Skedway publica estudo sobre o trabalho híbrido que aponta redução de 40% nos espaços corporativos

Redução de custos, otimização de espaços e experiência do colaborador têm sido os principais motivos da adoção do novo modelo de trabalho, implementado em mais de 50% das empresas no mundo.

CAMPINAS, Brasil, 11 de julho de 2022 /PRNewswire/ -- Um estudo realizado pela startup Skedway, plataforma líder na gestão de espaços na América Latina, foi divulgado recentemente trazendo informações sobre como o modelo de trabalho híbrido tem sido adotado pelo mundo.

A implementação deste modelo tem aumentado nos últimos anos, especialmente após o período de isolamento social ocasionado pela pandemia da COVID-19. Essa busca crescente pelo novo modelo de trabalho está relacionada à necessidade de redução de custos, otimização de espaços, qualidade de vida e experiência dos colaboradores. Isso acontece porque o regime híbrido permite ao colaborador flexibilizar sua jornada presencial ou remotamente, promovendo o melhor dos dois cenários: a flexibilidade e produtividade do remoto e também a socialização do presencial.

O estudo analisou como o modelo tem gerado impactos positivos para as empresas e colaboradores. Entre as principais vantagens do trabalho híbrido estão a otimização dos ambientes de trabalho visando melhor aproveitamento, redução de custos para a empresa, potencialização de recursos, qualidade de vida para os colaboradores e diminuição da poluição.

"A média de redução dos escritórios foi de 40% durante a pandemia, ou seja, com a adoção do modelo híbrido, as empresas conseguiram reduzir custos e implementar novas tecnologias que visam a experiência do colaborador e produtividade", diz Lucas Nini, Head de Growth da Skedway. "Identificamos que atualmente os colaboradores têm optado em trabalhar presencialmente um dia por semana, intercalando os demais dias com o trabalho remoto", acrescentou Nini.

Esses dados e conclusões foram apresentados no relatório A Consolidação do Trabalho Híbrido em 2022, gerado com base na utilização da plataforma de gestão do espaço da startup, com mais de 780 mil usuários em mais de 72 países. O documento apresenta informações sobre como as empresas têm implementado o modelo de trabalho híbrido, incluindo dados de ocupação dos escritórios, frequência dos colaboradores nos ambientes presenciais, legislação trabalhista sobre o regime, contribuição com a sustentabilidade e outros dados relevantes. O relatório é gratuito e sua versão completa está disponível neste link.

"Consolidamos neste relatório informações relevantes que contribuem para a definição de melhores políticas na implementação do trabalho híbrido. Identificamos padrões de comportamento interessantes, que oferecem uma radiografia realista do atual cenário pós-pandemia e das tendências para o futuro", diz Rafael Tonelli, CEO da Skedway.

Para conhecer mais sobre a Skedway, acesse: 

Site

LinkedIn

Press:  

Telefone: (19) 3305-3400

E-mail: hello@skedway.com

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1856877/Skedway_Release.jpg

 

FONTE Skedway

Redução de custos, otimização de espaços e experiência do colaborador têm sido os principais motivos da adoção do novo modelo de trabalho, implementado em mais de 50% das empresas no mundo.

CAMPINAS, Brasil, 11 de julho de 2022 /PRNewswire/ -- Um estudo realizado pela startup Skedway, plataforma líder na gestão de espaços na América Latina, foi divulgado recentemente trazendo informações sobre como o modelo de trabalho híbrido tem sido adotado pelo mundo.

A implementação deste modelo tem aumentado nos últimos anos, especialmente após o período de isolamento social ocasionado pela pandemia da COVID-19. Essa busca crescente pelo novo modelo de trabalho está relacionada à necessidade de redução de custos, otimização de espaços, qualidade de vida e experiência dos colaboradores. Isso acontece porque o regime híbrido permite ao colaborador flexibilizar sua jornada presencial ou remotamente, promovendo o melhor dos dois cenários: a flexibilidade e produtividade do remoto e também a socialização do presencial.

O estudo analisou como o modelo tem gerado impactos positivos para as empresas e colaboradores. Entre as principais vantagens do trabalho híbrido estão a otimização dos ambientes de trabalho visando melhor aproveitamento, redução de custos para a empresa, potencialização de recursos, qualidade de vida para os colaboradores e diminuição da poluição.

"A média de redução dos escritórios foi de 40% durante a pandemia, ou seja, com a adoção do modelo híbrido, as empresas conseguiram reduzir custos e implementar novas tecnologias que visam a experiência do colaborador e produtividade", diz Lucas Nini, Head de Growth da Skedway. "Identificamos que atualmente os colaboradores têm optado em trabalhar presencialmente um dia por semana, intercalando os demais dias com o trabalho remoto", acrescentou Nini.

Esses dados e conclusões foram apresentados no relatório A Consolidação do Trabalho Híbrido em 2022, gerado com base na utilização da plataforma de gestão do espaço da startup, com mais de 780 mil usuários em mais de 72 países. O documento apresenta informações sobre como as empresas têm implementado o modelo de trabalho híbrido, incluindo dados de ocupação dos escritórios, frequência dos colaboradores nos ambientes presenciais, legislação trabalhista sobre o regime, contribuição com a sustentabilidade e outros dados relevantes. O relatório é gratuito e sua versão completa está disponível neste link.

"Consolidamos neste relatório informações relevantes que contribuem para a definição de melhores políticas na implementação do trabalho híbrido. Identificamos padrões de comportamento interessantes, que oferecem uma radiografia realista do atual cenário pós-pandemia e das tendências para o futuro", diz Rafael Tonelli, CEO da Skedway.

Para conhecer mais sobre a Skedway, acesse: 

Site

LinkedIn

Press:  

Telefone: (19) 3305-3400

E-mail: hello@skedway.com

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1856877/Skedway_Release.jpg

 

FONTE Skedway

Você acabou de ler:

Skedway publica estudo sobre o trabalho híbrido que aponta redução de 40% nos espaços corporativos

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/skedway-publica-estudo-sobre-o-trabalho-hibrido-que-aponta-reducao-de-40-nos-espacos-corporativos/