Site Vaga.Work dá dicas de como montar o currículo para o primeiro emprego

CURITIBA, Brasil, 15 de outubro de 2019 /PRNewswire/ -- Muitos jovens chegam na fase de arrumar o primeiro emprego e não sabem como agir. Principalmente em relação a elaborar o seu currículo profissional. Pode até parecer complicado, mas é possível sim fazer um currículo completo, mesmo sem ter experiência profissional anterior. Toda empresa que vai contratar uma pessoa para seu primeiro emprego, vai analisar seu currículo de forma diferente, pois já é óbvio que aquela não tem experiência profissional para mostrar. Veja agora as principais dicas para montar um currículo profissional e tentar a vaga do primeiro emprego.

Informações importantes

O currículo profissional tem uma base própria. Com ela o candidato mostra suas principais informações e assim, a empresa que vai contratar pode avaliar de forma objetiva sobre cada candidato. Como estamos falando do primeiro emprego, esse currículo não terá informações profissionais, mas terá outras informações importantes também. Veja abaixo como é feita essa elaboração por etapas.

Etapa 1- Dados Pessoais

Os dados pessoais são muito importantes em qualquer currículo. Lá o candidato vai informar sobre as seguintes informações:

- Nome completo;

- Idade;

- Endereço;

- Estado civil;

- Estado;

- Cidade;

- E-mail de contato (principal);

- Telefone de recado (fixo, celular e de recado);

Etapa 2- Objetivo

Nessa etapa o candidato vai informar sobre os seus objetivos profissionais. É preciso deixar isso muito claro com suas palavras. A melhor dica é ser objetivo e evitar ficar enrolando ou enchendo linguiça. Escolha pelo menos três fatores importantes que se encaixe no que é pedido. Que é mostrar o que realmente quer, dentro da área profissional.

Etapa 3- Resuma suas qualificações

Nessa etapa o candidato vai falar sobre suas principais habilidades. Aquelas que sempre são elogiadas por amigos, familiares e até mesmo professores. Se já trabalhou sem carteira e achou válida a experiência, pode colocar nessa parte também.

Etapa 4- Informações sobre a Formação Acadêmica

Nessa parte o candidato vai colocar todas as suas formações escolares e citar o ano de início e de finalização do último curso feito. Quem fez a Graduação deve especificar onde estudou e o curso que fez. Todas as informações sobre a formação profissional é um diferencial na análise do currículo do candidato.

Etapa 5- Experiência Profissional

Muitos candidatos que nunca trabalharam de carteira assinada, já tiveram alguma experiência profissional. A maioria é informal ou renda extra. É importante ressaltar as informações que parecem ser importantes.

Etapa 6- Cursos complementares

O candidato que realizou algum tipo de curso extra, deve sim colocar em seu currículo profissional. Assim as chances de ser melhor aproveitado na empresa pode aumentar.

Etapa 7- Curso de Informática

Hoje em dia é extremamente importante ter noção de informática. Principalmente para ser empregado. Qualquer curso feito dentro dessa área, deve ser colocado no currículo. Isso soma como ponto positivo e pode ajudar na hora da disputa por uma vaga de emprego.

Etapa 8- Curso de Idiomas

Toda empresa vai valorizar o profissional que tem noção de algum idioma. Hoje em dia, quem tem esse diferencial vai sair em disparado na frente dos outros candidatos. Então se você tem algum tipo de curso na área de idioma, deixe isso bem claro em seu currículo profissional. Essa informação é muito valiosa.

Etapa final- Informações complementares

Nessa parte o candidato deve falar sobre qualquer coisa que julgue importante e que não se encaixa nas etapas anteriores. Mas, é preciso ter muito cuidado em relação a isso.

O que deve ser evitado

Muitas pessoas ainda comentem muitas gafes, mesmo na elaboração do currículo profissional. E entre as mais famosas estão: falar mal de si mesmo, falar mal de alguma empresa, colocar pretensão salarial (a não ser que a empresa peça), certificado de cursos realizados e carta de referência.

Essas são as principais dicas para quem vai fazer um currículo para tentar o primeiro emprego!

Para conferir mais notícias sobre Processos Seletivos e Concursos, acesse o site https://www.vaga.work.

BLOGOLANDIA LTDA.

Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico

CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil

www.blogolandialtda.com.br

blogolandiabrasil@gmail.com

+55 (41) 2105-5913

+55 (41) 9 9142 0228

+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Vaga Work

CURITIBA, Brasil, 15 de outubro de 2019 /PRNewswire/ -- Muitos jovens chegam na fase de arrumar o primeiro emprego e não sabem como agir. Principalmente em relação a elaborar o seu currículo profissional. Pode até parecer complicado, mas é possível sim fazer um currículo completo, mesmo sem ter experiência profissional anterior. Toda empresa que vai contratar uma pessoa para seu primeiro emprego, vai analisar seu currículo de forma diferente, pois já é óbvio que aquela não tem experiência profissional para mostrar. Veja agora as principais dicas para montar um currículo profissional e tentar a vaga do primeiro emprego.

Informações importantes

O currículo profissional tem uma base própria. Com ela o candidato mostra suas principais informações e assim, a empresa que vai contratar pode avaliar de forma objetiva sobre cada candidato. Como estamos falando do primeiro emprego, esse currículo não terá informações profissionais, mas terá outras informações importantes também. Veja abaixo como é feita essa elaboração por etapas.

Etapa 1- Dados Pessoais

Os dados pessoais são muito importantes em qualquer currículo. Lá o candidato vai informar sobre as seguintes informações:

- Nome completo;

- Idade;

- Endereço;

- Estado civil;

- Estado;

- Cidade;

- E-mail de contato (principal);

- Telefone de recado (fixo, celular e de recado);

Etapa 2- Objetivo

Nessa etapa o candidato vai informar sobre os seus objetivos profissionais. É preciso deixar isso muito claro com suas palavras. A melhor dica é ser objetivo e evitar ficar enrolando ou enchendo linguiça. Escolha pelo menos três fatores importantes que se encaixe no que é pedido. Que é mostrar o que realmente quer, dentro da área profissional.

Etapa 3- Resuma suas qualificações

Nessa etapa o candidato vai falar sobre suas principais habilidades. Aquelas que sempre são elogiadas por amigos, familiares e até mesmo professores. Se já trabalhou sem carteira e achou válida a experiência, pode colocar nessa parte também.

Etapa 4- Informações sobre a Formação Acadêmica

Nessa parte o candidato vai colocar todas as suas formações escolares e citar o ano de início e de finalização do último curso feito. Quem fez a Graduação deve especificar onde estudou e o curso que fez. Todas as informações sobre a formação profissional é um diferencial na análise do currículo do candidato.

Etapa 5- Experiência Profissional

Muitos candidatos que nunca trabalharam de carteira assinada, já tiveram alguma experiência profissional. A maioria é informal ou renda extra. É importante ressaltar as informações que parecem ser importantes.

Etapa 6- Cursos complementares

O candidato que realizou algum tipo de curso extra, deve sim colocar em seu currículo profissional. Assim as chances de ser melhor aproveitado na empresa pode aumentar.

Etapa 7- Curso de Informática

Hoje em dia é extremamente importante ter noção de informática. Principalmente para ser empregado. Qualquer curso feito dentro dessa área, deve ser colocado no currículo. Isso soma como ponto positivo e pode ajudar na hora da disputa por uma vaga de emprego.

Etapa 8- Curso de Idiomas

Toda empresa vai valorizar o profissional que tem noção de algum idioma. Hoje em dia, quem tem esse diferencial vai sair em disparado na frente dos outros candidatos. Então se você tem algum tipo de curso na área de idioma, deixe isso bem claro em seu currículo profissional. Essa informação é muito valiosa.

Etapa final- Informações complementares

Nessa parte o candidato deve falar sobre qualquer coisa que julgue importante e que não se encaixa nas etapas anteriores. Mas, é preciso ter muito cuidado em relação a isso.

O que deve ser evitado

Muitas pessoas ainda comentem muitas gafes, mesmo na elaboração do currículo profissional. E entre as mais famosas estão: falar mal de si mesmo, falar mal de alguma empresa, colocar pretensão salarial (a não ser que a empresa peça), certificado de cursos realizados e carta de referência.

Essas são as principais dicas para quem vai fazer um currículo para tentar o primeiro emprego!

Para conferir mais notícias sobre Processos Seletivos e Concursos, acesse o site https://www.vaga.work.

BLOGOLANDIA LTDA.

Avenida Cândido de Abreu, 776 / 803 – Centro Cívico

CEP: 80.530-000 – Curitiba – Paraná – Brasil

www.blogolandialtda.com.br

blogolandiabrasil@gmail.com

+55 (41) 2105-5913

+55 (41) 9 9142 0228

+55 (41) 9 9255 7758

FONTE Vaga Work