Yuan Longping e seu comprometimento com a benevolência e o bem-estar da humanidade

BEIJING, 25 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- Uma reportagem da China.org.cn sobre Yuan Longping:

Em 22 de maio, Yuan Longping, o renomado cientista chinês que ajudou a livrar inúmeras pessoas da fome, faleceu, causando grande tristeza à população chinesa. A morte dele foi noticiada por vários meios de comunicação estrangeiros.

Apelidado de "pai do arroz híbrido", Yuan Longping cultivou a primeira variedade de arroz híbrido de alto rendimento do mundo em 1973. Desde então, o rendimento do arroz híbrido continuou a estabelecer novos recordes mundiais, de 300 kg a 500 kg e, posteriormente, 700 kg por mu (cerca de 0,07 hectares). Agora, o rendimento por mu do arroz super-híbrido Chaoyou 1000 desenvolvido pela equipe de Yuan ultrapassou 1.000 kg. Antes de Yuan, a comunidade científica mundial acreditava que o arroz não poderia ser cruzado.

Esse homem comum, porém sábio, não só ajudou a China, um país com uma população de 1,4 bilhão de habitantes, a alcançar a autossuficiência alimentar, mas também fez contribuições importantes para a segurança alimentar mundial.

Atualmente, o arroz híbrido desenvolvido pela equipe de Yuan foi introduzido para o plantio amplo e de teste em dezenas de países e regiões do mundo todo. Em Madagascar, os rendimentos do arroz híbrido foram até 300% maiores do que os de variedades nativas. Na Indonésia, ele produziu mais do que o dobro das variedades locais. Em 2018, os testes para o cultivo de arroz nos desertos de Dubai foram, pela primeira vez na história, realizados com sucesso pela equipe de Yuan.

Aos olhos de muitas pessoas, ele era um cientista que lutava incansavelmente por seus sonhos, apesar da solidão e das dificuldades. Experimentos de reprodução híbrida não são tarefas fáceis. Nos primeiros dias de sua pesquisa, Yuan examinou pessoalmente mais de 14 mil pés de arroz até encontrar seis plantas masculinas naturalmente estéreis. Aos 90 anos, ele ainda realizava sua pesquisa, visitando os campos quase todos os dias para observar o crescimento do arroz híbrido.

Yuan também era um benfeitor com um compromisso inabalável com o bem-estar da humanidade. Apesar de ter nascido em uma família com bom nível de escolaridade, ele testemunhou a fome quando ainda era jovem, o que o levou a se dedicar à pesquisa agrícola. Ele passou mais de 10 anos ajudando países africanos a cultivar o arroz híbrido e trabalhou incansavelmente por décadas a fim de explorar o potencial de rendimento do arroz. Durante os últimos anos de sua vida, Yuan dedicou-se à pesquisa e ao desenvolvimento do arroz marinho. Ele se esforçou para realizar seu desejo de vida: que pessoas em todo o mundo tenham o suficiente para comer.

Yuan Longping deixa para o mundo um legado precioso da pequena semente do arroz. "Todos são como uma semente — deveríamos tentar crescer e nos transformar em pessoas boas", dizia Yuan. Comum, porém sábio, este homem vale a pena ser lembrado.

Mosaico da China

http://www.china.org.cn/video/node_7230027.htm 

Yuan Longping e seu comprometimento com a benevolência e o bem-estar da humanidade

http://www.china.org.cn/video/2021-05/25/content_77524871.htm 

Vídeo - https://mma.prnewswire.com/media/1518528/video.mp4

FONTE China.org.cn

BEIJING, 25 de maio de 2021 /PRNewswire/ -- Uma reportagem da China.org.cn sobre Yuan Longping:

Em 22 de maio, Yuan Longping, o renomado cientista chinês que ajudou a livrar inúmeras pessoas da fome, faleceu, causando grande tristeza à população chinesa. A morte dele foi noticiada por vários meios de comunicação estrangeiros.

Apelidado de "pai do arroz híbrido", Yuan Longping cultivou a primeira variedade de arroz híbrido de alto rendimento do mundo em 1973. Desde então, o rendimento do arroz híbrido continuou a estabelecer novos recordes mundiais, de 300 kg a 500 kg e, posteriormente, 700 kg por mu (cerca de 0,07 hectares). Agora, o rendimento por mu do arroz super-híbrido Chaoyou 1000 desenvolvido pela equipe de Yuan ultrapassou 1.000 kg. Antes de Yuan, a comunidade científica mundial acreditava que o arroz não poderia ser cruzado.

Esse homem comum, porém sábio, não só ajudou a China, um país com uma população de 1,4 bilhão de habitantes, a alcançar a autossuficiência alimentar, mas também fez contribuições importantes para a segurança alimentar mundial.

Atualmente, o arroz híbrido desenvolvido pela equipe de Yuan foi introduzido para o plantio amplo e de teste em dezenas de países e regiões do mundo todo. Em Madagascar, os rendimentos do arroz híbrido foram até 300% maiores do que os de variedades nativas. Na Indonésia, ele produziu mais do que o dobro das variedades locais. Em 2018, os testes para o cultivo de arroz nos desertos de Dubai foram, pela primeira vez na história, realizados com sucesso pela equipe de Yuan.

Aos olhos de muitas pessoas, ele era um cientista que lutava incansavelmente por seus sonhos, apesar da solidão e das dificuldades. Experimentos de reprodução híbrida não são tarefas fáceis. Nos primeiros dias de sua pesquisa, Yuan examinou pessoalmente mais de 14 mil pés de arroz até encontrar seis plantas masculinas naturalmente estéreis. Aos 90 anos, ele ainda realizava sua pesquisa, visitando os campos quase todos os dias para observar o crescimento do arroz híbrido.

Yuan também era um benfeitor com um compromisso inabalável com o bem-estar da humanidade. Apesar de ter nascido em uma família com bom nível de escolaridade, ele testemunhou a fome quando ainda era jovem, o que o levou a se dedicar à pesquisa agrícola. Ele passou mais de 10 anos ajudando países africanos a cultivar o arroz híbrido e trabalhou incansavelmente por décadas a fim de explorar o potencial de rendimento do arroz. Durante os últimos anos de sua vida, Yuan dedicou-se à pesquisa e ao desenvolvimento do arroz marinho. Ele se esforçou para realizar seu desejo de vida: que pessoas em todo o mundo tenham o suficiente para comer.

Yuan Longping deixa para o mundo um legado precioso da pequena semente do arroz. "Todos são como uma semente — deveríamos tentar crescer e nos transformar em pessoas boas", dizia Yuan. Comum, porém sábio, este homem vale a pena ser lembrado.

Mosaico da China

http://www.china.org.cn/video/node_7230027.htm 

Yuan Longping e seu comprometimento com a benevolência e o bem-estar da humanidade

http://www.china.org.cn/video/2021-05/25/content_77524871.htm 

Vídeo - https://mma.prnewswire.com/media/1518528/video.mp4

FONTE China.org.cn

Você acabou de ler:

Yuan Longping e seu comprometimento com a benevolência e o bem-estar da humanidade

Compartilhe

https://prnewswire.com.br/releases/yuan-longping-e-seu-comprometimento-com-a-benevolencia-e-o-bem-estar-da-humanidade/