Site PrecoMotos.com dá dicas de cuidados para comprar moto usada

CURITIBA, Brasil, 15 de outubro de 2019 /PRNewswire/ -- Os amantes de moto que o digam: nada que uma moto e uma estrada não resolvam!

Agilidade no trânsito, independência do transporte público, liberdade na estrada, sensação do vento no rosto e economia de combustível são apenas algumas das vantagens do uso da moto para as rotinas do dia a dia. Isso porque a moto ainda é uma alternativa de transporte barato, rápido e de baixo custo em relação aos carros. E na busca pela economia de dinheiro, as motos usadas estão sempre entre as opções de escolha.

Segundo o anuário da FENABRAVE, em 2018 foram vendidas mais de 3 motos usadas para cada moto nova, mostrando que alguns fatores pesam no momento da escolha e decisão de compra pelo usado.

Você poderia refletir sobre: por que comprar uma moto zero quilômetro, se é possível encontrar a mesma moto usada por um valor menor? A desvalorização da moto é significante e tem sido considerada no momento da compra.

Outro fator importante é por que comprar uma moto básica zero quilômetro se é possível comprar com esse mesmo dinheiro um modelo usado mais avançado fabricado no ano anterior?

Em todos os casos, a decisão por uma seminova pode trazer uma economia de 10% a 20% do que se pagaria em uma moto nova. Muito embora represente um bom investimento, cuidados devem ser tomados para que a realização de um sonho não se transforme em dores de cabeça e arrependimentos.

Confira agora algumas dicas podem ajudar na hora de comprar uma moto usada:

1º Procure comprar de fontes conhecidas – comprar moto de pessoas conhecidas com histórico de cuidado e zelo pelos seus pertences aumenta a chance da moto estar em boas condições de conservação e com a manutenção em dia.

2º Confira se a documentação está em dia – são muitos os casos de motos vendidas com pendência no IPVA, multas não pagas e inspeção veicular não realizada, trazendo dores de cabeça ao comprador. Não confie no laudo impresso! Confira a placa e o Renavam da moto no site do DETRAN.

3º Condições das peças – Observe se as partes da moto apresentam sinais de desgaste, anomalias, corrosão e outros sinais que chamem a atenção para uma possível má conservação da moto.

4º Observe o funcionamento da moto – Uma moto com a manutenção em dia trabalha com harmonia em seu sistema, não havendo descompasso, perda de potência ou sons estranhos. Desconfie de tudo o que lhe parecer estranho. Testá-la com o motor frio é uma boa dica.

5º Dirija a moto – Sentir a moto em movimento é importante para a sua escolha e o test drive pode lhe trazer a experiência do conforto, satisfação, controle e certeza de que essa é a moto que você realmente deseja comprar. Considere a altura, arranque e o comportamento da moto não somente no trânsito como também na estrada.

6º Considere o consumo – Embora as motos sejam muito relativamente econômicas, há diferença no consumo de combustível entre os diversos modelos disponíveis. Busque informações sobre as características técnicas da moto no manual do fabricante ou tire sua vida com uma pessoa que tenha ou já teve o mesmo modelo.

7º Custo com manutenção – para que a moto esteja sempre em boas condições de uso e nunca lhe deixe na mão, é preciso manter a manutenção em dia. Procure conhecer o preço cobrado nas lojas pelas principais peças de substituição comum e consulte um mecânico de sua confiança quanto a reputação da moto em termos de manutenção.

8º Histórico de roubo – confira se na sua cidade há um histórico de roubo do modelo da moto que você pretende comprar, consultando o site da Polícia Rodoviária Federal. Algumas motos são visadas e acabam sendo alvo para roubo, remoção de peças e vendas no mercado paralelo. Tenha cuidado!

9º Considere o preço do seguro – Além do risco de roubo, o seguro é importante porque traz uma segurança e garantia maior para os casos de pane, acidentes próprios e com terceiros e para situações simples como pneu furado e quebra de retrovisor. Por isso, confira se o seguro para a sua moto está dentro do orçamento previsto, fazendo a cotação com várias seguradoras, permitindo uma análise da melhor opção.

O mais importante é analisar bem a moto usada que será comprada, sentir-se bem com ela e curti-la sempre que puder, pois a melhor forma de relaxar é seguindo a vida equilibrado em uma moto.

Para conferir mais notícias sobre Motos, acesse o site https://www.precomotos.com/ .

BLOGOLANDIA LTDA.

Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico

CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil

www.blogolandialtda.com.br

blogolandiabrasil@gmail.com

+55 (41) 2105-5913

+55 (41) 9 9142 0228

+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Preço Motos

CURITIBA, Brasil, 15 de outubro de 2019 /PRNewswire/ -- Os amantes de moto que o digam: nada que uma moto e uma estrada não resolvam!

Agilidade no trânsito, independência do transporte público, liberdade na estrada, sensação do vento no rosto e economia de combustível são apenas algumas das vantagens do uso da moto para as rotinas do dia a dia. Isso porque a moto ainda é uma alternativa de transporte barato, rápido e de baixo custo em relação aos carros. E na busca pela economia de dinheiro, as motos usadas estão sempre entre as opções de escolha.

Segundo o anuário da FENABRAVE, em 2018 foram vendidas mais de 3 motos usadas para cada moto nova, mostrando que alguns fatores pesam no momento da escolha e decisão de compra pelo usado.

Você poderia refletir sobre: por que comprar uma moto zero quilômetro, se é possível encontrar a mesma moto usada por um valor menor? A desvalorização da moto é significante e tem sido considerada no momento da compra.

Outro fator importante é por que comprar uma moto básica zero quilômetro se é possível comprar com esse mesmo dinheiro um modelo usado mais avançado fabricado no ano anterior?

Em todos os casos, a decisão por uma seminova pode trazer uma economia de 10% a 20% do que se pagaria em uma moto nova. Muito embora represente um bom investimento, cuidados devem ser tomados para que a realização de um sonho não se transforme em dores de cabeça e arrependimentos.

Confira agora algumas dicas podem ajudar na hora de comprar uma moto usada:

1º Procure comprar de fontes conhecidas – comprar moto de pessoas conhecidas com histórico de cuidado e zelo pelos seus pertences aumenta a chance da moto estar em boas condições de conservação e com a manutenção em dia.

2º Confira se a documentação está em dia – são muitos os casos de motos vendidas com pendência no IPVA, multas não pagas e inspeção veicular não realizada, trazendo dores de cabeça ao comprador. Não confie no laudo impresso! Confira a placa e o Renavam da moto no site do DETRAN.

3º Condições das peças – Observe se as partes da moto apresentam sinais de desgaste, anomalias, corrosão e outros sinais que chamem a atenção para uma possível má conservação da moto.

4º Observe o funcionamento da moto – Uma moto com a manutenção em dia trabalha com harmonia em seu sistema, não havendo descompasso, perda de potência ou sons estranhos. Desconfie de tudo o que lhe parecer estranho. Testá-la com o motor frio é uma boa dica.

5º Dirija a moto – Sentir a moto em movimento é importante para a sua escolha e o test drive pode lhe trazer a experiência do conforto, satisfação, controle e certeza de que essa é a moto que você realmente deseja comprar. Considere a altura, arranque e o comportamento da moto não somente no trânsito como também na estrada.

6º Considere o consumo – Embora as motos sejam muito relativamente econômicas, há diferença no consumo de combustível entre os diversos modelos disponíveis. Busque informações sobre as características técnicas da moto no manual do fabricante ou tire sua vida com uma pessoa que tenha ou já teve o mesmo modelo.

7º Custo com manutenção – para que a moto esteja sempre em boas condições de uso e nunca lhe deixe na mão, é preciso manter a manutenção em dia. Procure conhecer o preço cobrado nas lojas pelas principais peças de substituição comum e consulte um mecânico de sua confiança quanto a reputação da moto em termos de manutenção.

8º Histórico de roubo – confira se na sua cidade há um histórico de roubo do modelo da moto que você pretende comprar, consultando o site da Polícia Rodoviária Federal. Algumas motos são visadas e acabam sendo alvo para roubo, remoção de peças e vendas no mercado paralelo. Tenha cuidado!

9º Considere o preço do seguro – Além do risco de roubo, o seguro é importante porque traz uma segurança e garantia maior para os casos de pane, acidentes próprios e com terceiros e para situações simples como pneu furado e quebra de retrovisor. Por isso, confira se o seguro para a sua moto está dentro do orçamento previsto, fazendo a cotação com várias seguradoras, permitindo uma análise da melhor opção.

O mais importante é analisar bem a moto usada que será comprada, sentir-se bem com ela e curti-la sempre que puder, pois a melhor forma de relaxar é seguindo a vida equilibrado em uma moto.

Para conferir mais notícias sobre Motos, acesse o site https://www.precomotos.com/ .

BLOGOLANDIA LTDA.

Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico

CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil

www.blogolandialtda.com.br

blogolandiabrasil@gmail.com

+55 (41) 2105-5913

+55 (41) 9 9142 0228

+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Preço Motos