Thiago Perné comenta sobre Setembro Azul, o mês de comemoracões para a comunidade surda

GOIÂNIA, Brasil, 27 de setembro de 2019 /PRNewswire/ -- A Libras – Língua Brasileira de Sinais – é a língua oriunda das comunidades surdas do país e reconhecida através da lei nº 10.436/2002, que a garante como língua de manifestação e expressão das pessoas surdas no acesso à educação, à saúde, à cultura e ao trabalho.

Setembro, também batizado como Setembro Azul pela comunidade surda, é um mês importante para a reflexão dos direitos e inclusão das pessoas com deficiência auditiva na sociedade.

Falamos com o blogger e surdo, Thiago Perné Santos, de Goiânia, sobre as realizações de desafios obtidos, que diz: "A verdade é que durante todo o ano eu fico no meu blog e no Instagram promovendo a inclusão e a acessibilidade. O riso e a alegria de ter conquistado certo espaço não duram muito, pois há muitos desafios, e as faltas de conhecimento e sensibilidade e a discriminação ainda persistem".

A língua de sinais no mercado de trabalho

Thiago acrescenta: "É quando a coisa aperta no meu trabalho, quando não consigo entender ou aproveitar reuniões ou oportunidades por ser surdo, numa empresa que está presente em todo o país, lembro-me que a Lei é tão linda, mas que não passa do papel na maioria do casos. Tanto é que, vale registrar, num período de plena informação e tecnologia avançada em que vivemos, infelizmente, ainda encontramos a crença de que no Brasil todos falam português, que todos precisam aprender Inglês, e acabamos esquecendo das línguas indígenas, dos imigrantes e da Língua Brasileira de Sinais, a língua dos surdos".

De fato, a tecnologia avança, as novas leis surgem, mas os surdos ainda continuam sendo deixados de lado, pois não há fiscalização. Este é o caso de Thiago, que está há 13 anos numa empresa pública:

"A empresa me incluiu, me deu a vaga. Mas cheguei e não há ferramentas adequadas para me sentir útil. Não há intérpretes em reuniões ou cursos. Quando questiono ao grande escalão, aos recursos humanos, à ouvidoria da empresa e até ao Ministério Público do Trabalho, recebo respostas repetidas, de que que embora haja previsão para futuros projetos visando incluir mais surdos na empresa, no momento nada pode ser feito".

"Ainda não fizeram o mínimo para que eu não me sinta discriminado. A inclusão para os surdos existe, mas a maior parte só na lei. Necessitamos de mais ações, pois só assim nos próximos setembros, hajam conquistas significativas, que contribuam para a igualdade independente da condição auditiva".



O que diz a lei?

Buscando assegurar às pessoas surdas ou com deficiência auditiva o efetivo e amplo atendimento, em 2005, o Decreto nº 5626/2005, passou a exigir do Poder Público e de empresas:

 

  • A utilização de intérpretes contratados especificamente para essa função ou;
  • Central de intermediação de comunicação que garanta a oferta de atendimento presencial ou remoto (videoconferência on-line webchat) à pessoa surda ou com deficiência auditiva. (Redação dada pelo Decreto nº 9.656, de 2018).

     

Setembro Azul

A escolha do mês de setembro para esse movimento não foi feita por acaso. O mês tem datas importantes para a comunidade surda, sejam elas lembranças das perdas do passado ou celebrações de suas conquistas:

  • 09 e 11/09: lembram o Congresso de Milão de 1880, no qual foi proibido o uso das Lí­nguas de Sinais na educação dos surdos. Esse marco fez com que os surdos tivessem que se adaptar às lí­nguas orais até que as lí­nguas de sinais fossem novamente aceitas.
  • 23/09: Dia Internacional das Línguas de Sinais. No Brasil, a data estimula a discussão da falta de acessibilidade em Libras, tanto nos ambientes fí­sicos quanto nos ambientes virtuais.
  •  26/09: Dia Nacional do Surdo. O dia foi escolhido por ser a data de fundação do INES (Instituto Nacional de Educação de Surdos), a primeira escola para surdos do Brasil!
  • 30/09: celebra o Dia do Tradutor, no qual são feitas várias homenagens aos Intérpretes de Libras.

Sobre o Blog dos Pernés

Há 7 anos online e editado por Thiago Perné Santos, o Blog dos Pernés busca a Inclusão de Pessoas com Deficiência e a disseminação da Língua de Sinais. Está presente na web através do www.blogdospernes.com.br e no Instagram @blogdospernes.

