Tecnologia para um Planeta Melhor: a tecnologia pode proteger nossa casa?

SHENZHEN, China, 27 de maio de 2022 /PRNewswire/ -- Em 6 de junho, a Huawei realizará a cúpula Tech for Better Planet de 2022 com o apoio da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza).

Com os gases de efeito estufa sufocando a Terra e até um milhão de espécies de plantas e animais ameaçados de extinção, o Dia Mundial do Meio Ambiente de 2022 chega em um momento em que nosso planeta está enfrentando desafios sem precedentes.

A crescente população mundial necessita de mais energia do que nunca, com o consumo médio de energia aumentado em 1% a 2% todos os anos. E a maior adoção de tecnologia é um fator que contribui para a crescente pegada de carbono da humanidade. Por exemplo, em 2020, os smartphones eram responsáveis por 1% das emissões globais de carbono, mas estima-se que essa porcentagem suba para 3,5% em uma década. Da mesma maneira, estima-se que o tráfego das redes de telecomunicações aumente cinco vezes de 2018 a 2024, e cada pessoa do mundo deverá gerar o equivalente a 6.700 carregamentos de fotos por dia.

Então, a tecnologia está ajudando ou prejudicando o planeta? Podemos reverter a maré contra as ameaças ambientais usando a tecnologia?

Um passo importante para o futuro é priorizar a eficiência energética e o desenvolvimento verde no setor de tecnologia e transmitir as inovações que fazemos para outros setores. De redes de comunicações ecológicas a data centers verdes, as inovações ecológicas podem fazer uma diferença fundamental na pegada de carbono global criada pelas empresas. Com a adoção de tecnologias digitais, prevemos que as indústrias poderão reduzir seu consumo de energia em 20% até 2030, uma compensação de carbono que será dez vezes maior do que a energia utilizada pelo próprio setor de TIC.

No entanto, o aumento do consumo de energia não é a única ameaça que nosso planeta enfrenta. A capacidade das florestas tropicais do mundo de remover carbono da atmosfera está diminuindo tão rapidamente quanto a cobertura da floresta está desaparecendo, reduzindo o sequestro de carbono e criando um efeito dominó sobre o habitat e a perda da biodiversidade.

Para a conservação da natureza, precisamos desenvolver soluções que possam entender os ecossistemas do mundo e formar a base para medidas eficazes de proteção. Com nossos parceiros, incluindo a União Internacional de Conservação da Natureza (IUCN) e a Rainforest Connection, estamos desenvolvendo soluções por meio das nossas iniciativas Tech4Nature e TECH4ALL para tornar isso possível em ecossistemas em todo o mundo, desde florestas tropicais, montanhas e planaltos até pântanos, rios e oceanos.

A tecnologia de câmera infravermelha analisada por IA na nuvem, por exemplo, está ajudando a rastrear e monitorar espécies que estão próximas da extinção, incluindo a raposa de Darwin e o gibão de Hainan.

Tecnologias semelhantes estão permitindo a restauração de um sistema de recifes de corais no Oceano Índico e trabalhando para evitar que uma espécie invasora dizime populações de salmão selvagem do Atlântico na Europa. As soluções de acústica impulsionadas por IA implementadas no dossel de árvores podem detectar os sons de serras e caminhões associados à extração ilegal de madeira em florestas tropicais e enviar alertas em tempo real para guardas florestais no campo. De acordo com a ONU, até 90% da exploração de madeira é ilegal e, desde a época anterior à industrialização, 64% de toda a floresta tropical foi destruída ou degradada.

Colaboração para conservação 

Embora a tecnologia apoie a conservação da natureza e a jornada de zero emissão de carbono, as parcerias oferecem os resultados. Em 6 de junho – um dia após o Dia Mundial do Meio Ambiente de 2022 – a Huawei realizará a cúpula Tech for Better Planet de 2022 com o apoio da IUCN. Nossos parceiros discutirão o papel da tecnologia como um facilitador da proteção e restauração do nosso planeta gravemente afetado, incluindo muitos dos projetos descritos neste artigo.

Afinal, só temos uma Terra.

Clique no link para se inscrever no webinar.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1827787/Endemic_Chile_facing_threats_1_000_Darwin_s_foxes_remain.jpg

FONTE Huawei

SHENZHEN, China, 27 de maio de 2022 /PRNewswire/ -- Em 6 de junho, a Huawei realizará a cúpula Tech for Better Planet de 2022 com o apoio da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza).

