Xinhua Silk Road: Cápsulas vegetarianas são nova tendência do mercado internacional de suplementos dietéticos em 2020

PEQUIM, 13 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- As cápsulas vegetarianas estão se tornando uma nova tendência no mercado internacional de suplementos dietéticos em 2020, já que a crescente preocupação com a saúde tem levado mais consumidores ao mercado de produtos naturais. 

As cápsulas vegetarianas, sejam de invólucro duro ou mole, são feitas de materiais vegetais, como o amido de mandioca. 

Em comparação com cápsulas de gelatina derivadas da hidrólise de colágeno de bovinos, peixes ou suínos, as cápsulas vegetarianas podem atender melhor às demandas de veganos e pessoas de certos grupos religiosos ou étnicos que estão proibidas de usar produtos de origem animal.

As cápsulas derivadas de plantas não contêm aditivos químicos e são pouco poluentes durante o processo de produção. Além disso, a inércia dos ingredientes de origem vegetal torna as cápsulas vegetarianas adequadas para aprimorar a manutenção dos nutrientes de uma variedade de conteúdos, como óleo de peixe e extrato de plantas, e de outros nutrientes que são facilmente oxidáveis. 

Ao procurarem uma vida mais saudável, as pessoas tendem a escolher produtos mais naturais, mais saudáveis e mais seguros. No campo dos suplementos dietéticos, muitos fabricantes e proprietários de marcas, como Healthy Care, BioBalance, doTERRA, Walgreens, Sam's Club, Colfarm, Benemax, Healtheries e Sports Research, começaram a procurar alternativas vegetais às cápsulas de gelatina para atender às novas necessidades dos consumidores.

Além disso, a pandemia da COVID-19 levou os consumidores a reavaliarem a saúde, os hábitos de vida e a propensão ao consumo. 

"Continuamos vendo uma transformação contínua do pensamento do comprador ao selecionar entre produtos naturais e convencionais", disse Kathryn Peters, vice-presidente executiva da SPINS, uma empresa de tecnologia de dados focada no bem-estar. 

"Com o foco do público na saúde e no bem-estar, os produtos naturais continuarão tendo um desempenho superior ao de outros produtos, uma vez que os consumidores continuam investindo em itens de melhor qualidade para comer, usar no corpo e utilizar na manutenção da casa", acrescentou Kathryn.

Enormes diferenças serão encontradas entre, de um lado, as empresas e os proprietários de marcas que usam cápsulas vegetarianas em suplementos dietéticos e, de outro, os que usam cápsulas convencionais. A opinião é de um diretor da VegeGel, uma das maiores produtoras mundiais de cápsulas vegetais de amido.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1228107/Vegetarian_capsule.jpg

FONTE Xinhua Silk Road

PEQUIM, 13 de agosto de 2020 /PRNewswire/ -- As cápsulas vegetarianas estão se tornando uma nova tendência no mercado internacional de suplementos dietéticos em 2020, já que a crescente preocupação com a saúde tem levado mais consumidores ao mercado de produtos naturais. 

As cápsulas vegetarianas, sejam de invólucro duro ou mole, são feitas de materiais vegetais, como o amido de mandioca. 

Em comparação com cápsulas de gelatina derivadas da hidrólise de colágeno de bovinos, peixes ou suínos, as cápsulas vegetarianas podem atender melhor às demandas de veganos e pessoas de certos grupos religiosos ou étnicos que estão proibidas de usar produtos de origem animal.

As cápsulas derivadas de plantas não contêm aditivos químicos e são pouco poluentes durante o processo de produção. Além disso, a inércia dos ingredientes de origem vegetal torna as cápsulas vegetarianas adequadas para aprimorar a manutenção dos nutrientes de uma variedade de conteúdos, como óleo de peixe e extrato de plantas, e de outros nutrientes que são facilmente oxidáveis. 

Ao procurarem uma vida mais saudável, as pessoas tendem a escolher produtos mais naturais, mais saudáveis e mais seguros. No campo dos suplementos dietéticos, muitos fabricantes e proprietários de marcas, como Healthy Care, BioBalance, doTERRA, Walgreens, Sam's Club, Colfarm, Benemax, Healtheries e Sports Research, começaram a procurar alternativas vegetais às cápsulas de gelatina para atender às novas necessidades dos consumidores.

Além disso, a pandemia da COVID-19 levou os consumidores a reavaliarem a saúde, os hábitos de vida e a propensão ao consumo. 

"Continuamos vendo uma transformação contínua do pensamento do comprador ao selecionar entre produtos naturais e convencionais", disse Kathryn Peters, vice-presidente executiva da SPINS, uma empresa de tecnologia de dados focada no bem-estar. 

"Com o foco do público na saúde e no bem-estar, os produtos naturais continuarão tendo um desempenho superior ao de outros produtos, uma vez que os consumidores continuam investindo em itens de melhor qualidade para comer, usar no corpo e utilizar na manutenção da casa", acrescentou Kathryn.

Enormes diferenças serão encontradas entre, de um lado, as empresas e os proprietários de marcas que usam cápsulas vegetarianas em suplementos dietéticos e, de outro, os que usam cápsulas convencionais. A opinião é de um diretor da VegeGel, uma das maiores produtoras mundiais de cápsulas vegetais de amido.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1228107/Vegetarian_capsule.jpg

FONTE Xinhua Silk Road

Você acabou de ler:

Xinhua Silk Road: Cápsulas vegetarianas são nova tendência do mercado internacional de suplementos dietéticos em 2020

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/xinhua-silk-road-capsulas-vegetarianas-sao-nova-tendencia-do-mercado-internacional-de-suplementos-dieteticos-em-2020/