Site Preço de Carros ensina Como Fazer o Rodízio de Pneus Corretamente

CURITIBA, Brasil, 19 de junho de 2019 /PRNewswire/ -- Os pneus dos automóveis são o toque final que proporciona ao carro sua velocidade e suavidade, além da segurança. Entretanto, o pneu constitui a parte mais descartável do carro, caminhão, etc. O desgaste da borracha, com carbono adicionado (por isso os pneus são pretos) é constante.

Deste modo, toda pessoa que possui um automóvel deverá estar muito atenta com relação ao necessário rodízio dos pneus, que deve ser efetuado sempre que se observar evidentes desgastes e outros sinais de problemas. Não há um tempo definido para trocar os pneus, dado que isso varia conforme o tempo de utilização do carro.

O termo "rodízio", aqui, se refere precisamente à troca dos componentes dos eixos, no sentido de fazer equilibrar a vida útil dos próprios pneus e garantir melhor estabilidade ao veículo. Estes ajustes vão ajudar, sobretudo, nas curvas e nas freadas, nas cidades e nas estradas.

Tudo se desgasta com o tempo. Até as peças de metal, sobretudo os pneus, que são de material poroso, fruto de vulcanização.

Todos os automóveis munidos de tração na parte dianteira, popularmente conhecidos como carros para passeio, estão entre líderes de comércio no mercado brasileiro. Pois bem, esses veículos tendem a concentrar maior força nas rodas da frente e, por conseguinte, estão bem mais propensos a desgastarem mais os pneus dianteiros.

Como funciona?

O conjunto da motorização está equipado de potência por meio da chamada força de torque, da mecanização, sendo que todo o esforço se direciona para o giro do volante (que faz friccionar os pneus frontais constantemente) e o aceleramento, o constante frear e demais outros fatores, proporcionando maior desgaste nas rodas da frente.

Dica para saber quando o pneu apresenta sinais de que está ficando careca:

Será necessário verificar a chamada marcação de banda de rodagem no pneu, ou seja, aquela porção da borracha do mesmo que entra em contato direto com o solo, o sulco, o qual é sempre indicado pela presença de um triângulo ou de letras, e ao observar o avanço do desgaste, se pode ter uma estimativa de quando será necessário trocar ou fazer o rodízio completo das quatro rodas.

Existem casos em que será muito recomendado que seja realizado um rodízio total, depois de um período de 5mil km a 10mil km rodados. Ao levar o carro para uma revisão, é fundamental checar todos os pneus,

Mais dicas sobre o necessário rodízio dos pneus seguem na relação abaixo:

Basicamente os pneus devem ser trocados dentro de um esquema em que os traseiros serão encaixados no eixo dianteiro em linha reta, e os da frente vão para o eixo traseiro em linha cruzada. Método de economia e segurança.

Com relação ao chamado Pneu Unidirecional, que é um tipo em que os desenhos são unidirecionais, o mesmo deve sempre ser trocado em linha reta, tanto os pneus do eixo dianteiro quanto os do eixo traseiro.

Mais três dicas muito úteis:

A – Evite utilizar o pneu estepe que chega acoplado no carro, da indústria, deve ser evitado, utilizado só em casos emergenciais;

B – Os Pneus que são de tamanhos distintos jamais poderão ser trocados entre si, por segurança;

C – Assim que o rodízio estiver efetivado, o motorista deverá levar o carro para fazer um alinhamento e um balanceamento, no sentido de proporcionar a devida estabilidade direcional do automóvel. Questão básica de segurança.

Para se evitar transtornos ao longo de uma viagem, estar sem pneu reserva nas estradas, ou garantir a segurança, sem rodar com pneus carecas, é muito recomendado adquirir pneus novos, dentro de todas as dicas acima dadas.

Para conferir mais dicas e as últimas notícias do mundo automobilístico, acesse o site www.precocarros.com.

BLOGOLANDIA LTDA.

Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico

CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil

www.blogolandialtda.com.br

blogolandiabrasil@gmail.com

+55 (41) 2105-5913

+55 (41) 9 9142 0228

+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Site Preço de Carros

CURITIBA, Brasil, 19 de junho de 2019 /PRNewswire/ -- Os pneus dos automóveis são o toque final que proporciona ao carro sua velocidade e suavidade, além da segurança. Entretanto, o pneu constitui a parte mais descartável do carro, caminhão, etc. O desgaste da borracha, com carbono adicionado (por isso os pneus são pretos) é constante.

Deste modo, toda pessoa que possui um automóvel deverá estar muito atenta com relação ao necessário rodízio dos pneus, que deve ser efetuado sempre que se observar evidentes desgastes e outros sinais de problemas. Não há um tempo definido para trocar os pneus, dado que isso varia conforme o tempo de utilização do carro.

O termo "rodízio", aqui, se refere precisamente à troca dos componentes dos eixos, no sentido de fazer equilibrar a vida útil dos próprios pneus e garantir melhor estabilidade ao veículo. Estes ajustes vão ajudar, sobretudo, nas curvas e nas freadas, nas cidades e nas estradas.

Tudo se desgasta com o tempo. Até as peças de metal, sobretudo os pneus, que são de material poroso, fruto de vulcanização.

Todos os automóveis munidos de tração na parte dianteira, popularmente conhecidos como carros para passeio, estão entre líderes de comércio no mercado brasileiro. Pois bem, esses veículos tendem a concentrar maior força nas rodas da frente e, por conseguinte, estão bem mais propensos a desgastarem mais os pneus dianteiros.

Como funciona?

O conjunto da motorização está equipado de potência por meio da chamada força de torque, da mecanização, sendo que todo o esforço se direciona para o giro do volante (que faz friccionar os pneus frontais constantemente) e o aceleramento, o constante frear e demais outros fatores, proporcionando maior desgaste nas rodas da frente.

Dica para saber quando o pneu apresenta sinais de que está ficando careca:

Será necessário verificar a chamada marcação de banda de rodagem no pneu, ou seja, aquela porção da borracha do mesmo que entra em contato direto com o solo, o sulco, o qual é sempre indicado pela presença de um triângulo ou de letras, e ao observar o avanço do desgaste, se pode ter uma estimativa de quando será necessário trocar ou fazer o rodízio completo das quatro rodas.

Existem casos em que será muito recomendado que seja realizado um rodízio total, depois de um período de 5mil km a 10mil km rodados. Ao levar o carro para uma revisão, é fundamental checar todos os pneus,

Mais dicas sobre o necessário rodízio dos pneus seguem na relação abaixo:

Basicamente os pneus devem ser trocados dentro de um esquema em que os traseiros serão encaixados no eixo dianteiro em linha reta, e os da frente vão para o eixo traseiro em linha cruzada. Método de economia e segurança.

Com relação ao chamado Pneu Unidirecional, que é um tipo em que os desenhos são unidirecionais, o mesmo deve sempre ser trocado em linha reta, tanto os pneus do eixo dianteiro quanto os do eixo traseiro.

Mais três dicas muito úteis:

A – Evite utilizar o pneu estepe que chega acoplado no carro, da indústria, deve ser evitado, utilizado só em casos emergenciais;

B – Os Pneus que são de tamanhos distintos jamais poderão ser trocados entre si, por segurança;

C – Assim que o rodízio estiver efetivado, o motorista deverá levar o carro para fazer um alinhamento e um balanceamento, no sentido de proporcionar a devida estabilidade direcional do automóvel. Questão básica de segurança.

Para se evitar transtornos ao longo de uma viagem, estar sem pneu reserva nas estradas, ou garantir a segurança, sem rodar com pneus carecas, é muito recomendado adquirir pneus novos, dentro de todas as dicas acima dadas.

Para conferir mais dicas e as últimas notícias do mundo automobilístico, acesse o site www.precocarros.com.

BLOGOLANDIA LTDA.

Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico

CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil

www.blogolandialtda.com.br

blogolandiabrasil@gmail.com

+55 (41) 2105-5913

+55 (41) 9 9142 0228

+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Site Preço de Carros