Tem início a 3ª Cúpula de multinacionais de Qingdao

QINGDAO, China, 22 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- A 3ª cúpula de multinacionais de Qingdao, organizada em conjunto pelo Ministério do Comércio da China e pelo Governo Provincial de Shandong, foi realizada em Qingdao, província de Shandong, em 19 de junho de 2022.

Com foco nos esforços colaborativos entre empresas multinacionais e empresas e organizações chinesas no intuito de expandir ainda mais o mercado chinês, a cúpula deste ano foi projetada para injetar nova vitalidade tanto na economia mundial quanto na chinesa, criando um novo modelo de desenvolvimento por meio de diálogos que levaram a colaborações novas e maiores entre todas as partes envolvidas.

O evento reuniu os principais executivos de 186 empresas da Fortune 500 e de outras 290 empresas de destaque em todo o mundo, além de embaixadores de muitos países e especialistas de organizações internacionais e associações empresariais. Mais de 5.600 convidados participaram da cúpula realizada em um formato híbrido on-line e presencial.

A cúpula serviu como plataforma para discussão e troca entre altos executivos de empresas multinacionais que abordaram vários tópicos, incluindo a reconstrução das cadeias de suprimentos globais, a implementação da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP) e a realização da neutralidade de carbono.  

Atualmente, o sistema global de cadeia de suprimentos está sendo remodelado em um ritmo acelerado devido ao impacto do aumento do protecionismo e da pandemia da Covid-19, entre outras coisas. As empresas multinacionais ainda têm confiança no mercado chinês e estão dispostas a investir, apesar de que o papel da China no sistema global da cadeia de suprimentos está mudando como resultado do enfraquecimento das vantagens do mercado em relação aos custos e à produção em massa.

A China planeja impulsionar seu crescimento econômico, ao mesmo tempo em que continua a implementar medidas de prevenção e controle de epidemias. Ao fazer isso, o governo chinês pretende continuar a liberação do comércio e dos investimentos, relaxando ainda mais o acesso ao mercado e promovendo a concorrência justa, com o objetivo final de criar um ambiente de negócios internacional orientado para o mercado e baseado na lei.

Com a maior abertura do mercado chinês, juntamente com um ambiente de negócios mais favorável e do qual espera-se que várias oportunidades surjam, as portas estão abertas para que as empresas de fora da China invistam, estabeleçam sua presença ou ampliem a presença que já têm a fim de que possam se beneficiar de uma economia que continua a crescer. 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1843090/thumbnail_IMG_8708.jpg

FONTE Information Office of the People's Government of Shandong Province

QINGDAO, China, 22 de junho de 2022 /PRNewswire/ -- A 3ª cúpula de multinacionais de Qingdao, organizada em conjunto pelo Ministério do Comércio da China e pelo Governo Provincial de Shandong, foi realizada em Qingdao, província de Shandong, em 19 de junho de 2022.

Com foco nos esforços colaborativos entre empresas multinacionais e empresas e organizações chinesas no intuito de expandir ainda mais o mercado chinês, a cúpula deste ano foi projetada para injetar nova vitalidade tanto na economia mundial quanto na chinesa, criando um novo modelo de desenvolvimento por meio de diálogos que levaram a colaborações novas e maiores entre todas as partes envolvidas.

O evento reuniu os principais executivos de 186 empresas da Fortune 500 e de outras 290 empresas de destaque em todo o mundo, além de embaixadores de muitos países e especialistas de organizações internacionais e associações empresariais. Mais de 5.600 convidados participaram da cúpula realizada em um formato híbrido on-line e presencial.

A cúpula serviu como plataforma para discussão e troca entre altos executivos de empresas multinacionais que abordaram vários tópicos, incluindo a reconstrução das cadeias de suprimentos globais, a implementação da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP) e a realização da neutralidade de carbono.  

Atualmente, o sistema global de cadeia de suprimentos está sendo remodelado em um ritmo acelerado devido ao impacto do aumento do protecionismo e da pandemia da Covid-19, entre outras coisas. As empresas multinacionais ainda têm confiança no mercado chinês e estão dispostas a investir, apesar de que o papel da China no sistema global da cadeia de suprimentos está mudando como resultado do enfraquecimento das vantagens do mercado em relação aos custos e à produção em massa.

A China planeja impulsionar seu crescimento econômico, ao mesmo tempo em que continua a implementar medidas de prevenção e controle de epidemias. Ao fazer isso, o governo chinês pretende continuar a liberação do comércio e dos investimentos, relaxando ainda mais o acesso ao mercado e promovendo a concorrência justa, com o objetivo final de criar um ambiente de negócios internacional orientado para o mercado e baseado na lei.

Com a maior abertura do mercado chinês, juntamente com um ambiente de negócios mais favorável e do qual espera-se que várias oportunidades surjam, as portas estão abertas para que as empresas de fora da China invistam, estabeleçam sua presença ou ampliem a presença que já têm a fim de que possam se beneficiar de uma economia que continua a crescer. 

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1843090/thumbnail_IMG_8708.jpg

FONTE Information Office of the People's Government of Shandong Province

Você acabou de ler:

Tem início a 3ª Cúpula de multinacionais de Qingdao

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/tem-inicio-a-3a-cupula-de-multinacionais-de-qingdao/