Vitaly Saveliev é reeleito como CEO da Aeroflot

MOSCOU, 29 de agosto de 2018 /PRNewswire/ -- O Conselho de Administração da PJSC Aeroflot reelegeu Vitaly Saveliev como CEO por um período de cinco anos. A nomeação foi aprovada em 28 de agosto de 2018 em uma reunião do Conselho de Administração presidido por Mikhail Poluboyarinov, seguindo uma diretiva do governo russo.

Vitaly Saveliev dirige a Aeroflot desde sua nomeação em 10 de abril de 2009. Naquela época, a empresa era considerada uma prestadora regional pelos padrões globais com o transporte de 8,6 milhões de passageiros (11,1 milhões incluindo subsidiárias). A Aeroflot, junto com suas subsidiárias, estava no posto 68 no ranking internacional.

Em 2010, o presidente Vladimir Putin encarregou Vitaly Saveliev de criar o primeiro grupo de empresas aéreas completo da Rússia. O Estado transferiu várias empresas aéreas regionais para a administração da Aeroflot e, a partir desses ativos, começou a construção do Grupo Aeroflot. Após a transformação, o Grupo incluiu a segunda maior companhia aérea russa, a Rossiya Airlines (criada a partir da companhia regional Rossiya, de São Petersburgo, além da Donavia e da Orenburg) e a companhia Aurora, do extremo oriente (criada a partir da SAT Airlines e da Vladivostok Avia).

A criação da primeira empresa realmente low-cost da Rússia, a Pobeda, como parte do Grupo Aeroflot representou um avanço genuíno. Graças a Vitaly Saveliev, foram aprovadas importantes alterações no Código de Aviação da Rússia, incluindo a introdução de bilhetes não reembolsáveis, a possibilidade de cobrança por bagagens, a contratação de pilotos estrangeiros e a introdução de listas negras para passageiros desordeiros. Foram essas mudanças que harmonizaram o Código de Aviação da Rússia e possibilitaram o crescimento dos voos de baixo custo na Rússia.

A Pobeda fez seu primeiro voo em 1 de dezembro de 2014. Desde então, teve um impacto enorme em tornar o transporte aéreo acessível para os russos comuns, com mais de um milhão de pessoas voando pela primeira vez nos dois primeiros anos de operação da companhia de baixo custo. Desde o primeiro voo, a Pobeda já transportou mais de 15 milhões de passageiros.

Em 2011, Vitaly Saveliev apresentou a Estratégia-2025 do Grupo Aeroflot ao presidente Putin. O principal objetivo da estratégia foi estabelecer a Aeroflot como uma das principais companhias aéreas do mundo, ocupando o primeiro lugar na aviação mundial. Até 2025, o Aeroflot Group se tornaria um dos cinco maiores da Europa e estaria entre os 20 maiores grupos de aviação do mundo.

Essas metas foram alcançadas significativamente antes do tempo, com a Aeroflot se transformando em uma das 20 maiores companhias aéreas do mundo e uma das cinco maiores da Europa em 2017 (entre as operadoras de legado). Em 2018, a Aeroflot confirmou seu lugar entre as 20 principais companhias aéreas do mundo, de acordo com duas publicações da aviação global mais respeitadas, a Flight Airline Business e a Air Transport World. Ao longo dos anos, o transporte de passageiros da Aeroflot aumentou significativamente, passando de 8,6 milhões de passageiros em 2009 para 32,8 milhões em 2017. No total, a Aeroflot e suas subsidiárias transportaram um recorde de 50,1 milhões de passageiros em 2017.

Este ano, a Aeroflot foi nomeada pela segunda vez como a marca de linha aérea mais forte do mundo pela Brand Finance, a principal consultoria independente de avaliação de marcas. O valor da marca da Aeroflot está crescendo de forma constante e hoje chega a US$ 1,429 bilhão.

A Aeroflot é uma empresa premium reconhecida, detentora da classificação 4-Star Airline da Skytrax e uma classificação 5-Star Global Airline da associação de aviação APEX. A empresa ganha regularmente prestigiosos prêmios internacionais: foi eleita a Melhor Companhia Aérea da Europa Oriental pela sétima vez no Skytrax World Airline Awards de 2018 e foi reconhecida duas vezes como a Companhia Aérea Internacional Favorita da China no Flyer Awards. A empresa de bandeira da Rússia também foi nomeada a principal marca de companhia aérea do mundo no World Travel Awards 2017, conhecido como o Oscar da indústria do turismo.

Sob o comando de Vitaly Saveliev, a Aeroflot tornou-se a maior operadora de aeronaves russas modernas. A empresa opera 50 dos mais recentes Sukhoi Superjet 100. Nos próximos anos, a empresa deverá receber 50 MC-21. A Aeroflot está considerando uma expansão adicional de sua frota de aeronaves russas.

A Aeroflot pretende reforçar seu status como companhia aérea global líder. Vitaly Saveliev e a equipe de direção da empresa prepararam a atualização Estratégia-2023 do Grupo Aeroflot, que será apresentada em breve ao presidente Vladimir Putin.