Imprensa: contato@blogdospernes.com.br 

Telefone: 62/99227-3600

FONTE Blog dos Perné’s

GOIÂNIA, Brasil, 27 de setembro de 2019 /PRNewswire/ -- A Libras – Língua Brasileira de Sinais – é a língua oriunda das comunidades surdas do país e reconhecida através da lei nº 10.436/2002, que a garante como língua de manifestação e expressão das pessoas surdas no acesso à educação, à saúde, à cultura e ao trabalho.

Setembro, também batizado como Setembro Azul pela comunidade surda, é um mês importante para a reflexão dos direitos e inclusão das pessoas com deficiência auditiva na sociedade.

Falamos com o blogger e surdo, Thiago Perné Santos, de Goiânia, sobre as realizações de desafios obtidos, que diz: "A verdade é que durante todo o ano eu fico no meu blog e no Instagram promovendo a inclusão e a acessibilidade. O riso e a alegria de ter conquistado certo espaço não duram muito, pois há muitos desafios, e as faltas de conhecimento e sensibilidade e a discriminação ainda persistem".

A língua de sinais no mercado de trabalho

Thiago acrescenta: "É quando a coisa aperta no meu trabalho, quando não consigo entender ou aproveitar reuniões ou oportunidades por ser surdo, numa empresa que está presente em todo o país, lembro-me que a Lei é tão linda, mas que não passa do papel na maioria do casos. Tanto é que, vale registrar, num período de plena informação e tecnologia avançada em que vivemos, infelizmente, ainda encontramos a crença de que no Brasil todos falam português, que todos precisam aprender Inglês, e acabamos esquecendo das línguas indígenas, dos imigrantes e da Língua Brasileira de Sinais, a língua dos surdos".

De fato, a tecnologia avança, as novas leis surgem, mas os surdos ainda continuam sendo deixados de lado, pois não há fiscalização. Este é o caso de Thiago, que está há 13 anos numa empresa pública:

"A empresa me incluiu, me deu a vaga. Mas cheguei e não há ferramentas adequadas para me sentir útil. Não há intérpretes em reuniões ou cursos. Quando questiono ao grande escalão, aos recursos humanos, à ouvidoria da empresa e até ao Ministério Público do Trabalho, recebo respostas repetidas, de que que embora haja previsão para futuros projetos visando incluir mais surdos na empresa, no momento nada pode ser feito".

"Ainda não fizeram o mínimo para que eu não me sinta discriminado. A inclusão para os surdos existe, mas a maior parte só na lei. Necessitamos de mais ações, pois só assim nos próximos setembros, hajam conquistas significativas, que contribuam para a igualdade independente da condição auditiva".



O que diz a lei?

Buscando assegurar às pessoas surdas ou com deficiência auditiva o efetivo e amplo atendimento, em 2005, o Decreto nº 5626/2005, passou a exigir do Poder Público e de empresas:

 

  • A utilização de intérpretes contratados especificamente para essa função ou;
  • Central de intermediação de comunicação que garanta a oferta de atendimento presencial ou remoto (videoconferência on-line webchat) à pessoa surda ou com deficiência auditiva. (Redação dada pelo Decreto nº 9.656, de 2018).

     

Setembro Azul

A escolha do mês de setembro para esse movimento não foi feita por acaso. O mês tem datas importantes para a comunidade surda, sejam elas lembranças das perdas do passado ou celebrações de suas conquistas:

  • 09 e 11/09: lembram o Congresso de Milão de 1880, no qual foi proibido o uso das Lí­nguas de Sinais na educação dos surdos. Esse marco fez com que os surdos tivessem que se adaptar às lí­nguas orais até que as lí­nguas de sinais fossem novamente aceitas.
  • 23/09: Dia Internacional das Línguas de Sinais. No Brasil, a data estimula a discussão da falta de acessibilidade em Libras, tanto nos ambientes fí­sicos quanto nos ambientes virtuais.
  •  26/09: Dia Nacional do Surdo. O dia foi escolhido por ser a data de fundação do INES (Instituto Nacional de Educação de Surdos), a primeira escola para surdos do Brasil!
  • 30/09: celebra o Dia do Tradutor, no qual são feitas várias homenagens aos Intérpretes de Libras.

Sobre o Blog dos Pernés

Há 7 anos online e editado por Thiago Perné Santos, o Blog dos Pernés busca a Inclusão de Pessoas com Deficiência e a disseminação da Língua de Sinais. Está presente na web através do www.blogdospernes.com.br e no Instagram @blogdospernes.

Imprensa: contato@blogdospernes.com.br 

Telefone: 62/99227-3600

FONTE Blog dos Perné’s