Vocalista asiática que fala 13 idiomas faz história na música americana

Primeira asiática considerada para categorias de prestígio do GRAMMY Awards em três décadas

SEATTLE, 4 de agosto de 2021 /PRNewswire/ -- Pela primeira vez desde que o prêmio foi apresentado em 1992, uma asiática está sendo considerada para as categorias do GRAMMY Awards de Melhor Álbum Pop Vocal Tradicional do Ano e também de Melhor Performance Pop Duo/Grupo do Ano. A banda de K-pop BTS foi indicada a Melhor Pop Duo no ano passado.

Em seu álbum de estreia Seasonal Songbook, Maki Mae, a vocalista que fala 13 idiomas, colaborou com o guitarrista de rock do Hall of Fame Robby Krieger do The Doors em uma versão samba-reggae de "My Favorite Things". O pianista brasileiro Ed Roth elaborou os arranjos de Bossa Nova e é considerado para o prêmio de Produtor do Ano. O engenheiro de Ringo Starr, Bruce Sugar, concorre ao prêmio de Melhor Engenharia de Gravação do Ano.

O Seasonal Songbook foi um álbum filantrópico desenvolvido pela Digital Equity Initiative da Robert Chinn Foundation, sediada em Seattle, e pelo Asian Hall of Fame para sua campanha Stop Asian Hate.

O Seattle Seahawks, o porto de Seattle, a Northern Trust e a Robert Chinn Foundation fizeram aparições especiais para comemorar o marco musical em um show em Seattle. A transmissão ao vivo gratuita estará disponível para visualização por tempo limitado.

As doações auxiliam sobreviventes de crimes de ódio por meio do GoFundMe do Asian Hall of Fame.

A chinesa, japonesa e americana-coreana Maki Mae já se apresentou em arenas e festivais e para dignitários, incluindo a Rainha Paola. Mae é o nome artístico de Maki Hsieh, presidente e CEO do Asian Hall of Fame e membro com direito a voto da The Recording Academy, que tem 2% de participação asiática.

O Asian Hall of Fame é um programa de reconhecimento global de primeira linha que integrou Bruce Lee, Kristi Yamaguchi e outros homenageados. Noel Lee, presidente do conselho global, estabeleceu parcerias com a Amazon, a Boeing, o Seahawks, a Disney, o YouTube, a IBM e outros líderes distintos em todo o país.

Artistas e executivos estão disponíveis para entrevistas.

Ativos de mídia:

Vídeos promocionais do show em Seattle

Cobertura do show em Tóquio

Dropbox: fotos, vídeos, outros

SOBRE O ASIAN HALL OF FAME

Criado em 2004, o Asian Hall of Fame é uma organização global de primeira linha da excelência asiática e da igualdade racial. Ele defende 4,6 bilhões de asiáticos, americanos-asiáticos do Pacífico e tribos indígenas. O Asian Hall of Fame integrou o ícone das artes marciais Bruce Lee, o campeão olímpico de patinação Kristi Yamaguchi e muitos líderes de grande relevância. Ele promove programas durante todo o ano para incentivar a igualdade nas mídias digitais e elevar a representação asiática em narrativas nacionais. Acesse www.asianhalloffame.org ou entre em contato com Danielle Kovnat no (646) 500-8747 e dkovnat@alliedglobalmarketing.com.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1587874/Seasonal_Songbook_cover_art.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1231628/AHF_Official_Logo.jpg

FONTE Asian Hall of Fame

Primeira asiática considerada para categorias de prestígio do GRAMMY Awards em três décadas

SEATTLE, 4 de agosto de 2021 /PRNewswire/ -- Pela primeira vez desde que o prêmio foi apresentado em 1992, uma asiática está sendo considerada para as categorias do GRAMMY Awards de Melhor Álbum Pop Vocal Tradicional do Ano e também de Melhor Performance Pop Duo/Grupo do Ano. A banda de K-pop BTS foi indicada a Melhor Pop Duo no ano passado.

Em seu álbum de estreia Seasonal Songbook, Maki Mae, a vocalista que fala 13 idiomas, colaborou com o guitarrista de rock do Hall of Fame Robby Krieger do The Doors em uma versão samba-reggae de "My Favorite Things". O pianista brasileiro Ed Roth elaborou os arranjos de Bossa Nova e é considerado para o prêmio de Produtor do Ano. O engenheiro de Ringo Starr, Bruce Sugar, concorre ao prêmio de Melhor Engenharia de Gravação do Ano.

O Seasonal Songbook foi um álbum filantrópico desenvolvido pela Digital Equity Initiative da Robert Chinn Foundation, sediada em Seattle, e pelo Asian Hall of Fame para sua campanha Stop Asian Hate.

O Seattle Seahawks, o porto de Seattle, a Northern Trust e a Robert Chinn Foundation fizeram aparições especiais para comemorar o marco musical em um show em Seattle. A transmissão ao vivo gratuita estará disponível para visualização por tempo limitado.

As doações auxiliam sobreviventes de crimes de ódio por meio do GoFundMe do Asian Hall of Fame.

A chinesa, japonesa e americana-coreana Maki Mae já se apresentou em arenas e festivais e para dignitários, incluindo a Rainha Paola. Mae é o nome artístico de Maki Hsieh, presidente e CEO do Asian Hall of Fame e membro com direito a voto da The Recording Academy, que tem 2% de participação asiática.

O Asian Hall of Fame é um programa de reconhecimento global de primeira linha que integrou Bruce Lee, Kristi Yamaguchi e outros homenageados. Noel Lee, presidente do conselho global, estabeleceu parcerias com a Amazon, a Boeing, o Seahawks, a Disney, o YouTube, a IBM e outros líderes distintos em todo o país.

Artistas e executivos estão disponíveis para entrevistas.

Ativos de mídia:

Vídeos promocionais do show em Seattle

Cobertura do show em Tóquio

Dropbox: fotos, vídeos, outros

SOBRE O ASIAN HALL OF FAME

Criado em 2004, o Asian Hall of Fame é uma organização global de primeira linha da excelência asiática e da igualdade racial. Ele defende 4,6 bilhões de asiáticos, americanos-asiáticos do Pacífico e tribos indígenas. O Asian Hall of Fame integrou o ícone das artes marciais Bruce Lee, o campeão olímpico de patinação Kristi Yamaguchi e muitos líderes de grande relevância. Ele promove programas durante todo o ano para incentivar a igualdade nas mídias digitais e elevar a representação asiática em narrativas nacionais. Acesse www.asianhalloffame.org ou entre em contato com Danielle Kovnat no (646) 500-8747 e dkovnat@alliedglobalmarketing.com.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1587874/Seasonal_Songbook_cover_art.jpg

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/1231628/AHF_Official_Logo.jpg

FONTE Asian Hall of Fame

Você acabou de ler:

Vocalista asiática que fala 13 idiomas faz história na música americana

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/vocalista-asiatica-que-fala-13-idiomas-faz-historia-na-musica-americana/