Com os gases de efeito estufa sufocando a Terra e até um milhão de espécies de plantas e animais ameaçados de extinção, o Dia Mundial do Meio Ambiente de 2022 chega em um momento em que nosso planeta está enfrentando desafios sem precedentes.

A crescente população mundial necessita de mais energia do que nunca, com o consumo médio de energia aumentado em 1% a 2% todos os anos. E a maior adoção de tecnologia é um fator que contribui para a crescente pegada de carbono da humanidade. Por exemplo, em 2020, os smartphones eram responsáveis por 1% das emissões globais de carbono, mas estima-se que essa porcentagem suba para 3,5% em uma década. Da mesma maneira, estima-se que o tráfego das redes de telecomunicações aumente cinco vezes de 2018 a 2024, e cada pessoa do mundo deverá gerar o equivalente a 6.700 carregamentos de fotos por dia.

Então, a tecnologia está ajudando ou prejudicando o planeta? Podemos reverter a maré contra as ameaças ambientais usando a tecnologia?

Um passo importante para o futuro é priorizar a eficiência energética e o desenvolvimento verde no setor de tecnologia e transmitir as inovações que fazemos para outros setores. De redes de comunicações ecológicas a data centers verdes, as inovações ecológicas podem fazer uma diferença fundamental na pegada de carbono global criada pelas empresas. Com a adoção de tecnologias digitais, prevemos que as indústrias poderão reduzir seu consumo de energia em 20% até 2030, uma compensação de carbono que será dez vezes maior do que a energia utilizada pelo próprio setor de TIC.

No entanto, o aumento do consumo de energia não é a única ameaça que nosso planeta enfrenta. A capacidade das florestas tropicais do mundo de remover carbono da atmosfera está diminuindo tão rapidamente quanto a cobertura da floresta está desaparecendo, reduzindo o sequestro de carbono e criando um efeito dominó sobre o habitat e a perda da biodiversidade.

Para a conservação da natureza, precisamos desenvolver soluções que possam entender os ecossistemas do mundo e formar a base para medidas eficazes de proteção. Com nossos parceiros, incluindo a União Internacional de Conservação da Natureza (IUCN) e a Rainforest Connection, estamos desenvolvendo soluções por meio das nossas iniciativas Tech4Nature e TECH4ALL para tornar isso possível em ecossistemas em todo o mundo, desde florestas tropicais, montanhas e planaltos até pântanos, rios e oceanos.

A tecnologia de câmera infravermelha analisada por IA na nuvem, por exemplo, está ajudando a rastrear e monitorar espécies que estão próximas da extinção, incluindo a raposa de Darwin e o gibão de Hainan.

Tecnologias semelhantes estão permitindo a restauração de um sistema de recifes de corais no Oceano Índico e trabalhando para evitar que uma espécie invasora dizime populações de salmão selvagem do Atlântico na Europa. As soluções de acústica impulsionadas por IA implementadas no dossel de árvores podem detectar os sons de serras e caminhões associados à extração ilegal de madeira em florestas tropicais e enviar alertas em tempo real para guardas florestais no campo. De acordo com a ONU, até 90% da exploração de madeira é ilegal e, desde a época anterior à industrialização, 64% de toda a floresta tropical foi destruída ou degradada.

Colaboração para conservação 

Embora a tecnologia apoie a conservação da natureza e a jornada de zero emissão de carbono, as parcerias oferecem os resultados. Em 6 de junho – um dia após o Dia Mundial do Meio Ambiente de 2022 – a Huawei realizará a cúpula Tech for Better Planet de 2022 com o apoio da IUCN. Nossos parceiros discutirão o papel da tecnologia como um facilitador da proteção e restauração do nosso planeta gravemente afetado, incluindo muitos dos projetos descritos neste artigo.

Afinal, só temos uma Terra.

Clique no link para se inscrever no webinar.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1827787/Endemic_Chile_facing_threats_1_000_Darwin_s_foxes_remain.jpg

FONTE Huawei

Você acabou de ler:

Tecnologia para um Planeta Melhor: a tecnologia pode proteger nossa casa?

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/tecnologia-para-um-planeta-melhor-a-tecnologia-pode-proteger-nossa-casa/