Logo: http://mma.prnewswire.com/media/561410/Aeroflot_Logo.jpg

 

FONTE Aeroflot

MOSCOU, 29 de agosto de 2018 /PRNewswire/ -- O Conselho de Administração da PJSC Aeroflot reelegeu Vitaly Saveliev como CEO por um período de cinco anos. A nomeação foi aprovada em 28 de agosto de 2018 em uma reunião do Conselho de Administração presidido por Mikhail Poluboyarinov, seguindo uma diretiva do governo russo.

Vitaly Saveliev dirige a Aeroflot desde sua nomeação em 10 de abril de 2009. Naquela época, a empresa era considerada uma prestadora regional pelos padrões globais com o transporte de 8,6 milhões de passageiros (11,1 milhões incluindo subsidiárias). A Aeroflot, junto com suas subsidiárias, estava no posto 68 no ranking internacional.

Em 2010, o presidente Vladimir Putin encarregou Vitaly Saveliev de criar o primeiro grupo de empresas aéreas completo da Rússia. O Estado transferiu várias empresas aéreas regionais para a administração da Aeroflot e, a partir desses ativos, começou a construção do Grupo Aeroflot. Após a transformação, o Grupo incluiu a segunda maior companhia aérea russa, a Rossiya Airlines (criada a partir da companhia regional Rossiya, de São Petersburgo, além da Donavia e da Orenburg) e a companhia Aurora, do extremo oriente (criada a partir da SAT Airlines e da Vladivostok Avia).

A criação da primeira empresa realmente low-cost da Rússia, a Pobeda, como parte do Grupo Aeroflot representou um avanço genuíno. Graças a Vitaly Saveliev, foram aprovadas importantes alterações no Código de Aviação da Rússia, incluindo a introdução de bilhetes não reembolsáveis, a possibilidade de cobrança por bagagens, a contratação de pilotos estrangeiros e a introdução de listas negras para passageiros desordeiros. Foram essas mudanças que harmonizaram o Código de Aviação da Rússia e possibilitaram o crescimento dos voos de baixo custo na Rússia.

A Pobeda fez seu primeiro voo em 1 de dezembro de 2014. Desde então, teve um impacto enorme em tornar o transporte aéreo acessível para os russos comuns, com mais de um milhão de pessoas voando pela primeira vez nos dois primeiros anos de operação da companhia de baixo custo. Desde o primeiro voo, a Pobeda já transportou mais de 15 milhões de passageiros.

Em 2011, Vitaly Saveliev apresentou a Estratégia-2025 do Grupo Aeroflot ao presidente Putin. O principal objetivo da estratégia foi estabelecer a Aeroflot como uma das principais companhias aéreas do mundo, ocupando o primeiro lugar na aviação mundial. Até 2025, o Aeroflot Group se tornaria um dos cinco maiores da Europa e estaria entre os 20 maiores grupos de aviação do mundo.

Essas metas foram alcançadas significativamente antes do tempo, com a Aeroflot se transformando em uma das 20 maiores companhias aéreas do mundo e uma das cinco maiores da Europa em 2017 (entre as operadoras de legado). Em 2018, a Aeroflot confirmou seu lugar entre as 20 principais companhias aéreas do mundo, de acordo com duas publicações da aviação global mais respeitadas, a Flight Airline Business e a Air Transport World. Ao longo dos anos, o transporte de passageiros da Aeroflot aumentou significativamente, passando de 8,6 milhões de passageiros em 2009 para 32,8 milhões em 2017. No total, a Aeroflot e suas subsidiárias transportaram um recorde de 50,1 milhões de passageiros em 2017.

Este ano, a Aeroflot foi nomeada pela segunda vez como a marca de linha aérea mais forte do mundo pela Brand Finance, a principal consultoria independente de avaliação de marcas. O valor da marca da Aeroflot está crescendo de forma constante e hoje chega a US$ 1,429 bilhão.

A Aeroflot é uma empresa premium reconhecida, detentora da classificação 4-Star Airline da Skytrax e uma classificação 5-Star Global Airline da associação de aviação APEX. A empresa ganha regularmente prestigiosos prêmios internacionais: foi eleita a Melhor Companhia Aérea da Europa Oriental pela sétima vez no Skytrax World Airline Awards de 2018 e foi reconhecida duas vezes como a Companhia Aérea Internacional Favorita da China no Flyer Awards. A empresa de bandeira da Rússia também foi nomeada a principal marca de companhia aérea do mundo no World Travel Awards 2017, conhecido como o Oscar da indústria do turismo.

Sob o comando de Vitaly Saveliev, a Aeroflot tornou-se a maior operadora de aeronaves russas modernas. A empresa opera 50 dos mais recentes Sukhoi Superjet 100. Nos próximos anos, a empresa deverá receber 50 MC-21. A Aeroflot está considerando uma expansão adicional de sua frota de aeronaves russas.

A Aeroflot pretende reforçar seu status como companhia aérea global líder. Vitaly Saveliev e a equipe de direção da empresa prepararam a atualização Estratégia-2023 do Grupo Aeroflot, que será apresentada em breve ao presidente Vladimir Putin.

Logo: http://mma.prnewswire.com/media/561410/Aeroflot_Logo.jpg

 

FONTE Aeroflot

Você acabou de ler:

Vitaly Saveliev é reeleito como CEO da Aeroflot

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/vitaly-saveliev-e-reeleito-como-ceo-da-aeroflot/