Texas Cardiac Arrhythmia Institute do St. David's Medical Center é o primeiro nos Estados Unidos a tratar paciente em estudo para avaliação do cateter-balão de ablação para o tratamento da fibrilação atrial

AUSTIN, Texas, 13 de fevereiro de 2019 /PRNewswire/ -- O Texas Cardiac Arrhythmia Institute (TCAI) do St. David's Medical Center realizou recentemente o primeiro procedimento nos Estados Unidos utilizando o novo cateter-balão multieletrodos de ablação por radiofrequência (RF) HELIOSTAR como parte do estudo STELLAR. O estudo destina-se a avaliar a segurança e a eficácia do cateter no tratamento da fibrilação atrial (FA) intermitente, o tipo mais comum de irregularidade dos batimentos cardíacos.

Dr. Rodney Horton, um eletrofisiologista do TCAI, tratou o primeiro paciente no estudo juntamente com o Dr. Andrea Natale, F.A.C.C., F.H.R.S., F.E.S.C., diretor-médico-executivo do TCAI.

"O novo cateter-balão pode potencialmente tornar mais fácil e mais rápido o isolamento das veias pulmonares para o tratamento da FA", afirmou Dr. Horton. "É único porque se adapta a qualquer anatomia de veias pulmonares e nos possibilita controlar os eletrodos individualmente para fornecer energia personalizada durante a ablação."

O cateter-balão de ablação por RF HELIOSTAR possui 10 eletrodos que permitem ao eletrofisiologista fornecer níveis diferentes de energia dependendo do tecido durante a criação da lesão. Além disso, o design do balão possibilita isolar as veias pulmonares com uma única aplicação de energia de RF.

"O design do cateter tem o potencial de superar as limitações dos atuais cateteres-balão de ablação", disse Dr. Natale. "As tecnologias atuais baseadas em balão requerem frequentemente o uso de vários tamanhos de balões, implicando em riscos e em um maior espaço de tempo. Este sistema conta com um balão que pode ajustar-se a qualquer tamanho necessário, resultando em procedimentos realizados em menos tempo."

Cerca de 640 pacientes em aproximadamente 40 instalações clínicas em todo o mundo serão inscritos no estudo STELLAR.

Estima-se que globalmente 33 milhões de pessoas sofram de fibrilação atrial que pode causar coágulos sanguíneos, um episódio de AVC (acidente vascular cerebral), insuficiência cardíaca e outras complicações relacionadas com o coração. 

Contatos para a mídia:

Tina Shively ou Erin Ochoa

Elizabeth Christian Public Relations

512.472.9599

FONTE Texas Cardiac Arrhythmia Institute at St. David’s Medical Center

AUSTIN, Texas, 13 de fevereiro de 2019 /PRNewswire/ -- O Texas Cardiac Arrhythmia Institute (TCAI) do St. David's Medical Center realizou recentemente o primeiro procedimento nos Estados Unidos utilizando o novo cateter-balão multieletrodos de ablação por radiofrequência (RF) HELIOSTAR como parte do estudo STELLAR. O estudo destina-se a avaliar a segurança e a eficácia do cateter no tratamento da fibrilação atrial (FA) intermitente, o tipo mais comum de irregularidade dos batimentos cardíacos.

Dr. Rodney Horton, um eletrofisiologista do TCAI, tratou o primeiro paciente no estudo juntamente com o Dr. Andrea Natale, F.A.C.C., F.H.R.S., F.E.S.C., diretor-médico-executivo do TCAI.

"O novo cateter-balão pode potencialmente tornar mais fácil e mais rápido o isolamento das veias pulmonares para o tratamento da FA", afirmou Dr. Horton. "É único porque se adapta a qualquer anatomia de veias pulmonares e nos possibilita controlar os eletrodos individualmente para fornecer energia personalizada durante a ablação."

O cateter-balão de ablação por RF HELIOSTAR possui 10 eletrodos que permitem ao eletrofisiologista fornecer níveis diferentes de energia dependendo do tecido durante a criação da lesão. Além disso, o design do balão possibilita isolar as veias pulmonares com uma única aplicação de energia de RF.

"O design do cateter tem o potencial de superar as limitações dos atuais cateteres-balão de ablação", disse Dr. Natale. "As tecnologias atuais baseadas em balão requerem frequentemente o uso de vários tamanhos de balões, implicando em riscos e em um maior espaço de tempo. Este sistema conta com um balão que pode ajustar-se a qualquer tamanho necessário, resultando em procedimentos realizados em menos tempo."

Cerca de 640 pacientes em aproximadamente 40 instalações clínicas em todo o mundo serão inscritos no estudo STELLAR.

Estima-se que globalmente 33 milhões de pessoas sofram de fibrilação atrial que pode causar coágulos sanguíneos, um episódio de AVC (acidente vascular cerebral), insuficiência cardíaca e outras complicações relacionadas com o coração. 

Contatos para a mídia:

Tina Shively ou Erin Ochoa

Elizabeth Christian Public Relations

512.472.9599

FONTE Texas Cardiac Arrhythmia Institute at St. David’s Medical Center

Você acabou de ler:

Texas Cardiac Arrhythmia Institute do St. David's Medical Center é o primeiro nos Estados Unidos a tratar paciente em estudo para avaliação do cateter-balão de ablação para o tratamento da fibrilação atrial

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/texas-cardiac-arrhythmia-institute-do-st-davids-medical-center-e-o-primeiro-nos-estados-unidos-a-tratar-paciente-em-estudo-para-avaliacao-do-cateter-balao-de-ablacao-para-o-tratamento-da-fibrilacao/