono e inverno, que são estações do ano mais frias e onde as pessoas em geral têm mais tendências a contraírem o vírus da gripe.

Nesse sentido, se você faz parte do grupo de risco e ainda não se vacinou, procure um posto de saúde. Embora a campanha já tenha acabado, é possível que tenham restado algumas doses.

Proteja-se contra a Influenza.

Para conferir mais notícias sobre a área de Saúde, Campanhas de Vacinação e pesquisas na área, acesse o site www.pessoadoente.com.br.

BLOGOLANDIA LTDA.

Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico

CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil

www.blogolandialtda.com.br

blogolandiabrasil@gmail.com

+55 (41) 2105-5913

+55 (41) 9 9142 0228

+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Site Pessoa Doente