Xinhua Silk Road: Xangai mantém o terceiro lugar no ranking de centros de transporte marítimo internacional de 2021

PEQUIM, 13 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- Xangai mantém o terceiro lugar no ranking de centros de transporte marítimo internacional de 2021 no relatório sobre o Xinhua-Baltic International Shipping Center Development Index (Índice de desenvolvimento de centros de transporte marítimo internacional Xinhua-Baltic) de 2021, divulgado no domingo em Xangai, leste da China.

O índice engloba três indicadores primários e 16 secundários para avaliar o desempenho integral de 43 cidades em todo o mundo que oferecem negócios portuários e de navegação em termos de infraestrutura portuária, serviços de transporte marítimo, além das condições gerais.

De acordo com o relatório sobre o índice de desenvolvimento de centros de transporte internacional Xinhua-Baltic deste ano, Singapura, Londres e Xangai são os três principais centros globais de transporte marítimo em 2021, seguidos por Hong Kong, Dubai, Roterdã, Hamburgo, Atenas/Piraeus, Nova York/Nova Jersey e Ningbo.

A terceira colocação de Xangai pode ser atribuída à sua estrutura portuária e seus serviços de transporte marítimo aprimorados, bem como à maior capacidade de alocação de recursos globais habilitada por mecanismos como a zona piloto de livre comércio da China (Xangai), o desenvolvimento coordenado do Delta do rio Yangtzé, além de inovações tecnológicas. É importante observar que Xangai empreendeu uma via rápida de inovação e desenvolvimento, promovendo a digitalização de portos e do setor de transporte marítimo para melhorar a eficiência operacional e os retornos. De acordo com o plano de construção do centro de transporte marítimo internacional de Xangai, durante o 14º período do Plano Quinquenal de 2021 a 2025, a cidade passará a ser um centro de transporte internacional conveniente, eficiente, multifuncional, aberto, inclusivo, ecológico e inteligente com sólida estrutura de serviços até 2025.

O Shanghai North Bund, como um importante pilar dos negócios internacionais de transporte marítimo da cidade, irá acelerar o desenvolvimento de serviços de transporte de alta qualidade, como financiamento de transporte marítimo, comércio marítimo, direito marítimo e consultoria de informação. Também buscará desenvolver uma área para demonstração de inovações em serviços de transporte marítimo, atraindo empresas de transporte, organizações e instituições internacionais.

Lançado em conjunto pelo China Economic Information Service e Baltic Exchange em 2014, o índice de desenvolvimento de centros de transporte marítimo internacional Xinhua-Baltic passou a ser um índice significativo e cada vez mais influente para avaliar o desenvolvimento dos maiores centros de transporte marítimo.

Acesse o link original: https://en.imsilkroad.com/p/322616.html

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1572578/image_1.jpg

FONTE Xinhua Silk Road

PEQUIM, 13 de julho de 2021 /PRNewswire/ -- Xangai mantém o terceiro lugar no ranking de centros de transporte marítimo internacional de 2021 no relatório sobre o Xinhua-Baltic International Shipping Center Development Index (Índice de desenvolvimento de centros de transporte marítimo internacional Xinhua-Baltic) de 2021, divulgado no domingo em Xangai, leste da China.

O índice engloba três indicadores primários e 16 secundários para avaliar o desempenho integral de 43 cidades em todo o mundo que oferecem negócios portuários e de navegação em termos de infraestrutura portuária, serviços de transporte marítimo, além das condições gerais.

De acordo com o relatório sobre o índice de desenvolvimento de centros de transporte internacional Xinhua-Baltic deste ano, Singapura, Londres e Xangai são os três principais centros globais de transporte marítimo em 2021, seguidos por Hong Kong, Dubai, Roterdã, Hamburgo, Atenas/Piraeus, Nova York/Nova Jersey e Ningbo.

A terceira colocação de Xangai pode ser atribuída à sua estrutura portuária e seus serviços de transporte marítimo aprimorados, bem como à maior capacidade de alocação de recursos globais habilitada por mecanismos como a zona piloto de livre comércio da China (Xangai), o desenvolvimento coordenado do Delta do rio Yangtzé, além de inovações tecnológicas. É importante observar que Xangai empreendeu uma via rápida de inovação e desenvolvimento, promovendo a digitalização de portos e do setor de transporte marítimo para melhorar a eficiência operacional e os retornos. De acordo com o plano de construção do centro de transporte marítimo internacional de Xangai, durante o 14º período do Plano Quinquenal de 2021 a 2025, a cidade passará a ser um centro de transporte internacional conveniente, eficiente, multifuncional, aberto, inclusivo, ecológico e inteligente com sólida estrutura de serviços até 2025.

O Shanghai North Bund, como um importante pilar dos negócios internacionais de transporte marítimo da cidade, irá acelerar o desenvolvimento de serviços de transporte de alta qualidade, como financiamento de transporte marítimo, comércio marítimo, direito marítimo e consultoria de informação. Também buscará desenvolver uma área para demonstração de inovações em serviços de transporte marítimo, atraindo empresas de transporte, organizações e instituições internacionais.

Lançado em conjunto pelo China Economic Information Service e Baltic Exchange em 2014, o índice de desenvolvimento de centros de transporte marítimo internacional Xinhua-Baltic passou a ser um índice significativo e cada vez mais influente para avaliar o desenvolvimento dos maiores centros de transporte marítimo.

Acesse o link original: https://en.imsilkroad.com/p/322616.html

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1572578/image_1.jpg

FONTE Xinhua Silk Road

Você acabou de ler:

Xinhua Silk Road: Xangai mantém o terceiro lugar no ranking de centros de transporte marítimo internacional de 2021

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/xinhua-silk-road-xangai-mantem-o-terceiro-lugar-no-ranking-de-centros-de-transporte-maritimo-internacional-de-2021/