Xinhua Silk Road: Xangai mantém o terceiro lugar no ranking do ISC20 para 2022, conforme relatório Xinhua-Báltico

PEQUIM, 15 de julho de 2022 /PRNewswire/ -- Xangai, o principal centro de comércio e transporte marítimo da China, mantém o terceiro lugar no ranking do 20 melhores centros de transporte marítimo internacional (ISC20) de 2022, conforme mostrado no relatório sobre o Xinhua-Baltic International Shipping Center Development Index (Índice de desenvolvimento de centros de transporte marítimo internacional Xinhua-Baltic) acaba de ser divulgado na segunda-feira.

Xangai está posicionada após Singapura e Londres e é seguida por Hong Kong e Dubai, conforme mostrado no ranking de 2022.

Note-se que o ISCDI Xinhua-Baltic incorpora três dimensões primárias e 16 indicadores secundários para avaliar o desempenho abrangente de 43 cidades em todo o mundo durante um determinado período de tempo, concluindo assim sua lista anual de ISC20.

Especificamente, fazem parte do top 20 de 2022 do ISC20, os 20 centros a seguir: Singapura, Londres, Xangai, Hong Kong, Roterdã, Hamburgo, Nova York-Nova Jersey, Atenas-Piraeus, Ningbo Zhoushan, Tóquio, Houston, Guangzhou, Antuérpia-Bruges, Qingdao, Busan, Shenzhen, Copenhagen, Los Angeles e Melbourne.

Quando analisados geograficamente, dez dos 20 primeiros estão na Ásia, seis na Europa, três na América e um na Oceania.

O relatório não observou alterações significativas em comparação com a classificação do ano passado devido ao desenvolvimento estável das cidades listadas em termos de concentração de recursos e capacidade de alocação.

Além disso, as percepções dos especialistas sobre digitalização e descarbonização de portos, que representam oportunidades e desafios para o setor global de transporte marítimo atualmente, são consideradas como destaque para o relatório deste ano.

Em linha com a cerimônia de divulgação do relatório em Xangai, foi realizado um seminário com participação mundial.

Li Jin, contador-chefe da Piraeus Port Authority S.A. (PPA), membro do grupo COSCO Shipping da China, e Ilias Salpeas, diretor administrativo da Organização de Desenvolvimento do Município de Piraeus, compartilharam suas ideias sobre o desenvolvimento do setor de navegação durante o seminário.

Lançado em conjunto pelo China Economic Information Service e Baltic Exchange em 2014, o índice de desenvolvimento de centros de transporte marítimo internacional Xinhua-Baltic passou a ser um índice significativo e cada vez mais influente para avaliar o desenvolvimento dos maiores centros de transporte marítimo no mundo todo.

Link original: https://en.imsilkroad.com/p/328971.html

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1860028/Xinhua_Baltic.jpg 

FONTE Xinhua Silk Road

PEQUIM, 15 de julho de 2022 /PRNewswire/ -- Xangai, o principal centro de comércio e transporte marítimo da China, mantém o terceiro lugar no ranking do 20 melhores centros de transporte marítimo internacional (ISC20) de 2022, conforme mostrado no relatório sobre o Xinhua-Baltic International Shipping Center Development Index (Índice de desenvolvimento de centros de transporte marítimo internacional Xinhua-Baltic) acaba de ser divulgado na segunda-feira.

Xangai está posicionada após Singapura e Londres e é seguida por Hong Kong e Dubai, conforme mostrado no ranking de 2022.

Note-se que o ISCDI Xinhua-Baltic incorpora três dimensões primárias e 16 indicadores secundários para avaliar o desempenho abrangente de 43 cidades em todo o mundo durante um determinado período de tempo, concluindo assim sua lista anual de ISC20.

Especificamente, fazem parte do top 20 de 2022 do ISC20, os 20 centros a seguir: Singapura, Londres, Xangai, Hong Kong, Roterdã, Hamburgo, Nova York-Nova Jersey, Atenas-Piraeus, Ningbo Zhoushan, Tóquio, Houston, Guangzhou, Antuérpia-Bruges, Qingdao, Busan, Shenzhen, Copenhagen, Los Angeles e Melbourne.

Quando analisados geograficamente, dez dos 20 primeiros estão na Ásia, seis na Europa, três na América e um na Oceania.

O relatório não observou alterações significativas em comparação com a classificação do ano passado devido ao desenvolvimento estável das cidades listadas em termos de concentração de recursos e capacidade de alocação.

Além disso, as percepções dos especialistas sobre digitalização e descarbonização de portos, que representam oportunidades e desafios para o setor global de transporte marítimo atualmente, são consideradas como destaque para o relatório deste ano.

Em linha com a cerimônia de divulgação do relatório em Xangai, foi realizado um seminário com participação mundial.

Li Jin, contador-chefe da Piraeus Port Authority S.A. (PPA), membro do grupo COSCO Shipping da China, e Ilias Salpeas, diretor administrativo da Organização de Desenvolvimento do Município de Piraeus, compartilharam suas ideias sobre o desenvolvimento do setor de navegação durante o seminário.

Lançado em conjunto pelo China Economic Information Service e Baltic Exchange em 2014, o índice de desenvolvimento de centros de transporte marítimo internacional Xinhua-Baltic passou a ser um índice significativo e cada vez mais influente para avaliar o desenvolvimento dos maiores centros de transporte marítimo no mundo todo.

Link original: https://en.imsilkroad.com/p/328971.html

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1860028/Xinhua_Baltic.jpg 

FONTE Xinhua Silk Road

Você acabou de ler:

Xinhua Silk Road: Xangai mantém o terceiro lugar no ranking do ISC20 para 2022, conforme relatório Xinhua-Báltico

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/xinhua-silk-road-xangai-mantem-o-terceiro-lugar-no-ranking-do-isc20-para-2022-conforme-relatorio-xinhua-baltico/